Árvores pelo mundo: conheça espécies extraordinárias

A beleza de uma árvore nem sempre é facilmente percebida. Sua grandeza passa batida diante de tantos outros monumentos construídos pelo homem, isso quando não é derrubada pelo mesmo. A importância desse tipo de planta para o meio ambiente vai além da purificação do ar. As árvores têm papel fundamental  para a manutenção da paisagem natural, devido ao grande papel contra a erosão, já que absorve a água das chuvas pelas raízes e forma de barreiras contra a ação de enxurradas.

Existem, em alguns lugares do mundo, árvores centenárias. Algumas delas podem ser tão antigas, que datam da época em que os faraós construíram as esfinges. Em grandes centros, onde a maior parte da população está concentrada, não é comum haver exemplares como esses – muitos deram lugar a construções para o desenvolvimento das cidades. Mas, se você se encanta com este tipo de beleza, pode encontrar, ao menos pela internet, lindas árvores espalhadas pelo mundo. Confira em nossa galeria algumas delas.

Dia 21 de setembro é o Dia da Árvore, e a melhor forma de celebrar é preservando! “Cultive as raízes e você poderá aproveitar a sombra”.

1. Baobá, um ecossistema em uma única árvore – O baobá serve como fonte de vida para diversas espécies. Desde os menores insetos, até os elefantes, que a buscam pela água estocada em seu tronco. Nativa da Ilha de Madagascar, ela é um mundo em forma de planta.

2. Cerejeira, a delicada beleza oriental – Além de ser conhecida por sua beleza, a cerejeira é também uma madeira nobre. A floração desta árvores, em tons de rosa e branco, anuncia o início da primavera no Japão. Por ficar florida por aproximadamente uma semana, esta planta representa a beleza e a fragilidade da natureza e da própria vida.

3. Bristlecone pine, a árvore mais antiga – Bristlecone pine é uma espécie de pinheiro que vive no limite. Nativos de locais com mais de 3 mil metros de altitude, nas California’s White Mountains, nos Estados Unidos, suportam temperaturas congelantes e ventos fortes. O exemplar mais antigo, Methuselah, foi descoberto em 1957 e acredita-se que tenha aproximadamente 4.600 anos.

4. Ipê, para colorir e marcar o início da primavera – No final de agosto ou começo de setembro, as cidades e os campos são tomados por uma sucessão de cores. A planta é nativa da América do Sul e é facilmente vista no Brasil. Ipês amarelos, brancos e rosas tornam a estação ainda mais bonita.

5. Figueira mata pau, a árvore assassina – O nome da árvore se deve ao fato de que ela cresce sob outras árvores, mantando-as sufocadas. Esse processo acontece pois as sementes da árvore são espalhadas livremente pelas fezes dos animais que dela se alimentam. Quando germinam, começam a se desenvolver por cima de outras, exercendo uma pressão tão grande que impede o transporte da seiva.

6. Sequoia gigante, a maior árvore do mundo – A sequoia de 82,6 metros de altura, 25,9 metros de diâmetro, 1.814 toneladas e aproximadamente 2.100 anos e tem até nome: General Sherman. A árvore se encontra no Sequoia National Park, California, Estados Unidos.  A espécie tem sido plantada no Brasil para fins comerciais e de adaptação da espécie, já que seu lugar de origem está sendo destruído.

7. Cipreste mexicano, a árvore mais larga – 36 metros de diâmetro! Essa é a medida do cipreste mexicano. A Árvore de Santa María del Tule, localizada no estado de Oaxaca, México, ganhou um lugar no Guinness, o livro dos recordes, como a árvore com maior circunferência do mundo.

8. Castanheira, nada é desperdiçado – O ouriço, fruto da castanheira (do Pará), abriga sementes ricas em gordura e nutrientes em seu interior. Sua casca, muito dura, não pode ser quebrada por qualquer animal. No entanto, a cutia é capaz de abri-la e aproveitar seus frutos. Acontece que o mamífero não consome todas as castanhas de uma só vez, então, enterra-os. Muitas dessas castanhas são esquecidas, dando origem a novas castanheiras.

9. Embaúba, a pioneira – Esta planta é facilmente encontrada em clareiras e áreas desmatadas em recuperação. Suas folhas são largas, capazes de captar muita luz, aumentando a taxa de fotossíntese e, consequentemente, de crescimento. A embaúba é encontrada desde o México até o norte da Argentina.

