Moda: gestão e marketing para empreender melhor

O mercado de moda está consolidado no Brasil. Grandes estilistas levam o nome do país às mais importantes passarelas do mundo criando uma identidade nacional para o que é produzido por aqui. Mas enquanto os nomes consagrados gerenciam suas marcas mundo a fora, todos os dias, dentro do Brasil, profissionais de moda buscam seu lugar ao sol criando peças autorais e administrando seu próprio negócio muitas vezes com pouca ou nenhuma orientação.

Já foi o tempo em que a moda precisava apenas de criadores. Para ter sucesso em um empreendimento nesse ramo, além de criatividade, é necessário ter conhecimentos sobre gestão, marketing, administração e gerenciamento de equipes. Em Santa Catarina,os cursos de moda são voltados, em sua maioria, para o desenvolvimento do produto de moda, com pequeno foco em gestão. De acordo com a orientadora do curso de pós-graduação em Moda: gestão e marketing do Senac, Jacqueline Keller, entender sobre gestão é fundamental para os negócios de uma forma geral, mas para a moda, é extremamente importante. “A indústria têxtil é composta por um número grande de micros e pequenos negócios e inúmeros jovens empreendedores, que precisam dominar os processos de gestão que vão desde o planejamento estratégico até a seleção de equipe para atuar junto às mesmas, dentre outros sistemas e processos que devem ser conhecidos”, explica.

Nem sempre os estudantes que buscam o curso de graduação em moda tem a intenção de trabalhar diretamente na área de criação. Entender todas as etapas que envolvem o desenvolvimento de um produto é fundamental para gerenciar com precisão um negócio ligado a indústria de moda, seja dedicado à área de marketing, compras, criação, negociação, etc. No curso de pós-graduação oferecido pelo Senac, o objetivo é ensinar aos profissionais o uso de ferramentas de gestão e marketing para alavancar seus negócios ou os setores onde atuam. Conhecimento para empreender melhor é fundamental.

Saiba mais sobre AutoCAD, programa para desenvolvimento de diversos projetos

Falar sobre arquitetura, engenharia civil e mecânica, design de interiores e demais áreas relacionadas a projetos construtivos sem falar do AutoCAD é praticamente impossível. O software para computador foi lançado em 1982 e representou um avanço na visualização de projetos. Antes dele, as projeções eram feitas em papel, sob pranchetas e com auxílio de acessórios como canetas de nanquim, esquadros, régua “T”, entre outros.

O programa é capaz de fazer projeções em 2 e 3 dimensões, permitindo que profissionais e clientes finais consigam ver com precisão a proporção de altura, largura e profundidade de suas peças. Ainda assim, o software não substitui os conhecimentos de desenho técnico, que é essencial para que arquitetos, engenheiros, projetistas e demais profissionais trabalhem com mais clareza no programa.

O AutoCAD é utilizado para projetar casas, prédios, estruturas metálicas, peças e acessórios para a indústria automobilística, móveis, design de interiores, entre outros. O Senac em Santa Catarina possui cursos específicos sobre o programa e também utiliza o AutoCAD em qualificações como Técnico em Design de Interiores.

 

Profissão: fotógrafo

Dia 08 de janeiro é comemorado o Dia do Fotógrafo. A profissão, que antigamente passava de pai para filho, se popularizou nos últimos anos com o desenvolvimento de novas tecnologias para as câmeras fotográficas. Os fotógrafos, além de paixão pela arte, precisam também ter conhecimentos sobre seus aspectos históricos, novas técnicas, iluminação, manipulação e, claro, gestão de negócios para que a fotografia seja rentável. Existem diversas especialidades nas quais os profissionais da imagem podem fazer carreira. Confira abaixo algumas delas.

Fotógrafo de festas sociais: este profissional é especializado em fazer cliques de festas de 15 anos, casamentos, bodas, festas infantis, eventos especiais, etc. Eternizar momentos como esses é uma grande responsabilidade, por isso é preciso ter sensibilidade e percepção para captar os sentimentos dos protagonistas.

Fotojornalista: trabalha em redações de jornais, agências de notícias ou como freelancer. É responsável por retratar a notícia por meio de uma imagem e muitas vezes consegue cliques históricos e que se tornam símbolo de uma época. Trabalham também com registros de eventos cotidianos, eventos esportivos e podem atuar como correspondente em guerras e zonas de conflito.

Paparazzi: são profissionais especializados em seguir pessoas famosas em busca de um flagrante ou comportamento inusitado sem autorização. Capazes de verdadeiras loucuras para conseguir cliques exclusivos, esse tipo de fotógrafo pode passar horas para em um mesmo lugar em busca de um flagra ou entrar em uma perseguição para obter uma boa foto.

Fotógrafo de moda: trabalha em estúdio e também em ambientes externos buscando retratar tendências de moda das mais variadas formas. Para esse profissional é imprescindível estar conectado a referências mundiais de comportamento e moda, ter contato com publicações de diferentes locais e ser criativo.

Fotógrafo publicitário: a imagem é fundamental para a publicidade, muitas vezes somente uma foto será responsável por passar o conceito de uma campanha. O profissional que trabalha com esse tipo de foto precisa de muita criatividade e dominar o Photoshop, pois às vezes o resultado pretendido pelo cliente não é retratado somente com bom material e iluminação.

Parabéns, fotógrafos! :)

Conheça projetos de megaconstruções sustentáveis para o futuro

A sustentabilidade é um dos assuntos mais debatidos nos últimos anos. Especialistas de todas as áreas, assim como a sociedade em geral, estão atentos aos impactos das ações humanas no meio ambiente e estudando formas de reduzir ­as consequências. Os prejuízos do crescimento desenfreado atingem não apenas a natureza, mas todos os seres que habitam o Planeta Terra. Por isso, muitos empreendimentos já são projetados considerando os fatores ambientais. No futuro, a tendência é que a arquitetura sustentável se firme ainda mais e evolua aliada à tecnologia.

Veja abaixo algumas megaconstruções sustentáveis que podem surgir no futuro:

Parque aéreo em Pequim: o Parque da Luz, um arranha-céu que flutua acima da terra, é uma solução para a falta de espaço nas grandes cidades onde ocorre um rápido crescimento da população. A construção possui um balão em forma de cogumelo cheio de hélio e hélices movidas à energia solar que a mantêm acima do chão. Coletores de chuva garantem água para irrigação de plantas e uso nos banheiros.

Parque aéreo em Pequim

Agricultura vertical no Aeroponic: para suprir a demanda de alimentos, especialmente arroz, com projeção até 2025, o projeto Aeroponic propõe a criação de fazendas verticais descentralizadas. A estrutura do projeto, que leva a assinatura do designer Jin Ho Kim, consiste em campos cultiváveis sustentados por bambu, que contam com sistema de irrigação natural.

Agricultura vertical no Aeroponic

Agricultura vertical no Aeroponic

Prédio que sequestra CO2: fugindo das tradicionais estruturas de aço e concreto, o “Big Wood” é um protótipo de construção em massa de madeira, que ajuda a capturar CO2 da atmosfera. Segundo especialistas, esse material causaria menor impacto ambiental e já está comprovado que seria possível construir estruturas de 30 andares ou mais.

Prédio que sequestra CO2

Ilhas coletoras: dois designers sul-coreanos desenvolveram um projeto que pretende acabar com as toneladas de plásticos que vagam pelo Oceano Pacífico, formando um verdadeiro lixão. A Kinectic Irlands varreria o mar aglutinando os resíduos plásticos em blocos. Depois de recobertos por solo sintético, os blocos funcionariam como elementos para construção de uma cidade flutuante. O solo poderá, ainda, receber terra para desenvolvimento de culturas agrícolas.

Ilhas coletoras

 

Lentilha: tradição e boa fama

A virada do ano é sempre um momento carregado de desejos e expectativas. É a hora que muita gente reflete sobre o ano que passou e se enche de planos e entusiasmo para o próximo. A noite do dia 31 de dezembro é comemorada de diversas maneiras por cada um, mas muitas pessoas fazem da ocasião um momento marcado de simbologia. Os mais supersticiosos apostam em simpatias, rituais ou hábitos para atrair o que desejam para o ano que vai começar.

Um dos pratos mais tradicionais na ceia de Réveillon é a lentilha. Segundo a crendice popular, o grão atrai dinheiro, fartura e prosperidade, além de ser rico em proteínas, ferro e vitamina B2. Se você também compartilha desse hábito na noite da virada, ou simplesmente é um apreciador da lentilha, confira a receita ensinada pelo orientador de gastronomia do Senac Henrique Cortat.

