Autor: blogsenac

Gamefique-se: O mercado de criação de jogos em expansão!

Quando se fala em jogos e videogame, o que vem à sua cabeça? Dos mais simples aos mais modernos, o principal objetivo é ser um passatempo, para divertir e entreter o usuário. Porém, hoje, o significado destas palavras é muito mais abrangente. Estamos vivendo um fenômeno chamado gameficação (gamefication, em inglês): o jogo está na vida e a vida está no jogo. “O ser humano é competitivo por princípio. A gameficação traz diversão para momentos que são sérios” diz Pedro Porto, Diretor de Convergência da agência de propaganda Fischer+Fala, em entrevista para a Época.

Com essa popularização toda, o tempo dedicado ao jogo cresceu, e o mais importante, aumentou a qualidade e a quantidade de plataformas. Os games como Wii, Xbox 360 e PlayStation 3 (PS3) ocupam lugar de destaque em diversas casas. “Videogames nos levam ao hábito de resolver problemas, o que é essencial em qualquer carreira”, afirma Jesse Schell, professor da Universidade Carnegie Mellon. E agora, além da sala das casas, eles ocupam também o ambiente corporativo.

Diversas empresas já adotaram o game como ferramenta para identificar talentos e habilidades, às vezes ocultas, em seus colaboradores. A possibilidade de antecipar vivências próximas da realidade, a rapidez na aplicação do treinamento e o envolvimento que o ambiente lúdico dos games possibilita são algumas das vantagens que têm inserido os jogos eletrônicos no ambiente corporativo. Sabe por quê? Um estudo produzido pela Universidade Stanford concluiu que é possível perceber, durante um jogo de videogame, atitudes essenciais de líderes. “O mercado requer líderes com agilidade nas decisões, que saibam trabalhar em ambientes de incerteza”, diz Cezar Taurion, gerente de novas tecnologias aplicadas da IBM, em entrevista para a Época.

Com este fenômeno de gameficação acontecendo, o mercado de criação de jogos está em expansão. Para trabalhar nesta área é necessário conhecer sobre o assunto e estar preparado para lidar com as características deste setor. É por isso que o Senac traz para você a Pós Graduação em Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos.  O curso conta com aulas de Técnicas de Programação para Games, Programação 3D, Game Design,  Inteligência Artificial, Programação de Jogos em Rede, Música e Efeitos Sonoros, Jogos Mobile e até mesmo noções de Empreenderorismo em Games, entre outros!

Está Pós está disponivel na unidade do Senac TI em Florianópolis.
Período: de 11/05/2012 à 10/08/2013
Aulas quinzenais:  sexta  à noite e sábado período integral.
Investimento: 22x de R$ 397,00

Para saber mais, entre em contato com o Senac TI: 48 3212.8100 ou 48 3212.8105

Beleza em alta no mercado

O Brasil é o terceiro país no ranking mundial no consumo de serviços estéticos, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e da China. Os brasileiros são vaidosos e tem a preocupação em se sentirem atraentes, já que estar bonito e bem arrumado aumenta a auto-estima e a confiança das pessoas. Com este desejo e até a necessidade de se ter uma boa aparência, é natural que o mercado de beleza e estética esteja aquecido, trazendo muitas oportunidades para os profissionais da área.

Em 5 anos, o número de salões de beleza no brasil cresceu 78%. Tem tanta oportunidade que muitas pessoas estão deixando suas áreas de formação para trabalhar no ramo da estética. É o caso da ex-veterinária Viviane Brandão: “o mercado está quente, está fervendo e a gente tem que aproveitar a oportunidade. É um negócio que vale a pena”, declarou em entrevista ao programa mais você. Este é apenas um exemplo, já que em 2010 foram registradas mais de 2,2 milhões de pessoas trabalhando na área.

Os cursos profissionalizantes especializados no assunto estão cada vez mais completos, além de abranger diversas áreas do ramo. Além disso, o Brasil está se destacando também na qualidade e variedade de cosméticos, sendo referência até em outros países. Isso faz aumentar ainda mais a qualidade dos serviços oferecidos pelos profissionais da área, que tem acesso também a produtos de alta tecnologia.

Se você gosta da área e não tem o perfil empreendedor, não se preocupe, pois o mercado está sempre em busca de profissionais capacitados. Só em 2010 a área da beleza assinou a carteira de 48 mil trabalhadores. Ou seja, tem oportunidade não só para quem deseja abrir seu próprio negócio, como para quem deseja conseguir um trabalho na área.