10. Cajueiro, o gigante de Piragi – Atração do nordeste brasileiro, o Cajueiro de Piragi é o maior do mundo. Devido a uma mutação genética sua copa cresce sem parar. Para se ter uma ideia, seu tamanho é equivalente a um campo de futebol! Localizada em Natal, no Rio Grande do Norte, o cajueiro é ponto turístico do local e dá cerca de 70 mil frutos ao ano.

Fonte: National Geographic Brasil

 

 

Aluna do Senac em Santa Catarina participa da maior feira de beleza das Américas

A Beauty Fair – Feira Internacional de Beleza Profissional é, segundo os organizadores, o maior e mais qualificado evento de beleza profissional das Américas e a segunda maior do mundo. Na feira, milhares de marcas apresentam os lançamentos para o mercado de estética e exibem o que há de mais moderno para cabeleireiros, massagistas, manicures e demais profissionais que atuam nesse mercado.

Durante a feira, alunos do Senac de vários estados do Brasil mostraram seus conhecimentos em maquiagem e cabelo. A participação deles consistiu em desenvolver penteados e makes na mesma linha do que foi apresentado na Olimpíada do Conhecimento. O Senac em Santa Catarina foi representado por Bruna Silvestre Mondardo, destaque na categoria Cabeleireiro na última edição da Olimpíada do Conhecimento.

A história de Bruna com os cursos de qualificação do Senac começa em família, quando em 2006 sua mãe fez o curso de cabeleireiro no Senac Saúde e Beleza de Florianópolis. Nessa época, Bruna ainda estava com 15 anos e já auxiliava a mãe nas tarefas diárias do salão, o que, segundo ela, contribuiu para ela começar a “tomar gosto pela profissão”. Ao terminar os estudos, em 2010, passou a dedicar mais tempo a trabalhar com sua mãe no salão. Em julho de 2011, incentivada pelas tarefas que realizava e com o apoio da mãe, veio a decisão que encaminharia sua vida profissional: Bruna também faria o curso e Cabeleireiro do Senac. Ao final do curso, Bruna se candidatou e foi selecionada para participar da Olimpíada do Conhecimento,maior competição de educação profissional das Américas, realizada pelo Senai. Para participar do evento a aluna treinou durante 8 meses com o orientador do Senac Alan Gi e, ao final da competição, foi considerada a 5ª melhor competidora do Brasil na categoria Cabeleireiro.

A trajetória de Bruna foi tão bem sucedida que hoje possui o próprio salão, aberto em sociedade com a mãe. Atualmente, ela está treinando a próxima competidora do Senac para a Olimpíada do Conhecimento de 2014. Além disso, em outubro Bruna inicia o trabalho como orientadora do Senac no curso de Cabeleireiro Assistente.

Veja abaixo uma galeria de fotos, com detalhes dos penteados realizados por Bruna e por outros profissionais formados pela Senac de outros estados durante a Beauty Fair.

Senac em Santa Catarina entre as 150 melhores empresas para trabalhar no Brasil

O Senac em Santa Catarina integra, pela segunda vez consecutiva, a lista das 150 melhores empresas para trabalhar, segundo ranking da revista Você/SA. Com uma marca consolidada por 66 anos de trabalho, a instituição expande a sua atuação no estado e investe na gestão de pessoas. O Senac recebeu a nota de 81,2 no Índice de Qualidade no Ambiente de Trabalho, que representa a avaliação dos colaboradores e inclui critérios como identificação com a empresa, satisfação e motivação.

No balanço do ranking de 2013, a publicação constatou a força de boas ferramentas para gestão de recursos humanos. Das empresas classificadas, 42% injetaram de um a dez milhões de reais em educação corporativa no ano passado e 9% ultrapassaram os 10 milhões. Os salários nessas corporações também são melhores – chegam a ser 1200 reais mais altos se comparados à média do mercado. No Senac em Santa Catarina, um dos  diferenciais para os colaboradores é o Projeto Trilha, que ajuda o funcionário a entender o seu espaço na empresa e quais são os passos necessários para chegar a cargos mais altos. A instituição também desenvolve um programa de preparação para a aposentadoria, o Viver Bem.

Além do Senac, outras empresas de Santa Catarina estão presentes na lista das 150 melhores empresas para trabalhar, como Dudalina, Embraco, Fundação Pró-Rim, Intelbras, Selbetti Gestão de Documentos e Tigre.

