Torne sua casa um ambiente mais sustentável

177

A construção civil é um dos setores que mais tem crescido no Brasil nos últimos anos. A demanda por novos empreendimentos é grande e, por isso, a preocupação com o meio ambiente também deve ser. Em alguns anos, imóveis que não possuam alguns princípios básicos de sustentabilidade não serão tão valorizados quanto outros que tratam o assunto como indispensável. As vantagens de construir de maneira mais amigável ao meio ambiente ultrapassam os benefícios ecológicos, já que a sustentabilidade da obra permite a redução dos custos com contas fixas, manutenção e construção. Conheça algumas técnicas construtivas e atitudes que você pode realizar para ter uma residência mais sustentável.

Tijolo ecológico: este tipo de tijolo é assim chamado por não passar pelo processo de queima em sua fabricação. Entre as vantagens da utilização deste material estão a economia de materiais como cimento, areia para massa e reboco, ferragem, pintura, acabamento e mão de obra, pois a obra é realizada no sistema modular.

Wood Frame: este sistema construtivo consiste em levantar as paredes sob uma estrutura de madeira (geralmente Pinus, proveniente de áreas de reflorestamento). Após a montagem da estrutura, placas de OSB são encaixadas dando origem às paredes. O OSB é um painel estrutural produzido a partir de tiras de madeira de reflorestamento e possui alta resistência físico-mecânica.

Telhado verde: ter um telhado verde em casa traz vantagens para os moradores e para o meio ambiente. As plantas no telhado ajudam a reduzir a a poluição ambiental das grandes cidades, além de trazer conforto térmico na parte interna do imóvel. Para saber como ter um telhado verde em sua casa clique aqui.

Reaproveitamento de água: Nada mais sustentável do que aproveitar um recurso natural para suprir necessidades básicas de uma residência. A água captada através deste sistema não é potável para o consumo, mas pode ser usada em descargas ou para regar plantas, limpar áreas internas e externas, além de lavar roupas. A distribuição da água para áreas específicas da casa exige uma tubulação especial, que deve ser projetada antes da construção do imóvel.

Aquecimento solar: A água de toda a sua casa pode ser aquecida com o uso da energia solar. A tecnologia para a implementação da técnica já é dominada no Brasil, e, inclusive, algumas casas do programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal, já são entregues com as placas para o aquecimento da água. As placas com os cilindros de armazenagem da água ficam posicionados no telhado da residência e através de uma tubulação especial chegam até os chuveiros e torneiras. Entenda melhor clicando aqui.

Reciclagem: Item básico para uma casa sustentável. Separar os resíduos é o mínimo que se pode fazer para ajudar o meio ambiente. Materiais como plástico, alumínio, vidro e papel podem ser reciclados por indústrias e transformados em matéria-prima para dar origem a outros produtos. Tenha em sua casa uma lixeira para matéria orgânica e outra para os resíduos seco. Não esqueça também que óleo de cozinha e pilhas e baterias não devem ser descartados no ralo e no lixo comum.

Consumo consciente: Prestar atenção nas coisas que se consome é princípio básico para uma economia sustentável. Antes de comprar alimentos, roupas, acessórios, cosméticos e até mesmo eletrodomésticos e portáteis é importante se perguntar: você realmente precisa deste produto? Essa atitude evita o desperdício e a produção exagerada de lixo. E não esqueça de levar sua ecobag sempre que for às compras.

Leia também: