Tag: saúde

Prevenção é o melhor remédio

Faça um exercício mental: quando foi a última vez que você foi ao médico fazer exames de rotina? A cultura cultivada por muitos brasileiros de procurar ajuda médica apenas quando está com algum sintoma de doença, como dores, falta de ar, fraqueza, etc, pode ser muito prejudicial à saúde. Fazer exames periódicos é fundamental para prevenir problemas de saúde que não manifestam sintomas,além de controlar os índices de colesterol, glicemia, anemia e muitos outros.

Ao longo da vida a necessidade de exames e consultas de rotina é variável. Na infância, os pediatras são os melhores amigos dos pais, que aproveitam as visitas periódicas para tirar dúvidas sobre crescimento, alimentação, dores, choros e outras inquietações comuns nas crianças. Depois disso, muitos só voltam a procurar orientação quando já passaram da adolescência ou quando estão com sintomas crônicos. Exames como o de sangue e urina podem ser receitados por todos os médicos e servem para detectar diversas doenças, possibilitando o tratamento correto. Confira abaixo uma lista de exames preventivos que você pode fazer periodicamente, na idade adulta.

  • Mulheres: visita ao ginecologista pelo menos uma vez ao ano. Após o início da vida sexual, deve ser realizado o exame Papanicolau, preventivo do câncer de colo uterino. Depois dos 40 anos, também é importante fazer a mamografia conforme orientação do médico.
  • Homens: visita ao urologista uma vez a cada dois anos, até os 40 anos. Depois, a periodicidade muda para uma vez ao ano, realizando o exame de próstata, que ajuda a prevenir o câncer.
  • Hemograma completo;
  • Análises de urina e fezes;
  • Eletrocardiograma;
  •  Exame oftalmológico.

Aproveite o carnaval com tudo o que há de bom!

Para muitos, o feriadão de carnaval já começou e a maratona de festas exige alguns cuidados. Você já está preparado para a folia? Para curtir ao máximo tudo é preciso ficar atento a algumas dicas. Confira!

– Hidrate-se sempre e muito. Água de coco é o melhor repositor de energias e sais minerais. Tome bastante antes e depois da festa.

– Alimente-se bem antes de sair. Já diz o ditado, saco vazio não para em pé! Para aguentar muitas horas de festa é preciso comer bem. Evite alimentos gordurosos e muito condimentados. Dê preferência a massas integrais, que aumentam a sensação de saciedade.

– Identifique as crianças. Se você vai para um carnaval de rua ou mesmo de clube com os pequenos lembre-se de dar a eles uma pulseira de identificação com nomes de pessoas próximas e, pelo menos, 2 números de telefone. Caso você tenha filhos, não esqueça de orienta-los a como agir caso se percam.

– Marque um ponto de encontro. Ao chegar na festa com seus amigos ou filhos, marque um ponto de encontro. O local deve ser de fácil acesso, com iluminação e preferencialmente arejado.

– Se for beber, não dirija. Chame um táxi. Essa dica vale para o ano inteiro, mas especialmente para os dias de carnaval, quando o movimento nas estradas aumenta muito. Ir e voltar da festa em segurança é a melhor recompensa.

– Prepare uma fantasia bem bonita, capriche na maquiagem, na animação e BOA FESTA! :)

Invista no cuidado com a saúde de unhas e mãos

Ter as unhas bonitas não significa estar apenas com o esmalte em dia. Higiene, hidratação e fortalecimento são processos imprescindíveis para manter as mãos belas e saudáveis. Ao fazer as unhas no salão de beleza, o cuidado básico que toda manicure e cliente deve ter é com o uso de instrumentos como o alicate, que deve ser individual. Se a cliente não tiver seu próprio kit, o salão deve se encarregar de esterilizar as ferramentas usando autoclave – equipamento que, por meio do calor úmido e sob pressão, é capaz de eliminar até os vírus e bactérias mais resistentes. Depois de esterilizados, os instrumentos devem ser guardados em envelopes protegidos da exposição do ar, para evitar a contaminação. Esse processo deve acontecer em todos os materiais de aço utilizados no salão para evitar a proliferação e transmissão de doenças como a hepatite B e micoses. Outros objetos utilizados para fazer as unhas, como lixas e palito de laranjeira, devem ser descartáveis. Como não podem ser esterilizados, são utilizados com apenas uma pessoa.

