Gastronomia

5 dicas para economizar na ceia de Natal

O fim de ano é um período marcado por extravagâncias, tanto nos comes e bebes quanto nos gastos. Enfeitar a árvore de natal, decorar a casa, comprar presentes para amigos e familiares e, claro, a famosa ceia de Natal. Isso mesmo, se você não souber como economizar na ceia de Natal, o momento que todos esperam – o de experimentar as delícias preparadas – pode sair bastante caro.

Continue lendo

Receita de Torta Banoffee

Bolacha, banana e doce de leite. Esses são os principais ingredientes da deliciosa Torta Banoffee. Criada em 1971, no norte da Inglaterra, a sobremesa já conquistou o paladar brasileiro e é uma das receitas preferidas no Senac Restaurante-Escola, em Blumenau.

Continue lendo

Conheça as festas de outubro em Santa Catarina

Outubro é mês de comemoração! Pelo menos em Santa Catarina, quando diversas cidades organizam festas para celebrar a cultura herdada pelos imigrantes de suas regiões. E durante os dias de celebração, turistas e moradores podem curtir as músicas e as danças, além de saborear as delícias gastronômicas, alemãs, italianas, portuguesas, açorianas e austríacas.

Continue lendo

Receita alemã: Tulipa de pato (Fritierte Entenflügel)

O mês de outubro está chegando e, com ele, começam as festas de origem alemã em todo o estado de Santa Catarina. Durante os dias de evento, moradores e turistas têm a oportunidade de experimentar diferentes comidas e bebidas típicas da Alemanha. Linguiças, strudels, batatas recheadas, cervejas artesanais, chucrutes são apenas algumas das opções que você encontrará.

Ficou com água na boca só de pensar nessas delícias? Não se preocupe. Enquanto você espera o início das festividades, Heiko Grabolle, chef do Senac Restaurante-Escola, em Blumenau, já adianta algumas receitas para você preparar em casa. Para hoje, nós separamos as tulipas de pato, feitas com coxinhas de asa à milanesa, normalmente servidas com molho barbecue.

Continue lendo

Da televisão à gastronomia: 3 receitas famosas em filmes e seriados

É sexta-feira, você chega cansado do trabalho e decide que é dia de descansar assistindo a um filme ou à maratona daquele seriado que todos os seus amigos elogiam. Poucos minutos depois, já confortável no sofá, começam a aparecer cenas de almoços, jantares e piqueniques com receitas que dão água na boca só de olhar. Nessas horas, pouco importa se estamos falando de fome ou pura gula: a vontade de ultrapassar as barreiras da tela e entrar em cena é quase incontrolável, não é?

Continue lendo

Receita: Currywurst

Mais popular fast food da Alemanha, o Currywurst consiste em uma salsicha de porco cortada e temperada com ketchup e curry, normalmente acompanhada de batatas fritas. O prato surgiu após a Segunda Guerra Mundial, quando Herta Heuwer conseguiu a especiaria com os ingleses.

Continue lendo

5 livros para quem se interessa por gastronomia

Pense no almoço rápido que você fez durante o expediente, ou então naquele bar regado a cervejas com os amigos… Ah, não se esqueça do jantar da semana passada que, na verdade, foi só uma desculpa para um primeiro encontro. Percebeu? Seja para se alimentar, socializar ou começar um romance, a culinária está a todo momento presente em nosso dia a dia e, muitas vezes, influencia nossa forma de viver e agir.

Não precisa ir muito a fundo para compreender que a gastronomia de um lugar está diretamente relacionada à história da região. Ela é um dos elementos que representa a identidade e a cultura de um povo. É por isso que um livro de gastronomia não é apenas um compilado de receitas para o leitor reproduzir, mas um registro histórico de como aquele prato chegou a determinado país, como foi utilizado pela sua população e de que forma mudou os rumos da história.

Ficou interessado em saber mais? Nós listamos 5 livros imperdíveis para quem, além de gostar de cozinhar, se interessa pela gastronomia ao redor do mundo:

Escrito pelo renomado chef Alain Ducasse, o livro nos traz histórias de pessoas e lugares de Nova York e dá sugestões de locais para comer, desde os mais chiques restaurantes de Manhattan até o cachorro-quente de rua no Brooklyn. A obra vai além de um guia culinário e se transforma em um retrato da cidade, do ponto de vista gastronômico, feito por alguém que entende do assunto.

Autobiográfico, conta a história de Bob Spitz, jornalista que termina um longo casamento e, após a entrega de um trabalho que levou mais de 9 anos para ser concluído, decide largar tudo e ir rumo à Europa para se dedicar a uma grande paixão: a culinária. Lá, Spitz estudou nas melhores escolas de gastronomia da Itália e da França e, já de volta, resolveu transformar a experiência em livro.

Divertida e inspiradora – que em alguns momentos até lembra Comer, Rezar e Amar -, a história mostra as diferenças culinárias nos dois países e traz algumas das melhores receitas que o autor aprendeu nesse período.

A ideia surgiu após Jen Lin-Liu deixar os EUA e se mudar para a China, a fim de se conectar com o país de seus antepassados. E qual a melhor forma para isso? A gastronomia.

Durante sua jornada, encontrou pessoas que lhe mostraram não só a culinária, mas os diferentes aspectos de uma sociedade ainda marcada por regimes autoritários.

Considerado o melhor livro de culinária chinesa pela Gourmand World Cookbook Awards de 2008, a obra é um retrato da China contemporânea e consegue levar o leitor a uma viagem pela cultura e pelos valores chineses. São 29 receitas com descrições detalhadas dos pratos ao longo das 264 páginas de leitura.

De forma divertida e engraçada, o livro faz uma análise dos avanços da humanidade a partir de seis bebidas: a cerveja, o vinho, os destilados, o café, o chá e a Coca-Cola. Capítulo por capítulo, Tom Standage descreve a evolução de cada uma delas, sua importância social para a região onde surgiram e sua influência na cultura de todo o mundo. No decorrer do livro, você descobre diversas curiosidades, como, por exemplo, a cerveja sendo uma bebida social desde os seus primórdios ou então a prévia autorização do Papa para que só então os cristãos pudessem consumir a bebida.

Bolo Battenberg, Frango à Kiev, Torta Woolton… Quem nunca se perguntou como receitas clássicas da gastronomia receberam seus nomes? Foi pensando nisso que James Winter listou 50 pratos e bebidas mundialmente reconhecidos e resolveu pesquisar suas origens. Em uma narrativa bem humorada, o livro conta as histórias e, em seguida, disponibiliza as receitas, sejam elas originais ou adaptadas. Muito conhecidos aqui no Brasil, até o acarajé e a feijoada apareceram por lá. Ficou curioso?

E você, conhece alguma outra boa história sobre gastronomia?

Quer ir fundo nos aprendizados da gastronomia? O Senac SC oferece diversos cursos livres na área, entre eles Cozinha Mexicana, Oriental e Natural. Conheça e garanta já a sua vaga!