Metodologia

O Guia Você/SA – As Melhores Empresas para Você Trabalhar deste ano foi dividido em 16 setores de empresas, além das cooperativas e das Melhores Instituições Públicas para Trabalhar.  A metodologia é rigorosa: após as inscrições das instituições que desejam participar da pesquisa, os setores de recursos humanos completam um formulário e preparam um documento em que descrevem as práticas de gestão de pessoas. Os funcionários também participam respondendo um formulário de satisfação.

A próxima etapa, da qual participam apenas empresas pré-classificadas, conta com a visita de um jornalista ao local. A percepção do profissional é um dos fatores analisados para a definição do resultado final, assim como a visão dos funcionários. O resultado é divulgado em ordem alfabética e apenas a melhor de cada setor é classificada em primeiro lugar.

Alimentação complementar de bebês: você sabe como começar?

Os pais de primeira viagem têm muitas dúvidas sobre os cuidados com o bebê. A alimentação, por exemplo, pode ser motivo de certo receio para eles, especialmente após os seis meses. Durante esse período, a criança deve ser alimentada apenas com leite materno, pois é um alimento completo: nutri, hidrata e protege o bebê. Depois dos seis meses, a introdução de outros tipos de comida deve ser lenta e gradual, já que é normal a criança estranhar e até mesmo rejeitar as primeiras tentativas.

Para ajudar os pais e até mesmo profissionais de escolas que recebem bebês, o Ministério da Saúde publicou, em 2013, a nova versão do Guia Alimentar. Além de buscar orientações no material, a nutricionista e orientadora do Senac Elizabeth Nappi Correa acrescenta que a ajuda de um especialista é importante para que a introdução de novos alimentos ocorra de forma tranquila e saudável.

A alimentação complementar inicial pode ser composta de frutas, legumes, cereais, tubérculos e carnes, oferecidos de colher, com consistência pastosa e respeitando o apetite da criança. Os horários devem ser os mesmos das refeições da família. Francine Ferrari, nutricionista e orientadora do curso de Cuidador Infantil do Senac, sugere que, depois de completar um ano, a criança pode ter uma dieta com papinhas salgadas, sucos de frutas e legumes, frutas com cereais, iogurte sem sabor e corante, bolo simples, leite com frutas e cereais, frutas in natura, massas de trigo, polentas e arroz integral.

Nas refeições servidas à criança é interessante evitar açúcar, café, enlatados, frituras, refrigerantes, guloseimas e sal em excesso. A higiene também é um ponto importante para garantir o manuseio, armazenamento e conservação adequados dos alimentos.

Confira o Guia Alimentar  do Ministério da Saúde.

Senac participa de Congresso Internacional de Educação a Distância em Salvador

O Senac de Santa Catarina participará, de 9 a 12 de setembro, do 19º Congresso Internacional ABED de Educação a Distância “Bons Profissionais Fazem Bons Programas de EAD: Como estamos?” em Salvador – BA. O evento abre espaço para que pesquisadores, educadores e dirigentes organizacionais apresentem seus trabalhos científicos baseados em investigação científica e relatos de experiências inovadoras. Os participantes também terão a oportunidade de participar de mesas-redondas com especialistas do Brasil e de outros países, assistir a palestras, integrar workshops e estabelecer contatos profissionais.

O Senac de Santa Catarina, junto aos demais Departamentos Regionais do país, terá um estande no local, onde os visitantes poderão ver toda a estrutura e unificação do nosso Portal EAD. Além disso, serão realizadas palestras com representantes da instituição e haverá um espaço exclusivo no evento para falar de nossa atuação na educação a distância.

O diretor do Núcleo de Educação a Distância do Senac SC, Anderson Malgueiro, fará uma palestra no evento, na qual irá abordar os cursos de Formação Inicial e Continuada disponíveis em nossas unidades.

Como funciona a educação a distância do Senac

O Portal EAD do Senac é unificado, ou seja, pessoas em qualquer lugar do mundo podem realizar os cursos e receber a certificação pela instituição. A produção e gerenciamento dos cursos é realizada pelos Departamentos Regionais da instituição. São cursos de diferentes áreas e níveis, desde formação inicial até pós-graduação.

Dieta funcional, boa forma de preservar a saúde

Alimentos funcionais são denominados dessa forma porque têm efeito preventivo de doenças. Ou seja, se consumidos diariamente, esses alimentos podem evitar enfermidades como câncer e problemas de coração. Diversos outros benefícios também estão relacionados aos hábitos alimentares com base em produtos e ingredientes funcionais, pois há uma melhora geral na qualidade de vida. Esses alimentos interferem no funcionamento do intestino, no grau de irritabilidade, nas condições do sono, na absorção de cálcio pelo organismo, entre outros.

