Tag: informação

5 aplicativos para exercitar o cérebro

Quem nos acompanha há algum tempo sabe que acreditamos muito no poder do conhecimento. Por isso, adoramos dar dicas para aprimorar o aprendizado de nossos alunos e leitores. Já falamos sobre como o sono pode contribuir para a memorização, dicas para ler mais e melhor, como criar um cantinho de estudos eficiente, entre outros assuntos interessantes para quem busca uma ajudinha para elevar o patamar na área educacional.

Em um mundo cada vez mais tecnológico e conectado, nada mais justo que aproveitar os inúmeros recursos disponíveis para aperfeiçoar a capacidade mental e desenvolver o raciocínio lógico. Que tal passar alguns minutos por dia exercitando o cérebro com seu smartphone? Confira as nossas dicas de aplicativos abaixo e esteja preparado para expandir sua mente de forma rápida e prática.

1. Lumosity

Disponível para: iOS e Android

Baixado por mais de 70 milhões de pessoas em todo o mundo, Lumosity é um app que visa desafiar a memória de seu usuário por meio de 25 jogos cognitivos que se adaptam conforme o seu desempenho pessoal. Criado por um time de cientistas, a ferramenta é utilizada por mais de 40 instituições acadêmicas em todo o mundo, auxiliando pesquisadores na investigação e compreensão de diversos fenômenos neuropsicológicos. Não é bacana?

2. Fit Brains Trainer

Disponível para: iOS, Android e Windows Phone

Com uma interface simples e intuitiva, o Fit Brains Trainer é um aplicativo que busca estimular a memória, a velocidade de raciocínio e a lógica por meio de 360 sessões de treinamentos. Classificado como o aplicativo número um em mais de 90 países, a ferramenta conta com a chancela de publicações renomadas como Wall Street Journal, Women’s Health e Discorver Magazine.

3. Qranio

Disponível para: iOS, Android e Windows Phone

Qranio é um app criado por uma startup brasileira que visa estimular o conhecimento de novos assuntos por meio da gamificação do aprendizado. A cada sessão, o usuário recebe perguntas sobre diversas áreas para testar seu conhecimento, recebendo Qi$ (a moeda virtual do jogo) para cada resposta correta. Ou seja: quanto mais acertar, mais receberá recompensas para trocar por prêmios virtuais.

4. Little Things Forever

Disponível para: iOs e Android

Um aplicativo que ajuda a desenvolver concentração, foco e atenção de forma simples e divertida. O objetivo do jogo é encontrar pequenos detalhes escondidos em cenários amplos – uma espécie de “Onde Está Wally?” com objetos diversos. A pontuação é calculada conforme a velocidade que o usuário finaliza as tarefas. Além disso, o app também auxilia a desenvolver raciocínio rápido.

5. Eidetic

Disponível para: iOs

A proposta do Eidetic é desenvolver uma habilidade neurológica muito específica: a memória. Para tal, ele utiliza a técnica de repetição espaçada, método que consiste em mostrar repetidamente um número, frase ou objeto em tempos específicos para otimizar a memorização do usuário. Ficou interessado no assunto? Leia mais aqui.

Como qualquer músculo, seu cérebro também precisa se exercitar para ficar em forma. Portanto, mantenha corpo e mente saudáveis, isso trará benefícios não só para os estudos e a vida profissional, mas também proporcionará mais qualidade de vida para seu futuro. Afinal, com maior capacidade de memorização e de raciocínio lógico você terá mais agilidade e desenvoltura de pensamento para encarar os desafios do dia a dia. Faça o teste, baixe os aplicativos da nossa lista e comente suas percepções logo abaixo. ;-)

Sono: um aliado para a memorização

Todo aluno já se questionou: como em pleno 2016 ainda não inventaram uma forma diferente de estudar? Alguns sonham com a chance de poder apenas deixar o livro embaixo do travesseiro para aprender por osmose enquanto dorme. Mas, a verdade é que esse desejo está mais para uma obra de ficção científica do que a realidade. Cientistas já afirmaram que é impossível aprender coisas novas durante o sono, mas isso não quer dizer que não existam formas de aproveitar essas horas para aprimorar seu aprendizado.

Não, infelizmente não será como nos desenhos animados de antigamente. Colocar um audiolivro de francês para tocar enquanto dorme dificilmente o fará uma pessoa bilíngue. Porém, ouvir sons específicos enquanto estuda e repeti-los durante a noite pode contribuir e muito para a memorização do conteúdo. Isso acontece porque o cérebro humano separa durante o sono as informações importantes (que serão transformadas em memórias de longo prazo) das triviais (as quais serão esquecidas e darão espaço para novas lembranças). Por isso, quando ouvimos um som de alguma recordação específica, nosso cérebro passa a considerá-la importante, aumentando a chance de memorizá-la de verdade.

Você deve estar se perguntando: como saber aproveitar essas informações para estudar melhor? A resposta ainda não é conhecida pelo grande público, mas já existem evidências suficientes para reconhecer os benefícios dos estímulos durante o repouso. Quer saber mais? Confira os resultados de algumas experiências sobre o vínculo entre a aprendizagem e o sono e descubra como tornar suas horas de soneca mais eficientes para seu conhecimento.

1. Que tal aprender uma língua nova?

balblabla

blabla2

Em um estudo recente, cientistas das Universidades de Zurique e Fribourg, fizeram com que um grupo de alemães aprendesse algumas palavras básicas de holandês. Em seguida, separaram a turma em duas e pediram que todos dormissem. A primeira leva de estudantes aprendia o conteúdo e dormia normalmente. Já, a segunda, recebia estímulos auditivos durante o sono. O resultado? Os alunos que ouviram as mesmas palavras aprendidas anteriormente se saíram muito melhor nas avaliações que os demais.

2. Seja tão bom quanto o Slash – ou quase

Quem nunca quis aprender a tocar algum instrumento na vida que atire a primeira pedra. Contudo, nem todo mundo consegue levar a ideia adiante devido ao grande comprometimento necessário. Mas, e se disséssemos que ouvir música enquanto dorme pode ajudá-lo a desenvolver suas habilidades musicais com maior facilidade? Em um outro estudo realizado pela Universidade de Northwestern (EUA), pesquisadores pediram que guitarristas amadores tocassem uma música desconhecida. Em seguida, fizeram os músicos dormir por uma hora. Assim que eles caíam no sono, os cientistas reproduziam a música aprendida até a hora de eles acordarem.

No fim do experimento, os guitarristas precisaram tocar a melodia mais uma vez – mas sem partitura. Da mesma forma que no estudo anterior, o grupo que recebeu os estímulos auditivos obteve resultados muito superiores aos que ficaram apenas dormindo.

3. Aprimore sua memória

Em 2011, os pesquisadores da Northwestern pediram que 60 voluntários utilizassem um programa de computador para esconder um objeto virtual em algum lugar específico da tela. Toda vez que a peça era colocada no lugar certo, o software reproduzia um som agradável para demonstrar o acerto. Depois de dormirem apenas uma hora e meia, os participantes precisaram utilizar o programa mais uma vez. A maior parte dos resultados foi igual ao da primeira etapa – alguns até piores, devido à sonolência.

No dia seguinte, os processos foram repetidos. Contudo, durante o período de repouso, os voluntários ouviram o mesmo som agradável de quando conseguiam encaixar o objeto no programa de computador. Resultado: quando voltaram a executar o teste, todos se saíram melhor.

4. Reforce lembranças especiais

Em estudo semelhante realizado pela mesma universidade, os participantes associavam ícones a palavras – recebendo como feeback um som específico quando a resposta estava correta. Por exemplo: ao colocar um ícone de um gato no lugar em que essa palavra estava escrita, ouvia-se um miado.

Depois de todo o processo, os voluntários foram divididos em dois grupos. Ambos adormeceram por duas horas, mas apenas um deles ouviu os sons emitidos pelas respostas certas. No fim da soneca os participantes preencheram um papel com os animais e objetos que faziam parte do teste. Consegue adivinhar o resultado? Quem recebeu os estímulos auditivos acertou muito mais que os outros.