Cuidados com as cutículas

Umas tendência que vem ganhando força entre mulheres que fazem a unha regularmente é a não remoção das cutículas. A cutícula da unha é uma proteção natural contra microorganismos, ou seja, retirá-la significa deixar a unha frágil e suscetível a contaminação. Para quem deseja começar a seguir essa tendência, a recomendação é o uso de pomadas hidratantes e ceras, que mantém a cutícula fina, aderida e uniforme. Com o tempo, a cutícula fica fininha e quase inexistente, além de fazer com que as unhas cresçam mais fortes, sem ondulações e manchinhas.

Cuidados com as unhas

Se você tem unhas fracas e dificuldade para deixá-las crescer, talvez o problema esteja em sua alimentação. Para fortalecê-las, é importante que você consuma proteínas, vitamina A e cálcio. Esses nutrientes são facilmente encontrados nos alimentos de consumo diário, como carne vermelha, ovos, espinafre, leite e derivados. Ainda assim, se suas unhas continuarem enfraquecidas, vale investir em produtos cosméticos. Use diariamente hidratantes para mãos com ureia, aplique uma camada de base para fortalecer unhas fracas, com formaldeído, casco de cavalo ou cravo da índia, sempre antes de aplicar qualquer esmalte. Retire o esmalte somente com removedor de esmalte sem acetona, pois o produto pode causar danos às unhas.

Cuidados com as mãos

O contato constante das mãos com produtos de limpeza e sabonetes pode ressecar a pele e deixar com aspecto envelhecido. Para manter a hidratação constante e evitar o aparecimento de manchas causadas pela idade e pelo sol, a recomendação é o uso de produtos hidratantes e com fator de proteção solar elevado. A exposição diária ao sol leva ao surgimento de manchas com o passar o tempo, e as mãos são o local geralmente esquecido quando o assunto é proteção. Portanto, tenha cuidado!

Maquiagem saudável: conserve seus produtos de beleza

A maquiagem é um item de uso diário de muitas mulheres. Desde as mais apaixonadas, que possuem diversas cores de bases, sombras e batons, até as mais básicas, que usam apenas rímel e blush diariamente, todas têm um cantinho especial para guardar a maquiagem em casa. Confira nossas dicas para manter estes produtos bem conservados:

Cuidados de conservação e limpeza

Geralmente o local escolhido para guardar maquiagem costuma ser o banheiro, que passa longe do ideal para a conservação dos produtos. O ambiente úmido é propício para a proliferação de bactérias e o calor causado pela água quente do chuveiro pode danificar os itens cremosos, como batons, lápis e bases. Para manter a maquiagem em perfeito estado, a recomendação é de que você as guarde em um local protegido do calor excessivo, como dentro do guarda-roupa ou em uma penteadeira, por exemplo.

Outra dica básica é checar a data de validade dos produtos. Usar maquiagem vencida pode causar irritação na pele, olhos e até infecções mais graves se os seus itens estiverem contaminados. Os pincéis também merecem atenção especial. Para evitar que bactérias se proliferem, faça uma limpeza com água e sabão uma vez por semana. No mercado também é possível encontrar produtos especialmente desenvolvidos para a limpeza desses itens. O procedimento fará com que seus pincéis durem mais e estejam sempre em bom estado para o uso.

Recuperando maquiagem quebrada

Sim, maquiagem quebrada tem jeito! Antes de se desesperar pelo desperdício daquela sombra linda que você comprou e usou poucas vezes ou por aquele batom maravilhoso que você trouxe de viagem. tente os processos de recuperação abaixo.

Sombra, pó compacto e blush: você só precisa de álcool, uma colher e guardanapo. A ideia é transformar os pedacinhos do produto em uma pasta com o álcool, e então esperá-los secar para usar novamente. Confira o tutorial neste vídeo.

Batom: você vai precisar apenas de um isqueiro. Pegue a ponta quebrada do batom e derreta com cuidado a base quebrada. Encaixe cuidadosamente a parte amolecida na base que gira o batom. Após isso basta colocá-lo na geladeira para voltar ao estado normal. Entenda melhor clicando aqui. A dica da geladeira vale também se você mora em locais muito quentes e seus batons estão sempre derretidos.

Lápis de olho e boca: a dica aqui é para você apontá-los com mais precisão, sem perder a ponta. Como tem a textura cremosa, a ponta é bastante sensível à lâmina do apontador. Antes de apontá-los, coloque-os por alguns minutos na geladeira. Isso tornará a ponta mais firme e resistente à lâmina.