Para aproveitar as oportunidades deste mercado super aquecido, é necessário estar bem preparado. Se você já trabalha na área, lembre-se que atualização constante é essencial para manter a qualidade de seus serviços, além de ser uma oportunidade de conhecer novas técnicas e também pessoas. É por isso que o Senac traz para você diversos cursos profissionalizantes na área de beleza. Conheça mais aqui.

Computadores e conhecimentos valiosos: assim é a Campus Party

Aberta ao público desde terça-feira, dia 7, a Campus Party tem expectativa de receber mais de 200 mil visitantes na parte “expo”. Serão cinco dias de evento, com muitos jogos, mídias sociais, robótica, software livre… Ou seja, muito conhecimento!

Além dos milhares de passantes, 7 mil participantes ficam acampados durante toda a feira – os chamados campuseiros. A organização vai abrir mais 500 vagas para os atrasados. O paraíso dos geeks conta com mesas redondas com especialistas nacionais e internacionais dentro das 100 horas de programação. Esta edição do evento, a quinta, é a maior de todas. Mais espaço na feira, mais palestras, mais participantes, mais visitantes, barracas e empresas envolvidas.

Os campuseiros levaram computadores personalizados, chamados de casemods (são supermáquinas, que contam com refrigeração à agua para aguentar o tranco). Um destes super computadores chegou a ter investimento de R$30 mil reais.

A máquina que custou R$30 mil. Foto: Baixaki/Tecmundo

Olhem esse outro que achamos aqui na Campus, em homenagem ao Filme poderoso Chefão! A montagem dele levou nove meses. Isso mesmo: nove meses para ficar pronto! Praticamente um filho, né?

O temático computador do Poderoso Chefão. Foto: Carolina Lima do Senac/SC

Com estes equipamentos plugados a notebooks, compartilham arquivos e abrem servidores de jogos. É assim que acontece a interação entre eles, que se comunicam também via Twitter e Facebook, além de contribuírem com a cobertura da Campus Party através do Tumblr.

Até agora, o grande destaque foi a palestra de um dos maiores estudiosos do mundo na área de tecnologia educacional, o indiano Sugata Mitra. Ele é pesquisador e professor visitante do MIT (Massachusetts Institute of Technology) e surpreendeu muita gente ao declarar que o futuro reserva computadores dentro da gente. É isso mesmo que você leu! Segundo Mitra, os computadores vão migrar para dentro do corpo humano e isso vai revolucionar nosso modelo de educação: “Como poderemos avaliar um aluno que tem o Google dentro da cabeça?”. Será?

Outras palestras muito esperadas são com o diretor gerente da Wikipedia, Kul Wadhwa, do “físico do impossível” (co-criador da Teoria de Campos de Cordas), Michio Kaku e com Vince Gerardis, co-fundador da Created By, que representa grandes nomes da literatura em ficção científica, fantasia e terror – entre os quais o famoso The Game of Thrones.

Entre as mesas redondas estão “Revolução em rede: os movimentos sociais do Século 21”, que deve relembrar e discutir os protestos que surgiram e tiveram apoio nas Redes Sociais –entre os convidados, está Charles Lenchner, do famoso movimento Occupy Wall Street. Os brasileiros marcam presença na mesa Os filhos da internet, que deve reunir figuras como Rafinha Bastos, PC Siqueira, Rodrigo Fernandes (Jacaré Banguela), Maurício Cid (Não Salvo) e Rosana Hermann (Querido Leitor).

Galera curtindo a programação. Foto: Carolina Lima, do Senac/SC

Para não perder nada disso, fique de olho na programação do evento, na transmissão ao vivo e aqui no Blog do Senac. :)

Senac/SC na Campus Party

Um dos maiores eventos de tecnologia  e inovação do mundo começa hoje em São Paulo. A quinta edição do Campus Party conta com 7.000 participantes, cheios de informações e novidades sobre as áreas de Ciência, Cultura Digital, Entretenimento Digital e Inovação. São 7 dias, com mais de 500h de programação! E claro, nossa equipe do @Senac_SC estará presente e contando tudo pra vocês!

Faremos uma cobertura online com todas as novidades através do nosso blog! ;)

Mesmo a cerimônia oficial de abertura só acontecendo às 23h, os campuseiros já fazem fila em frente do Anhembi.

Fotos(respectivamente): Flávia de Quadros e Cristiano Sant'Anna - indicefoto.com, no Flickr da Campus Party

E para galera que vai ao evento, encontramos 10 dicas bem bacanas que o site Terra fez para curtir a a Campus Party da melhor maneira possível:

  1. Ficar de olho na programação oficial não é demais. A Campus Party tem dezenas de palestras, debates e mesas redondas com personalidades da web e do mundo da tecnologia. A palestra do “físico do impossível”, Michio Kaku, por exemplo, é imperdível;
  2. Quando você estiver cansado, não perca tempo: deite em algum dos pufes espalhados pelo local e fique de olhos nas atrações cinematográficas que acontecem em estandes de empresas ao final da noite;
  3. Estar sempre com uma garrafa de água por perto é essencial. O calor do pavilhão e a pouca quantidade de bebedouros podem ser um obstáculo para quem tem sede constante;
  4. Faça contatos. A Campus Party recebe uma gama de blogueiros famosos, jornalistas, engenheiros de computação, entusiastas da informática e empresários ávidos por investir em novos talentos. Além disso, se a sua onda é compartilhar conhecimento, é sempre bom ter ao lado um HD externo e um pendrive;
  5. É sempre bom aproveitar os horários de café da manhã, almoço e jantar do restaurante dos campuseiros. Comidas pesadas expostas ao calor da época em São Paulo podem ser prejudiciais. Se nada agradar, tem como pedir pizza por delivery. A organização permite que os campuseiros encomendem comida e almocem ou jantem no acampamento;
  6. Quer garantir a sobrevivência de seus aparelhos eletrônicos? Leve um estabilizador de energia. O clima em São Paulo, as chuvas e as quedas de energia são frequentes neste período do ano. Além disso, é bom levar adaptadores de tomada com o novo padrão brasileiro de três pinos;
  7.  A Campus Party Brasil é um local seguro. No entanto, não é um exagero que se leve um cadeado ou dois para trancar a barraca onde ficarão os objetos pessoais durante o dia;
  8. As duchas dos banheiros ficam lotadas no final da manhã e durante a noite. Para quem quiser aproveitar melhor o tempo embaixo do chuveiro, tomar banho durante a tarde é uma boa escolha. Também é importante não esquecer básico: o xampu, o sabonete, a pasta de dente e o desodorante. E, é claro, a toalha, artigo importante na mochila de um geek;
  9. A madrugada não é para dormir. Depois que a programação oficial do evento se encerra, os campuseiros organizam passeatas, jogos, gincanas e concursos. Se você não é desse tipo, leve protetores auriculares e fones de ouvido. O barulho no pavilhão é bastante alto;
  10. Ande muito pela área da Arena, no pavilhão. A Campus é o local ideal para você esgotar todos os assuntos geek do ano. Falar de séries como Game of Thrones ou mesmo sobre todos os lançamentos de videogames do últimos meses é muito fácil: todas essas pessoas – de verdade – estarão por lá.

Quem quiser acompanhar no Twitter, pode buscar pela hashtag oficial do evento #cpbr5. E aqui você consegue assistir ao vivo as palestras das diversas áreas.

Uma boa Campus Party pra nós! :)

Colmeia urbana

Já pensou criar abelhas dentro da sua casa e poder colher o mel sempre que você quiser? Aposto que isso nunca passou na sua cabeça ou na cabeça da maioria das pessoas. Além de inusitada e inovadora, a ideia da empresa americana Philips também é sustentável e segura. O desenho segue este conceito, também é pouco convencional e muito bonito.

Funciona da seguinte maneira: de um lado fica o pote de flor, por onde o pólen vai entrar; do outro, a casa das abelhas, onde existem diversas chapas de colmeia protegidas por um vidro. Este vidro deixa você ver tudo o que se passa e como funciona o complexo sistema das abelhas. Para facilitar o processo de retirada do mel, o design também contempla uma passagem para colocar um calmante, que vem em forma de fumaça.

 

 

Inteiramente sustentável e ecologicamente correto, o projeto vem repleto de boas intenções. Há propósitos educacionais e benefícios a saúde pelo uso do mel e, do própolis. Tudo fica ainda fica mais interessante quando consideramos que o número de abelhas e suas colônias estão diminuindo drasticamente no mundo por conta da urbanização e desmatamento. Isso significa que se o produto for às lojas teremos um aparelho decorativo, que produz mel e ainda ajuda a preservar uma espécie.

E você, adotaria a ideia?