Diferente do que muitas pessoas imaginam, é possível incluir alimentos funcionais nas refeições diárias com tranquilidade, pois existem diversas opções. A nutricionista do Senac Isaura Clemente sugere o prato de Crepe de salmão com patê de macadâmia e tofu. Nessa receita, o trigo é substituído por produtos funcionais, como quinoa, amaranto e linhaça.

Crepe de salmão com patê de macadâmia e tofu

 Patê de macadâmia

  • 50g de macadâmia
  • 100g de tofu
  • 1 colher de sopa de azeite de oliva
  • 5 azeitonas sem caroço

Modo de preparo: Na véspera (8 horas antes), deixe a macadâmia de molho. Bata no liquidificador o tofu, as azeitonas e azeite de oliva. Acrescente na mistura a macadâmia e triture até ficar homogênea.

Rendimento: Patê para 5 crepes.

Salmão

  • 1 filé de salmão aproximadamente 200g (para o recheio de 2 crepes)
  • 1 talo de manjericão verde

Modo de preparo: coloque o salmão para cozinhar até ficar dourado e suculento. Corte em pedaços ou desfie o salmão e utilize para o recheio do crepe.

Crepe

  • 2 colheres de sopa de flocos de quinoa
  • 2 colheres de sopa de flocos de amaranto
  • 1 folha de manjericão
  • 1 ovo
  • 40 ml de água
  • Sal a gosto

Modo de Preparo: Coloque os ingredientes no liquidificador e bata até a mistura ficar homogênea. Em uma frigideira ou panquequeira, de preferência antiaderente, coloque a massa e doure dos dois lados. Retire e acrescente o patê e o salsão desfiado.

Energia eólica: fonte limpa e sustentável

O Brasil possui a matriz energética mais renovável do mundo industrializado, com 45,3% da produção proveniente de fontes como recursos hídricos, biomassa e etanol, além das energias eólica e solar. As usinas hidrelétricas são responsáveis pela geração de mais de 75% da eletricidade do País. Vale lembrar que a matriz energética mundial é composta por 13% de fontes renováveis no caso de Países industrializados, caindo para 6% entre as nações em desenvolvimento.

Frente a esse cenário, o país investe cada vez mais em energia eólica, aquela gerada a partir da força dos ventos. De acordo com o Atlas Eólico Nacional, divulgado em 2001, o Brasil é o País da América Latina e Caribe com maior capacidade de produção de energia eólica, com potencial estimado de 143.000 Mega Watts (MW). Os enormes cataventos, que geram energia sem queima de combustíveis, já podem ser vistos em estados do Sul e do Nordeste do país.

Em Santa Catarina, o Parque Eólico de Água Doce, um dos maiores do Brasil, tem capacidade produtiva de 126 MW, o suficiente para abastecer 215 mil famílias, e gera energia para o município onde está localizado, além de cidades vizinhas. O baixo impacto ambiental é a principal vantagem deste tipo de produção. As torres são instaladas em lugares mapeados e preparados para esse fim, mudando a paisagem local e trazendo mais desenvolvimento e emprego para a região. Outro ponto a favor da geração de energia eólica é a independência de recursos limitados, como carvão e gás. Sendo o vento uma força da natureza inesgotável, é possível afirmar que a energia eólica é também inesgotável, e por isso, sustentável.

Veja abaixo um vídeo que explica o funcionamento das torres eólicas.

Profissões do futuro: conheça as carreiras mais promissoras

Você já pensou em como será o mercado de trabalho nos próximos 10 anos? A pergunta pode parecer difícil de ser respondida, mas segundo especialistas algumas profissões e carreiras serão destaque, pois estão diretamente ligadas a tendências sociais e econômicas projetadas por estudiosos. De acordo com a economista da FEA-UPS, Renata Spers, que coordenou a pesquisa “Carreiras do Futuro”, realizada por meio do Programa de Estudos do Futuro, da Fundação Instituto de Administração (FIA), sustentabilidade, inovação, preocupação com a qualidade de vida e o aumento na expectativa de vida da população são as principais macrotendências identificadas.

Veja a lista divulgada na Exame.com, que consultou 6 especialistas em recrutamento para dar um panorama sobre o mercado profissional da próxima década. Conheça também os cursos técnicos, de graduação e pós graduação relacionados à estas carreiras que são oferecidos pelo Senac.