Inclua atividades físicas em sua rotina

O ano está terminando e fica a pergunta: você conseguiu colocar em prática a resolução de ano novo de começar a praticar uma atividade física com regularidade? Se isso não aconteceu, não se desespere. Algumas mudanças são mesmo difíceis de colocar em prática, mas se você vai renovar esta promessa para o próximo ano, fique ligado em nossas dicas. Incluir atividades físicas no dia a dia pode ser mais fácil do que você imagina.

1. Mais disposição. A inclusão de alguns alimentos nas refeições pode trazer mais energia para sua rotina, o que refletirá diretamente na vontade de praticar exercícios físicos. Invista, por exemplo, em frutas como banana e maçã, além de mel e açaí.

2. Caminhe mais. A caminhada é o exercício mais simples que você pode praticar diariamente. Se você utiliza o transporte público para se locomover, experimente descer um ponto antes do ponto habitual e aumente o seu gasto calórico.

3. Pedale. Sua escola ou trabalho ficam a menos de 3 quilômetros de casa? Experimente utilizar a bicicleta como meio de transporte. Essa atitude é boa para o meio ambiente, para sua saúde e para o seu bolso.

4. Vá de escada. Você não precisa começar subindo 12 andares pelas escadas, pode ir aos poucos e a evolução no preparo físico virá com o tempo. Faça uma experiência e suba até o terceiro andar, você irá perceber uma evolução no funcionamento cardiorrespiratório.

5. Alongue-se. Se em seu trabalho você passa a maioria do tempo sentado, faça algumas pausas para alongar a musculatura. Essa atitude ajuda a evitar lesões causadas por esforço repetitivo, ajuda a amenizar dores e mantém você acordado. Uma pausa sempre ajuda a oxigenar o cérebro e melhorar o desempenho no trabalho.

Alimentação complementar de bebês: você sabe como começar?

Os pais de primeira viagem têm muitas dúvidas sobre os cuidados com o bebê. A alimentação, por exemplo, pode ser motivo de certo receio para eles, especialmente após os seis meses. Durante esse período, a criança deve ser alimentada apenas com leite materno, pois é um alimento completo: nutri, hidrata e protege o bebê. Depois dos seis meses, a introdução de outros tipos de comida deve ser lenta e gradual, já que é normal a criança estranhar e até mesmo rejeitar as primeiras tentativas.

Para ajudar os pais e até mesmo profissionais de escolas que recebem bebês, o Ministério da Saúde publicou, em 2013, a nova versão do Guia Alimentar. Além de buscar orientações no material, a nutricionista e orientadora do Senac Elizabeth Nappi Correa acrescenta que a ajuda de um especialista é importante para que a introdução de novos alimentos ocorra de forma tranquila e saudável.

A alimentação complementar inicial pode ser composta de frutas, legumes, cereais, tubérculos e carnes, oferecidos de colher, com consistência pastosa e respeitando o apetite da criança. Os horários devem ser os mesmos das refeições da família. Francine Ferrari, nutricionista e orientadora do curso de Cuidador Infantil do Senac, sugere que, depois de completar um ano, a criança pode ter uma dieta com papinhas salgadas, sucos de frutas e legumes, frutas com cereais, iogurte sem sabor e corante, bolo simples, leite com frutas e cereais, frutas in natura, massas de trigo, polentas e arroz integral.

Nas refeições servidas à criança é interessante evitar açúcar, café, enlatados, frituras, refrigerantes, guloseimas e sal em excesso. A higiene também é um ponto importante para garantir o manuseio, armazenamento e conservação adequados dos alimentos.

Confira o Guia Alimentar  do Ministério da Saúde.

Turbine sua memória com os alimentos certos!

Desafio: sem pensar mais de 5 segundos você consegue lembrar o que almoçou hoje? Ou onde largou o óculos de sol, a chave de casa ou do carro? Calma, você não está sozinho nesse barco. A quantidade de informação que consumimos diariamente faz com que a mente não guarde certas informações como deveria. Mas antes de ficar se lamentando sobre as atividades que seu cérebro não dá conta, foque no que você pode fazer por ele. Alguns alimentos são capazes de turbinar a memória e ajudar também na concentração.

Gema de ovo – Contém colina, precursor do neurotransmissor acetilcolina, que pode melhorar a memória. Sua deficiência parece estar associada à doença de Alzheimer, causa comum de demência.