Como visto acima, receber os estímulos corretos pode facilitar o processo de memorização dos conteúdos aprendidos em sala – inclusive enquanto dormimos. Contudo, nada irá substituir a boa e velha prática de sentar e estudar. Se você possui alguma dica para ajudar nos estudos, compartilhe nos comentários. Adoraríamos saber que tipo de estímulo funciona melhor para nossos leitores. ;-)

9 Easter eggs da Google que você precisa conhecer

Sabe o que são easter eggs (ou “ovos de páscoa” em português)? Calma! Você não voltou no tempo e acordou no domingo de páscoa. Hoje continua sendo o mês de maio e, muito provavelmente, todos seus doces já acabaram – infelizmente.

Os ovos que nós estamos falando hoje não têm nada a ver com chocolate, mas sim com segredos escondidos em programas, sites ou jogos eletrônicos. São pequenos códigos ocultos criados pelos programadores e desenvolvedores para desafiar a criatividade dos usuários, gerando uma verdadeira caça ao tesouro virtual. A Google, por exemplo, é uma grande adepta da brincadeira, porém para participar é necessário conhecer os comandos de ativação. Ou então ter a sorte de cair em um deles sem querer. Quer saber mais? Confira nossa lista, descubra alguns dos melhores easter eggs escondidos nos produtos da empresa e divirta-se!

Jogos… jogos em todos os lugares!

1. Google Pacman

Abra a busca do Google e pesquise “google pacman” (sem as aspas). Clique no doodle e aproveite. Agora é só testar suas habilidades em um dos jogos mais clássicos do mundo.

Obs: Cuidado com os fantasminhas! Quem avisa, amigo é. :-)

 2. Atari Breakout

Criado para homenagear um antigo jogo de arcade desenvolvido pela Atari em 76, esse easter egg funciona somente na aba “Imagens” do buscador. Abra a página, busque “atari breakout” e divirta-se!

3. Simulador de voo do Google Earth

Diferentemente dos acima, esse easter egg é um pouco mais complexo de acessar. Para entrar na brincadeira, baixe o Google Earth no seu computador e siga as instruções mostradas no vídeo abaixo. Assim você pode sobrevoar sua cidade natal ou aquele país que você quer conhecer faz tempo sem precisar sair de casa.

Será que o Google enlouqueceu?

4. Do a barrel roll

Fãs da Nintendo conhecem a expressão muito bem. Ela é uma referência ao game Star Fox 64, um clássico importante para a história da empresa. No jogo, o personagem principal é uma raposa que faz um movimento de 360º com sua nave espacial para fugir dos inimigos – ação repetida pelo Google quando você digita o nome da manobra no campo de busca.

5. A resposta para a vida

Você conhece o livro “O Guia do Mochileiro das Galáxias”? Os colaboradores da Google sim. Muitos deles são fãs da saga e, por isso, inseriram um easter egg para homenageá-la. Ao digitar, sem as aspas, “answer to life, the universe and everything” (em tradução livre: “resposta para a vida, o universo e tudo mais”), vai encontrar a mesma resposta encontrada no livro: o número 42.

6. A força da gravidade

Tudo o que existe na Terra está sujeito à gravidade, não é mesmo? Inclusive o Google. Abra a página do buscador, digite “google gravity” e clique em “Estou com sorte”. No início parece que está tudo igual, mas é só mexer o mouse que os elementos começam a cair.

E tem o YouTube também

7. Use a Força, Luke!

É um fã de Star Wars? Esse easter egg é para você. Digite na busca do Youtube a frase “Use the Force, Luke” e veja o resultado. Os elementos do site começarão a aumentar e diminuir de tamanho. Você pode controlá-los por meio do poder do seu mouse, da mesma forma como seria se estivesse utilizando a Força.

8. Doge meme

Se você tem Facebook, WhatsApp e utiliza a internet com frequência, é bem provável que conheça a febre dos memes. Entre os mais populares está o cachorro Doge, a fotografia de um cãozinho raça Shiba Inu acompanhado de textos coloridos em Comic Sans. Para homenagear o cachorrinho, o Youtube criou um easter egg que troca todas as fontes do portal pela famigerada Comics. Faça o teste: digite “doge meme” e veja o que acontece.