Ingredientes
1 ½ xícara de lentilha lavada e escorrida

1 cebola picada

3 dentes de alho picados

1 colher de sopa de gengibre ralado

2 colheres de sopa de azeite

200ml de leite de coco

4 xícaras de água

2 colheres de chá de pimenta síria

½ colher de chá de cúrcuma em pó

½ colher de chá de cominho em pó

½ colher de chá de pimenta calabresa em flocos

¼ de colher de chá de pimenta do reino moída

¼ de colher de chá de canela em pó

Salsa fresca picada a gosto

Páprica para salpicar a gosto

Chips de batata doce, batata frita, pães ou torradinhas para acompanhar

Modo de preparo
– Aqueça 1 colher de sopa do azeite  e refogue a cebola, o alho e o gengibre até dourar. Adicione a lentilha, refogue por 1 minuto e acrescente o leite de coco e a água. Deixe ferver até a lentilha ficar bem cozida e comece a desmanchar.

– Em uma frigideira pequena aqueça o restante do azeite e refogue rapidamente todas as especiarias para soltar os aromas. Despeje sobre a lentilha cozida e deixe repousar por 5 minutos para incorporar os sabores. Ajuste o sal.

– Salpique a salsa picada, mexa e sirva em uma vasilha. Polvilhe a páprica, um fio de azeite e sirva com o chips de batata doce, batata frita, pães ou torradinhas.

Para aproveitar o verão, invista no filtro solar

O verão traz a possibilidade de descansar, curtir o litoral e fazer viagens que, muitas vezes, são esperadas durante todo o ano. Mas uma questão deve ser sempre considerada: qualquer atividade nesta estação exige proteção. O uso de filtro solar é unanimidade entre os médicos, já que o excesso de sol pode trazer inúmeras consequências, até mesmo graves.

No momento de adquirir o filtro solar e aplica-lo, é necessário ter atenção a alguns detalhes. Veja abaixo dicas importantes:

  • Os filtros solares são mais completos quando têm proteção combinada para UVB, UVA, UVC e infravermelho. O fator de proteção solar também é importante: prefira, no mínimo, FPS 30.
  • Como todos os produtos são submetidos a testes, os filtros podem ser usados tanto em creme, como em gel, spray ou sérum. Em peles secas, as loções são mais indicadas, e, nas oleosas, filtro em gel.
  • No rosto, prefira filtros solares com fórmulas específicas, com proteção aliada à hidratação e substâncias antienvelhecimento.
  • O filtro solar deve ser aplicado todos os dias, mesmo na rotina de estudos ou trabalho. Tenha cuidado principalmente nas áreas que ficam mais expostas, como rosto, pescoço e braços.
  • Aplique o filtro pelo menos 20 minutos antes de se expor ao sol – é o tempo necessário para que a pele absorva o produto e resulte no efeito desejado. Depois de entrar na água, a proteção deve ser reforçada.
  • Quem pratica esportes durante o verão, pode ter o filtro solar retirado com o suor. Por isso é importante investir em bloqueadores com substâncias específicas, como dióxido de titânio e óxido de zinco.

Muitas razões para comemorar

O ano de 2013 está terminando e o Senac em Santa Catarina tem muito o que comemorar. A instituição alcançou 65 mil alunos nas 27 Unidades fixas em todo o estado, além das carretas-escola. Desses estudantes, 36 mil fizeram cursos de forma gratuita pelo Programa Senac de Gratuidade ou pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), do Governo Federal.

Para ampliar a estrutura, novos prédios foram inaugurados, em Timbó, Palhoça e Porto União. Quatro Unidades também receberam reformas: Blumenau, Restaurante Escola, Canoinhas e Curitibanos. No total, a instituição teve 10.488,89 m² de área construída e 3.353,47 m² de área reformada. Em 2013, o Senac chegou a R$16.672.455,00 de investimento em infraestrutura.

Este ano, o Senac também se destacou pela participação em eventos e os prêmios que recebeu. A instituição esteve presente na Fenaostra, SC Gourmet, Oktoberfest, Expogestão, Fersul, Congresso Internacional ABED de Educação a Distância, entre outros. Além disso, o Senac em Santa Catarina integrou, pela segunda vez consecutiva, a lista das 150 melhores empresas para trabalhar da revista Você/SA e ganhou o Troféu Prata no Movimento Catarinense para Excelência.

Informações protegidas

O ano de 2013 foi marcado pelo vazamento de informações confidenciais da CIA, nos Estados Unidos. Documentos que revelam a coleta de informações privadas sobre os usuários de servidores das grandes empresas de tecnologia, como Google, Microsoft e Apple, foram divulgados por um ex-funcionário da NSA (Agência de Segurança Nacional). O fato causou polêmica e levantou uma discussão sobre a segurança da informação na internet.