Peixes – Principalmente os de água fria (salmão, anchova, sardinha, atum, arenque), são fontes de ácidos graxos ômega 3, poderoso antioxidante.

Frutas e vegetais amarelos – Mamão, manga, pêssego, cenoura, abóbora. São alimentos fontes de betacaroteno, antioxidante que combate o envelhecimento celular.

Frutas vermelhas – Morango, cereja, framboesa, amora, pitanga, melancia e tomate, também possuem pigmentos antioxidantes que combate os radicais livres e ajudam a memória.

Oleaginosas – castanhas, nozes, amêndoas, avelãs, amendoim. Ricas em vitamina E e selênio, também fontes de antioxidantes.

Carnes, aves, grãos integrais, leguminosas, leite e derivados são fontes de vitaminas do complexo B. Ajudam a regular a transmissão entre os neurônios. Na carne vermelha você encontra também o ferro que pode colaborar com a boa memória.

Hidrate-se para recuperar o organismo

Terça-feira, feriado de carnaval, e é hoje que muitos percebem os estragos que os excessos cometidos durante a folia causaram no corpo. Uma verdadeira maratona é feita durante os dias de festa: é dança de cá, canta de lá, pula pra frente e pra trás, e quem não está acostumado a praticar exercícios físicos sente as consequências somente quando é hora do descanso. Somado a tudo isso, ainda há a grande quantidade de bebida alcoólica ingerida, e aí temos um organismo pedindo socorro.

Para aqueles que estão se sentindo nessas condições no dia de hoje, separamos algumas dicas que serão preciosas para você se recuperar de todo agito e voltar com tudo amanhã para os estudos e trabalho.

– Beba muita água – ingerir água entre as doses de bebida alcoólica é a melhor forma de evitar a ressaca. Mas se você já está de ressaca tome água de coco, ela é rica em sais minerais e vai repor rapidamente aqueles nutrientes que você perdeu.

– Dê preferência a alimentos ricos em fibras e água. Saladas leves e sanduíches de pão integral vão ajudar a hidratar e limpar o organismo.

– Se está com dor muscular descanse bastante. A dor, nos pés e nas pernas, pode ser amenizada mantendo-os pra cima, apoiados sobre uma almofada.

– Se você estiver com os pés inchados encha uma bacia com água e acrescente algumas pedras de gelo. A água fria ajuda a contrair os vasos dilatados e aliviam o inchaço.

– No mais, aproveite para dormir. A semana já começa na metade e com certeza você terá mil coisas para resolver nos próximos 3 dias.

Bom descanso, pessoal!

Equilibre-se com o slackline!

Andar de um ponto a outro sobre um elástico. Parece difícil? Não para os praticantes de slackline. O esporte que é a moda do verão 2013 foi criado em meados dos anos 80, por jovens que estavam a fim de gastar seu tempo livre de uma forma criativa. Anos depois, a brincadeira inicial foi adquirindo cultura e técnicas tão interessantes que hoje já se tornou uma modalidade esportiva.

Os principais requisitos para praticar o slackline são uma boa dose de equilíbrio e muita determinação. Quem começa neste esporte precisa entender que as quedas são necessárias para a dinâmica do esporte e para dar maior consciência corporal ao participante. Mas calma, o elástico fica, geralmente, a apenas 30 centímetros do chão, o que garante que ninguém vá se machucar enquanto estiver aprendendo.

O slackline pode ser praticado por qualquer pessoa, desde crianças até idosos. Entre os benefícios do esporte estão o equilíbrio, concentração, consciência corporal, velocidade de reação e coordenação motora. E o melhor é que pode ser praticado ao ar livre, à sombra das árvores em qualquer praça, jardim ou praia.

Veja o vídeo e inspire-se para começar a praticar esse esporte! ;)

Mercado de estética em alta no Brasil

O Brasil é o terceiro maior mercado consumidor de produtos cosméticos do mundo, segundo dados do Euromonitor International. E a previsão é que, ainda em 2012, o país ultrapasse o Japão e alcance o segundo lugar. Esta é uma boa notícia para as micro e pequenas empresas, que correspondem a 90% dos produtores do setor e também para os profissionais de estética, que são grande parte dos consumidores desses produtos.

