Sushi – um clássico moderno

A comida oriental está cada vez mais popular, principalmente entre os jovens. Com fama de saudável, os pratos da culinária japonesa, como sushi e sashimi, são ricos em proteínas e ômega 3, além de conter produtos feitos à base de soja, que reduzem os níveis de colesterol ruim.

Mas estes alimentos consumidos crus tem uma longa história de tradição, e até uma justificativa (pouco conhecida) para serem preparados desta forma. A história do Sushi tem origem na necessidade de conservação do peixe cru. Para isso, o pescado tinha sua cabeça e vísceras retiradas, e era preparado em forma de filé. Depois eram temperados com sal e guardados em um barril de madeira com camadas de arroz cozido entre eles. O Arroz fermentava e garantia a conservação do peixe. Os barris eram armazenados por um longo tempo (entre 1 e 3 anos). Após isso, o arroz estava impróprio para consumo, porém o peixe podia ser aproveitado.

Já no século XV, um outro tipo foi criado. Era basicamente um sushi com período de fermentação menor (cerca de 1 mês). É considerada a primeira forma do sushi moderno, já que o arroz era consumido junto com o peixe. Porém, foi muito depois (lá pelo século XVII) que o vinagre foi introduzido na preparação do arroz, o que permitiu que o sushi fosse preparado em um dia. Com a grande quantidade de peixes e frutos do mar na baía de Tóquio, o peixe passou a ser consumido fresco, juntamente com o arroz, criando,  finalmente, o sushi que conhecemos hoje.

O sushi pode ser definido como um bolinho de arroz coberto por peixes ou frutos do mar crus. Há, no entanto, vários tipos,  que mudam de nome conforme a forma de preparo ou os ingredientes utilizados.O recheio é bem variado. Podem ser feitos com diversos legumes, frutas e peixes. Pode ser doce ou salgado. Confira os tipos mais conhecidos:

Nigiri: rolinho de arroz com um filé de peixe no topo (em geral de salmão e atum)

Fonte: www.oitopassos.com

Sashimi – é o filé de peixe, cortado em tiras. Em geral, temperado com molho shoyu.

Fonte: www.melhoresvideoaulas.com

Temaki – conhecido como cone, tem a mesma essência do sushi  e também é enrolado com alga e arroz. O recheio é tão variado quanto o do sushi.

Fonte: www.correiodoestado.com.br

Uramaki – rolinho de arroz recheado com legumes ou peixe. O arroz substitui a alga na hora de enrolar.

Fonte: www.brunosoutomaior.blogspot.com

Hot –  sushi ou temaki podem ser feitos na versão hot, que é empanada e frita.

Fonte: www.comofas.com.br

Philadélfia – é um dos mais pedidos. É sushi ou temaki feito com cubos de salmão, e pode incluir cream cheese e cebolinha verde.

Fonte: www.foodwaltz.wordpress.com

Outras curiosidades:

Hashi – os tradicionais talheres japoneses

Fonte: www.nipocultura.com.br

Molho Shoyu – molho de cor escura feito de soja fermentada, de sabor salgado e típico da culinária japonesa

Fonte: www.eucapricho.com

Wasabi – tempero de raiz forte, é verde e extremamente picante. (Misture um pouquinho, mas bem pouquinho com Molho Shoyu, fica mais gostoso #ficadica)

Fonte: www.static.guim.co.uk

Se você gosta desta iguaria, e quer aprender a prepará-la, que tal conhecer os nossos cursos de Sushi e Sashimi?

Faculdade Senac Florianópolis

Data: 23 de abril a 27 de abril;
Período:
Noturno;
Investimento:
R$ 420,00 a vista ou ate um 8x no cartão.

Senac Bistrô | Blumenau

A turma esta prevista para iniciar em abril, mas sem data definida.
Interessados, enviar e-mail para: bistrô@sc.senac.br para mais informações! ;)

Senac Joinville

O curso não é somente de Sushi e Sashimi, mas possui um dos módulos sobre o assunto e mais Cozinha Chinesa, Tailandesa e Indiana!
Curso: Cozinha Asiática
Data:
De 26 de março a 30 de março;
Período:
Uma turma no período vespertino e outra no período noturno;
Investimento:
Vespertino: R$ 380,00 a vista | 02 x R$ 200,00 no boleto | 04 x R$ 100,00 no cartão;
Noturno: R$ 399,00 a vista | 02 x R$ 210,00 no boleto | 04 x R$ 105,00 no cartão.

 

Make up: tendências de maquiagem para Outono/Inverno 2012

Finalizadas as semanas de moda internacionais, como a de Londres, Milão e Nova York, já podemos observar algumas tendências para o outono/inverno de 2012 aparecendo nas vitrines, em acessórios, roupas, e claro, maquiagens. Todos os anos os estilistas criam conceitos de moda para seus desfiles, e apesar de cada um ter um estilo diferente, é possível perceber elementos em comum entre eles, conhecidos com tendências.

Assim, todos os anos,  com base nas tendências, as marcas adaptam ou desenvolvem novos itens para a sua coleção. Por isso, alguns itens marcantes da coleção passada continuam em alta nesta. Um deles é o batom vermelho. Seja opaco ou brilhante, tons de vermelho serão vistos com frequência neste inverno, alguns até mais escuros, puxando para o vinho, o que dá mais dramaticidade para o look.

Para os olhos, o delineador no estilo gatinho,  cores como verde e azul nas sombras, e o esfumaçado foram bem presentes também em diversos desfiles, alguns até misturando dois destes itens.

Já para as mais discretas, a maquiagem nude é sempre um boa pedida. Base, pó, um pouco de blush e sombra em tons de terra (marrom, dourado, etc), além da boca pouco marcada. Básica, mas bonita e  produzida.