  • Profissão:  Gestor de Ecorrelações
  • O que faz: Sustentabilidade é a palavra de ordem para o profissional de ecorrelações, boa oportunidade de trabalho para quem reúne conhecimento técnico ambiental, de legislação do tema e também é bom em comunicação.
  • No Senac: Técnico em Meio Ambiente – duração de 18 meses (em média)
  • Média salarial*: R$ 1.885,48

  • Profissão: Gestor da Qualidade de Vida
  • O que faz: Este profissional tem a função de mapear riscos de problemas de saúde que colaboradores possam desenvolver ao longo dos anos e desenvolver e melhorar as condições do ambiente de trabalho, promovendo a busca pelo equilíbrio entre a vida pessoal e profissional. A formação acadêmica pode ser abrangente. O diferencial na hora de garantir uma oportunidade como Gestor de Qualidade de Vida pode ser a experiência prévia no setor de recursos humanos.
  • No Senac: Técnico em Segurança do Trabalho e Técnico em Recursos Humanos
  • Média salarial*: Técnico em Segurança do Trabalho: R$ 2.576,34 – Profissional de RH: R$ 3.617,57

  • Profissão: Coordenador de Desenvolvimento da Força de Trabalho
  • O que faz: As organizações já percebem a importância de seus colaboradores se aprimorarem e percebem que a educação continuada é o caminho, por isso a educação continuada é o foco deste profissional do futuro. É alguém que indica cursos, faz o aconselhamento na formação dos funcionários, tanto na parte formal quanto na parte complementar, sugerindo leituras e viagens também. É uma boa oportunidade para formados em psicologia e que tenham especialização em administração com ênfase em gestão de pessoas.
  • No Senac: Técnico em Recursos Humanos, Pós em Gestão de Pessoas
  • Média salarial*: Profissional de RH: R$ 3.617,57

  • Profissão: Gestor de Treinamento no Varejo
  • O que faz: A questão do treinamento de funcionários é uma das grandes tendências das redes de varejo. O objetivo é padronizar o atendimento para que o consumidor entenda que a loja é a mesma onde ele estiver e que, portanto, vai encontrar o mesmo padrão de produto também.
  • No Senac: Técnico em vendas, Técnico em Marketing, Palestras e Workshops Senac Varejo
  • Média salarial*: Vendas: R$ 1.862,40

  • Profissão: Gestor de operações logísticas
  • O que faz: Investimentos em rodovias, portos, aeroportos puxam a demanda por profissionais da área de logística. A tendência é que a área de operações e logística ganhe destaque e abram-se novas oportunidades no ramo.
  • No Senac: Graduação em Logística, Técnico em Logística, Pós em Logística: gestão, tecnologias e processos.
  • Média salarial*: R$ 3.791,74

  • Profissão: Gestor de Marketing para E-commerce
  • O que faz: Dificuldades de deslocamento em grandes cidades e o investimento em segurança nas transações comerciais pela internet turbinam o mercado de e-commerce. Com isso, surgem boas oportunidades na área de marketing deste setor. Profissionais que contribuam para que a empresa garanta um melhor posicionamento no segmento de comércio eletrônico tendem a ser mais valorizados.
  • No Senac: Técnico em Marketing
  • Média salarial*: R$ 3.525,66

  • Profissão: Gestor de Comunidade
  • O que faz: Fazer a comunicação com consumidores em redes sociais, fóruns e blogs, verificar o posicionamento da marca, monitorar a concorrência, além de identificar as oportunidades de negócio, são funções do gestor de comunidade. Ele verifica também tendências de consumo que surgem na rede e evita que críticas tomem proporções maiores. O cargo já existe mas deve ganhar destaque nos próximos anos, segundo projeção do especialista.
  • No Senac: Pós em Mídias Digitais
  • Média salarial*: Diretor: 9.107,64, Gerente: 7.319,15, Profissionais: 3.505,27, Especialista: 3.714,18

  • Profissão: Especialista em cloud computing
  • O que faz: A armazenagem de dados em nuvem é uma das áreas apontadas pelos especialistas que também devem trazer boas oportunidades para os profissionais de tecnologia da informação nos próximos anos.
  • No Senac: Técnico em Redes, Graduação em TI, Pós em Segurança da Informação
  • Média salarial*: R$ 5.153,38

*Média salarial de acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego.

Contabilidade para não contadores

A contabilidade é essencial para uma empresa. Seja em um pequeno negócio local ou uma multinacional global, a correta gestão desse serviço proporciona aos empreendedores tranquilidade para que o trabalho seja desenvolvido com sucesso. Ter conhecimento sobre esse assunto e saber a maneira como funciona pode ser decisivo na gestão dos negócios. Ao entender sobre todos os aspectos que a contabilidade envolve, é possível traçar um  planejamento de equilíbrio entre receitas e despesas, evitando transtornos ligados aos planos econômico e financeiro.