9. Webdriver Torso

Em 2014, a internet descobriu um canal do YouTube chamado Webdriver Torso, dono de mais de 80 mil vídeos com o mesmo conteúdo: duas formas geométricas com as cores azul e vermelha. Na época, os internautas criaram diversas teorias da conspiração para explicar o mistério – mensagens criptografadas por espiões franceses, códigos utilizados por extraterrestres que estariam vivendo na Terra e até um enigma desenvolvido pelo FBI para captar novos talentos para a organização. Porém, na realidade, os vídeos eram da própria Google, que utilizava o canal para fazer testes de conexão e upload. Para  continuar a brincadeira, a empresa criou um easter egg. Quer conferir? Abra o YouTube e digite a frase. A busca ficará toda nas cores do canal.

E você? Conhecia todos os segredos da nossa lista? Sabe de algum easter egg interessante que não esteja nela? Comente abaixo.

Conheça também a nossa graduação em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Quem sabe você também poderá criar seus próprios easter eggs no futuro. Acesse o link e inscreva-se!

As 9 linguagens de programação mais utilizadas pelo mercado

Steve Jobs, certa vez, afirmou: “Todo mundo deveria aprender a programar um computador… porque isso ensina a pensar”. Polêmicas à parte, é preciso aceitar que o (ainda mais polêmico) fundador da Apple tinha a sua razão.

O fato é que a programação influenciou a formação do mundo como conhecemos hoje e, para o futuro, as coisas parecem continuar a seguir este caminho. Se agora já parece que tudo o que fazemos tem algum tipo de código envolvido, daqui a 5 ou 10 anos essa sensação deve se tornar cada vez mais evidente.

Por isso, se você tem interesse em aprender uma linguagem de programação, mas não sabe muito bem por qual delas deveria optar, não se preocupe. Para facilitar o seu processo de decisão, criamos uma lista com as principais características das linguagens mais importantes para o mercado atual. Confira!

Criada na década de 90 pela Sun Macrosystems, empresa que foi adquirida pela Oracle Corporation em 2009, Java é uma das linguagens de programação mais usadas no mundo. Seu uso é bastante abrangente, desenvolvendo desde softwares empresariais e sistemas web até aplicativos para tablets e smartphones da plataforma Android

Você sabia que quase todos os sites possuem algum código em Javascript? Para entender o porquê, imagine uma casa. O tijolo e o cimento dão a estrutura, a tinta deixa o aspecto visual mais agradável e a energia elétrica faz as coisas funcionarem lá dentro. Nas páginas da web acontece a mesma coisa: enquanto o HTML as estruturam e o CSS as deixam mais “bonitas”, mas é o Javascript que faz tudo funcionar. Seu objetivo é executar scripts do lado do cliente, sem ter a necessidade de passar pela interpretação do servidor.

Outra linguagem bastante popular. É utilizada principalmente para desenvolver sites dinâmicos e softwares, especialmente na parte back-end. É também a base para a construção de páginas como Facebook e WordPress – então, se você planeja se tornar um programador web, essa é uma das linguagens a dominar.

Uma linguagem rápida e poderosa criada na década de 70, cuja aplicação se dá principalmente na formação de softwares para sistemas embarcados. Diferentemente de outras linguagens mais antigas, o C continua bastante ativo no mercado – especialmente no desenvolvimento de sistemas operacionais, aplicativos e games.

Por funcionar como base para outras linguagens, a sua aprendizagem é bastante recomendada para programadores iniciantes – fica a dica! :-)

Inicialmente projetada para complementar a linguagem acima, C++ ganhou adeptos o suficiente para se emancipar, tornando-se uma das melhores linguagens de programação para desenvolvimento de softwares para desktop e jogos que exigem bastante do hardware.

Em dezembro de 2014 foi lançada uma nova versão, chamada informalmente de C++14.

É uma linguagem desenvolvida pela Microsoft que combina características de C e C++. Sua aplicação vai desde serviços e plataformas web a dispositivos móveis que utilizam a plataforma Windows Phone. Portanto, se você pretende desenvolver alguma coisa para Windows 7, 8, 10, etc. vale a pena aprender C#!