Mas quando se fala de maquiagem, é preciso ter bom senso. Claro que existem alguns itens básicos que devem ser levados em consideração. O objetivo da maquiagem é melhorar o aspecto geral da pele, corrigindo pequenas imperfeições e ressaltar pontos fortes (principalmente olhos e boca).

Antes de pensar se vai aderir a todas as tendências, pense no seu estilo de vida, nos seus gostos pessoais, e no que poderá ficar bem em você. Mas se você gosta de inovar e estar por dentro de todas as novidades, conheça o nosso curso de auto-maquiagem!

Senac Saúde e Beleza | Florianópolis
Data: 13 de abril a 18 de maio;
Todas as sextas!
Período: Matutino;
Investimento: R$ 275,00.

Data: 04 de maio a 01 de junho;
Todas as sextas!
Período: Noturno;
Investimento: R$ 275,00.

As informações e fotos são do site M de mulher.

Gamefique-se: O mercado de criação de jogos em expansão!

Quando se fala em jogos e videogame, o que vem à sua cabeça? Dos mais simples aos mais modernos, o principal objetivo é ser um passatempo, para divertir e entreter o usuário. Porém, hoje, o significado destas palavras é muito mais abrangente. Estamos vivendo um fenômeno chamado gameficação (gamefication, em inglês): o jogo está na vida e a vida está no jogo. “O ser humano é competitivo por princípio. A gameficação traz diversão para momentos que são sérios” diz Pedro Porto, Diretor de Convergência da agência de propaganda Fischer+Fala, em entrevista para a Época.

Com essa popularização toda, o tempo dedicado ao jogo cresceu, e o mais importante, aumentou a qualidade e a quantidade de plataformas. Os games como Wii, Xbox 360 e PlayStation 3 (PS3) ocupam lugar de destaque em diversas casas. “Videogames nos levam ao hábito de resolver problemas, o que é essencial em qualquer carreira”, afirma Jesse Schell, professor da Universidade Carnegie Mellon. E agora, além da sala das casas, eles ocupam também o ambiente corporativo.

Diversas empresas já adotaram o game como ferramenta para identificar talentos e habilidades, às vezes ocultas, em seus colaboradores. A possibilidade de antecipar vivências próximas da realidade, a rapidez na aplicação do treinamento e o envolvimento que o ambiente lúdico dos games possibilita são algumas das vantagens que têm inserido os jogos eletrônicos no ambiente corporativo. Sabe por quê? Um estudo produzido pela Universidade Stanford concluiu que é possível perceber, durante um jogo de videogame, atitudes essenciais de líderes. “O mercado requer líderes com agilidade nas decisões, que saibam trabalhar em ambientes de incerteza”, diz Cezar Taurion, gerente de novas tecnologias aplicadas da IBM, em entrevista para a Época.

Com este fenômeno de gameficação acontecendo, o mercado de criação de jogos está em expansão. Para trabalhar nesta área é necessário conhecer sobre o assunto e estar preparado para lidar com as características deste setor. É por isso que o Senac traz para você a Pós Graduação em Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos.  O curso conta com aulas de Técnicas de Programação para Games, Programação 3D, Game Design,  Inteligência Artificial, Programação de Jogos em Rede, Música e Efeitos Sonoros, Jogos Mobile e até mesmo noções de Empreenderorismo em Games, entre outros!

Está Pós está disponivel na unidade do Senac TI em Florianópolis.
Período: de 11/05/2012 à 10/08/2013
Aulas quinzenais:  sexta  à noite e sábado período integral.
Investimento: 22x de R$ 397,00

Para saber mais, entre em contato com o Senac TI: 48 3212.8100 ou 48 3212.8105

Beleza em alta no mercado

O Brasil é o terceiro país no ranking mundial no consumo de serviços estéticos, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e da China. Os brasileiros são vaidosos e tem a preocupação em se sentirem atraentes, já que estar bonito e bem arrumado aumenta a auto-estima e a confiança das pessoas. Com este desejo e até a necessidade de se ter uma boa aparência, é natural que o mercado de beleza e estética esteja aquecido, trazendo muitas oportunidades para os profissionais da área.

Em 5 anos, o número de salões de beleza no brasil cresceu 78%. Tem tanta oportunidade que muitas pessoas estão deixando suas áreas de formação para trabalhar no ramo da estética. É o caso da ex-veterinária Viviane Brandão: “o mercado está quente, está fervendo e a gente tem que aproveitar a oportunidade. É um negócio que vale a pena”, declarou em entrevista ao programa mais você. Este é apenas um exemplo, já que em 2010 foram registradas mais de 2,2 milhões de pessoas trabalhando na área.

Os cursos profissionalizantes especializados no assunto estão cada vez mais completos, além de abranger diversas áreas do ramo. Além disso, o Brasil está se destacando também na qualidade e variedade de cosméticos, sendo referência até em outros países. Isso faz aumentar ainda mais a qualidade dos serviços oferecidos pelos profissionais da área, que tem acesso também a produtos de alta tecnologia.

Se você gosta da área e não tem o perfil empreendedor, não se preocupe, pois o mercado está sempre em busca de profissionais capacitados. Só em 2010 a área da beleza assinou a carteira de 48 mil trabalhadores. Ou seja, tem oportunidade não só para quem deseja abrir seu próprio negócio, como para quem deseja conseguir um trabalho na área.

Para aproveitar as oportunidades deste mercado super aquecido, é necessário estar bem preparado. Se você já trabalha na área, lembre-se que atualização constante é essencial para manter a qualidade de seus serviços, além de ser uma oportunidade de conhecer novas técnicas e também pessoas. É por isso que o Senac traz para você diversos cursos profissionalizantes na área de beleza. Conheça mais aqui.