Cada vez mais, as organizações precisam investir em estratégias para garantir a segurança da informação – ou seja, de conteúdos sigilosos, que são de propriedade privada e para utilização com propósitos específicos. A segurança da informação é baseada em quatro itens: integridade, autenticidade, não repúdio e irretroatividade. Os sistemas criados por profissionais da área têm como objetivo manter documentos sem alterações, com comprovação de autoria, origem e data da criação.

Por conta das ameaças voltadas principalmente a empresas, como fraudes eletrônicas, espionagem, sabotagem, vandalismo, incêndios ou inundações, cresce a demanda pelo trabalho especializado em segurança da informação. A Petrobrás, maior empresa do Brasil, direciona bilhões para a área de tecnologia da informação, o que inclui proteção de informações estratégicas.

Os profissionais que desejam investir nas oportunidades de mercado na área precisam buscar por qualificação. Egressos dos cursos superiores em TI e empresários podem, por exemplo, fazer a pós-graduação em Segurança da Informação oferecida pelo Senac em Santa Catarina. No curso, o aluno desenvolverá competências para implantar normas e políticas de segurança, mapear e analisar riscos, definir estratégias, executar procedimentos de testes, entre outros.

Para ter sucesso, empresas investem na valorização de colaboradores

Como vivemos a era do conhecimento, em que ocorre constantemente um “boom” de informações, as organizações dependem de processos inovadores para se tornarem competitivas no mercado.  Como as atividades organizacionais são realizadas por pessoas, a valorização de colaboradores passou a ser tema central de discussão dos profissionais que atuam com gestão de pessoas.

De acordo com Emanuella Nicolazzi, analista de recursos humanos do Senac em Santa Catarina, valorizar as pessoas significa dar atenção àquilo que elas estão entregando para a organização. “Os gestores precisam mostrar que o resultado do trabalho foi importante para o desenvolvimento da empresa”. O esforço para valorização dos profissionais traz diversos benefícios, como motivação, engajamento e retenção de talentos, já que ativa a autoestima e a percepção de que o esforço valeu a pena.

Iniciativas com esse objetivo possibilitam reforçar comportamentos positivos, ou seja, que estão alinhados com os objetivos organizacionais e são importantes para a empresa alcançar as metas traçadas. Segundo Emanuella, a valorização de pessoas pode acontecer de diversas formas, com oportunidades de capacitação, flexibilidade, planejamento de carreira, pacote de benefícios e meritocracia. “Para começar, os gestores podem criar o hábito de distribuir um simples “parabéns!”.

Vinhos para a ceia de Natal

O vinho tem o poder de reunir pessoas e deixar ambientes agradáveis, em qualquer estação. Por isso, a bebida combina com o clima de Natal e pode ser uma boa opção para acompanhar os pratos da ceia. Mas para que essa harmonização aconteça da melhor forma possível, é importante que as características e sabores de todos os integrantes da ceia sejam valorizados, sem que um se sobressaia ao outro.

A dica inicial é que pratos leves pedem vinhos também leves e receitas mais pesadas ficam bem harmonizadas junto a bebidas encorpadas, ou seja, mais adstringentes, com cor mais profunda e maior grau alcoólico. Outra regra válida é usar combinações a partir de semelhanças e contrastes. É o caso, por exemplo, de sobremesas com vinhos doces e pratos gordurosos acompanhados de bebidas ácidas.

Veja abaixo algumas combinações sugeridas por Valdir Sobierai, orientador sommelier do Senac em Santa Catarina, e que você pode utilizar no momento de escolher as bebidas para a ceia de Natal.

Vinhos brancos – peixes, frutos do mar, carnes brancas e aperitivos. As aves como frango e peru, podem harmonizar com um vinho branco da uva Chardonnay com leve passagem pela barrica.

Vinhos rosados – refeições com dois pratos, como carne e peixe, além de aperitivos.

Vinhos tintos – carnes vermelhas, massas e aves. As carnes suínas, como tender e pernil, devido à riqueza de condimentos, pedem um vinho mais encorpado com passagem pela barrica de carvalho, frutados e macios. A dica para aves são vinhos tintos jovens das uvas com aromas de frutas frescas.

Espumantes – aperitivos, saladas, frutos do mar e aves. Para sobremesas, podem ser servidos espumantes moscatel.