Quem trabalha com essa área só tem a comemorar. Com o aumento do poder de compra dos brasileiros, alavancado pela classe C, já dominante do país, a procura por serviços ligados à estética aumentou significativamente, assim como a exigência por bons profissionais no mercado.

Um esteticista tem de concluir, no mínimo, o ensino médio técnico. No entanto, atualmente, o mercado busca profissionais com uma formação mais completa, de nível superior. A maioria dos cursos brasileiros de ensino superior em estética é tecnólogo, ou seja, tem entre dois ou três anos de duração e currículo é focado no mercado de trabalho.

Engana-se quem pensa que o curso é totalmente prático. Principalmente nos anos iniciais, é comum haver disciplinas teóricas como anatomia, fisiologia e química.

Após concluir a graduação, o profissional está habilitado a trabalhar com estética facial, corporal e capilar, além de prestar consultorias na área e atuar em indústrias de cosmetologia. Pode ser contratado por salões de cabeleireiro, até clínicas médicas, além de abrir seu próprio negócio ou lecionar.

Quem deseja seguir carreira nessa área precisa gostar de lidar com diferentes tipos de pessoas, e aprender a sentir prazer ao cuidar do outro. O mercado está em pleno crescimento, por isso, quanto mais conhecimento técnico e cosmético o profissional tiver, mais valorizado será por seu cliente.

Fonte: G1.com.br

Você se deixa dominar pela ansiedade?

Qual a influência da ansiedade na sua vida? Ela não é considerada um problema pelos especialistas, mas sim uma reação normal do organismo. Em algumas pessoas esse pode ser um problema crônico, que origina transtornos psicológicos como síndrome do pânico, fobia social, transtorno obsessivo compulsivo e até depressão. Felizmente, para a maioria da população a ansiedade não tem resultados patológicos, é apenas um sentimento que antecede algum acontecimento especial.

Os sintomas vão desde sudorese exagerada, tremores, dor de barriga, palpitações, tensão muscular e, nos casos mais graves, falta de ar. Mas calma, não há motivo para ficar ansioso agora pensando que você pode desenvolver uma doença por causa disso! Algumas atitudes conscientes e alimentos podem te ajudar a evitar os sintomas e proporcionar uma vida com mais qualidade e mais tranquila.

1. Pare de reclamar. Em um mundo de chefes malas, vizinhos mal-educados e despesas infinitas, não faltam motivos para reclamar, mas passar a semana resmungando só fará você se sentir pior. Pesquisas mostram que 10 minutos de reclamações turbinam a produção de cortisol, o hormônio que causa estresse no organismo, deixando-nos mais irritadiços.

2. Coma amêndoas ou castanhas de caju. Essas oleaginosas contêm magnésio, mineral importante para o bom funcionamento do corpo. Não gosta de nenhuma das duas? Então, asse uma batata e tempere com sal, o efeito é o mesmo. Chamado de “mineral relaxante”, o magnésio acaba com o estresse.

3. Feche o dia com seu vinho preferido – se você for maior de idade. Uma taça ajudará você a se soltar rapidinho depois de toda a correria com a casa, as crianças e o trabalho. Álcool contém betaendorfina, um neurotransmissor que aumenta a sensação de bem-estar. Mas nada de exagero, o álcool em excesso pode causar depressão.

4. Respire fundo. Você talvez tenha percebido que quando o seu corpo está tenso isso influencia a maneira como você respira. O inverso também e verdadeiro: focar na sua respiração é uma técnica comum e eficiente para acalmar os nervos. Deixe a sua respiração e o seu pensamento alinhados, escute os movimentos da sua respiração e isso vai ajudá-lo a se acalmar.

5. Não deixe que as suas preocupações dominem sua vida. Pode parecer difícil fazer isso, mas você não pode deixar as suas ansiedades tomarem conta de quem você é e da maneira como vive. Saiba como separar as coisas importantes do que é desnecessário e, mais que isso, decida pelo que vale a pena se preocupar. Tomando esse tipo de atitude você será capaz de fazer melhores decisões na sua vida e manter a ansiedade longe.

6. Reconheça as verdadeiras emergências. Quando você é uma pessoa ansiosa, qualquer tarefa pode parecer uma emergência, o que coloca você para trabalhar com ainda mais preocupações. Esqueça esse tipo de pensamento e foque-se no que é urgente de verdade, só assim você aprenderá a se manter calmo quando tiver de priorizar alguma coisa.

Fonte: Universia e M de Mulher