Essa é a linguagem principal para a plataforma da Apple, como iOS e OS X. Possui uma programação flexiva orientada a objeto que usa transmissão de mensagens no estilo Smaltalk e C. Com essa linguagem, é possível desenvolver aplicativos para iPhone, o que tem gerado uma grande demanda por profissionais especializados.

Linguagem dinâmica utilizada em sites e aplicativos para sistemas móveis. Foi projetada para ser simples e fácil de programar, portanto é considerada bastante amigável para iniciantes. Desenvolvida no Japão em 1995, sua popularidade aumentou bastante por meio do framework Ruby on Rails, elevando-a para a 11ª posição na lista de linguagens de programação mais populares do mundo, segundo o Índice Tiobe.

Outra linguagem excelente para quem está aprendendo a programar. Utilizada para desenvolver sites e aplicativos para celulares e tablets, é uma linguagem rápida e versátil que promove a integração de sistemas de forma eficaz. Google, Youtube, Pinterest e Netflix são apenas algumas das empresas que utilizam Phyton para desenvolver tarefas críticas do seu dia a dia – nada mal, não é?

Sabemos que a variedade de linguagens pode gerar confusão. Mas, antes de sair desesperado atrás de mais informações, saiba que aprender uma linguagem não é a coisa mais importante para quem está começando. Antes de qualquer coisa, você precisa compreender a lógica por trás da programação, só assim você estará apto a dominar qualquer das opções acima sem grandes dificuldades. Quer uma mãozinha? Conheça os cursos da área de Informação e Comunicação do Senac e adquira o conhecimento necessário para se tornar um programador profissional. No nosso portal você pode fazer uma busca específica por essa área, indicando a cidade em que deseja estudar. :-)

Senhas seguras

A quantidade de senhas que gerenciamos aumenta diariamente. Isso acontece graças ao crescente número de serviços digitais utilizados em computadores ou dispositivos móveis. Por isso, quando acontece uma falha na segurança com o comprometimento da senha é importante tratar o assunto com seriedade.

O primeiro passo é fugir do comum. Uma recente lista divulgada pela Splash Data, empresa internacional focada em soluções de segurança, identificou 25 das senhas mais usadas em 2014. Evite usar as populares 123456, password, qwerty ou palavras específicas como dragon ou football. As referências familiares como aniversário, nome dos filhos ou outras que possam ser facilmente adivinhadas com um pouco de conhecimento a seu respeito também precisam ser desconsideradas. Lembre-se de nunca utilizar uma mesma senha para serviços diferentes, afinal basta um deles ser comprometido para abrir uma grande brecha.

Sempre leia atentamente os termos de uso do serviço, pois quando alguém consegue roubar os dados e utiliza sua conta de maneira indevida, ameaçando a terceiros por exemplo, o proprietário da conta pode ser penalizado em multas ou mesmo detenção. Os cuidados devem ser dobrados quando o serviço estiver associado a dados monetários. Deste modo, fica evidente a necessidade de fazer a sua parte, garantindo a segurança das suas informações através de senhas fortes.

Não comprometa as facilidades do meio digital por ter senhas fracas. Ao cadastrar uma nova senha opte por mais de seis caracteres e varie entre letras maiúsculas e minúsculas, números, símbolos especiais e até mesmo espaços em branco.

Utilizando essas dicas do Senac/SC e, alternando com frequência sua senha, conseguirá preservar a integridade das suas informações.

Por que cursar Gestão em Tecnologia da Informação?

O Brasil é o 12º mercado de software no mundo e tem um crescimento anual de 11%.
Só em Santa Catarina, mais de 3 mil empresas de tecnologia empregam diariamente cerca de 25 mil pessoas, produzindo R$ 1,5 bilhões em bens e serviços, com mais de 80% exportado para outras regiões do país e para o exterior.

Essa é só mais uma comprovação de que o setor tecnológico está se expandindo cada vez mais. Se você gosta do assunto e quer trabalhar na área, chegou a hora de investir na sua carreira e se capacitar.