Para o público em geral que deseja saber mais sobre contabilidade e agregar conhecimentos de finanças à sua vida, o Senac oferece o curso de Contabilidade Para Não Contadores. O objetivo do curso é desenvolver os participantes na aplicação dos princípios de contabilidade e na interpretação das operações contábeis e financeiras. Essa é uma ótima oportunidade para quem, futuramente, pretende investir na profissão ou para empresários que desejam conhecer melhor essa importante área para administração dos recursos da empresa.

Com o curso, que tem carga horária de 28h, os alunos terão uma noção básica de contabilidade, conhecendo conceitos como ativo e passivo, balanço patrimonial e demonstrações contábeis. Os conhecimentos adquiridos na capacitação será possível apurar a situação de uma empresa a partir de análise crítica, realizada após o cálculo dos indicadores de desempenho contábil e financeiro. Se você tem uma pequena empresa e ainda fica confuso com os números que o contador apresenta, essa é a chance para você entender os detalhes financeiros básicos de seu próprio negócio, e assim, fazê-lo crescer ainda mais.

 

Fotografia: a arte de capturar momentos

O Dia Mundial da Fotografia, comemorado ontem, dia 19 de agosto, tem sua origem em 1839, quando o governo francês fez o registro oficial da invenção da fotografia. O pai dessa técnica é Louis Daguerre, que chamava sua criação de Daguerreótipo e a descobriu por acaso, dando prosseguimento aos experimentos fotográficos de Joseph Nicéphore Niépce. Desde então, a fotografia vem sendo usada para registrar momentos históricos, capturar sentimentos e encantar os olhos quando transformada em arte.

Quase simultaneamente ao inventor francês, William Fox Talbot desenvolveu um diferente processo denominado calótipo, usando folhas de papel cobertas com cloreto de prata. Esse processo é muito parecido com o processo fotográfico usado anos atrás, pois também produzia um negativo que podia ser reutilizado para produzir várias imagens positivas. No Brasil, o francês radicado em Campinas-SP Hercule Florence conseguiu resultados superiores aos de Daguerre, pois desenvolveu negativos, mas apesar das tentativas de disseminação do seu invento, ao qual denominou “fotografia” – foi o legítimo inventor da palavra – não obteve reconhecimento à época.

A fotografia começou a se tornar popular nos anos 1900, quando as câmeras e filmes começaram a ser produzidos em massa, ese tornaram acessíveis para uma parte da população. A primeira delas foi a Brownie-Kodak, que vendeu cerca de 100 mil unidades à época. Desde esses tempos, o processo fotográfico tem evoluído mais na questão de refinamento da técnica do que por grandes invenções.

A primeira câmera fotográfica digital do mundo foi criada em 1976, pela Kodak, uma referência no assunto. A engenhoca gravava as imagens em uma fita cassete, usava um revolucionário sensor chamado CCD (hoje muito comum) e levava 23 segundos para formar uma imagem com 100 linhas em preto e branco. Como a câmera não possuía LCD, era necessário colocar a fita cassete em um reprodutor portátil ligado a um computador que exibia a imagem em uma tela de TV. A ideia foi apresentada aos executivos da marca, mas não os convenceu e foi deixada de lado. Um erro, como sabe-se hoje. Mas o primeiro grande impulso para o mercado consumidor ocorreria em 1981, quando a Sony lançou a primeira câmera digital. O modelo Mavica, que capturava imagens de 0,3 megapixels (300.000 pixels), custava algo em torno de US$ 12 mil. O equipamento tinha capacidade para armazenar até 50 fotos nos Mavipaks, que eram disquetes de 2 polegadas percursores dos disquetes de 3 polegadas, inventados também pela Sony.

A partir daí começou a corrida das marcas de tecnologia digital para popularizar o invento. Marcas como Apple, Hitachi e Fuji lançaram os seus modelos, que evoluíam a cada lançamento. Hoje, já é possível encontrar câmeras populares com resoluções de até 14.1 mega pixels, isso sem contar as câmeras dos celulares, que a cada novo modelo trazem maior resolução. Também existem diversas opções de câmeras profissionais, que com suas potentes lentes e resoluções são capazes de registrar o que muitas vezes o olho humano deixa passar despercebido.