A graduação em Gestão da Tecnologia da Informação, por exemplo, é ideal para aqueles que desejam se destacar.
Quem opta pelo curso aprende a planejar e a gerenciar projetos de infraestrutura nas empresas; descobre como prestar consultoria na análise de soluções de TI e como administrar as equipes dos projetos. Tudo isso a partir de conhecimentos específicos e consistentes da própria área de atuação – hardware, software, banco de dados e equipamentos.

O tecnólogo é capacitado para diagnosticar disfunções do sistema, solucionar problemas de rede e, até mesmo, escolher os projetos de informática que podem ser adotados na empresa em que trabalha. É ele quem determina as estratégias de como a informática pode ser usada para garantir um bom desempenho em cada setor de uma companhia.

E então, se interessou e acha que Gestão da Tecnologia da Informação tem tudo a ver com o seu perfil? Não perca tempo, ainda mais agora, que você sabe que o mercado brasileiro é favorável. O Senac está com as inscrições abertas para o processo seletivo. Para mais informações acesse: http://senac.sc/06z5F7

O universo onde tudo é possível

Androides corredores, saga de pinguins, um planeta onde tudo é redondo, corridas de carro em circuitos surreais e outras situações inimagináveis no mundo real criam vida nas mãos dos nossos técnicos em programação de jogos digitais. A turma, primeira do estado de Santa Catarina a se formar nesse curso, possui onze alunos e apresentou uma série de games como projeto final para uma banca avaliadora.

Game Square World, desenvolvido pelos alunos Jefferson Suzuki e Kamila Lucas

Penguins Games, uma série de jogos com a temática de pinguins, desenvolvida pelos alunos Gabriel Conti e Geovani Andrades

Foram desenvolvidos e apresentados mais de 10 opções de novos jogos, que seguiram exigências, como serem multiplayers, utilizarem diferentes plataformas de desenvolvimento, incluindo plataformas mobile, e possuírem todo o desenvolvimento baseado no GDD (Game Design Document), que é o documento norteador de todo o planejamento de um jogo.

A banca avaliadora teve a oportunidade de testar a funcionalidade dos games (e claro, se divertir também)

A criatividade aliada a técnica foi um grande diferencial apontado por um dos orientadores do curso, Daniel Priori. Segundo ele, a indústria de jogos está aquecida e o intuito é que o Brasil passe de consumidor para provedor de jogos que podem se destacar no mercado internacional pela originalidade.

Orientador Daniel Priori

Alunos criadores da “Ninja Crow Studios”. Da esquerda para direita: Bruno Vasconcelos, Marcelo Ferreira, Lucas Teixeira e Lucas Lazarin

Os alunos Lucas Lazarin, 20, e Bruno Vasconcelos, 22, que juntamente com outros dois colegas já planejam a abertura da própria startup, percebem que o mercado de jogos necessita de novas propostas. Com o conhecimento proporcionado pelo curso, mais o incentivo em empreender, se sentiram estimulados a unir forças e investir no desenvolvimento e amadurecimento do projeto desenvolvido em sala de aula. Todos os jogos desenvolvidos pela turma seguiram o principal propósito do curso, o desenvolvimento de jogos digitais baseados nas mais diversas tecnologias, seguindo tendências e pensando no lado comercial.

Turma completa do curso Técnico em Programação de Jogos Digitais e os orientadores do curso

Desafio da felicidade: conheça o projeto 100 Happy Days

Você conseguiria ficar feliz durante 100 dias seguidos? – Esta é a principal pergunta do projeto 100 Happy Days, ou 100 Dias Felizes, na tradução livre. O desafio, que já virou febre no mundo online, provoca aqueles que sempre dizem não ter tempo para fazer o que gosta e estimula a criatividade e bons sentimentos.

Segundo estatísticas disponibilizadas no próprio site do projeto, 71% das pessoas que aceitaram participar do movimento, não conseguiram completá-lo e citaram a falta de tempo como principal motivo. Já aqueles que conseguiram se apaixonaram durante o desafio, melhoraram o humor, receberam mais elogios e ficaram mais otimistas.

Para participar é simples: basta preencher um formulário no próprio projeto do 100 Happy Days e fotografar durante 100 dias aqueles momentos que o fazem feliz. Pode ser um pedaço daquela torta que você tanto gosta, da turma de colegas no Senac, do filme preferido, do livro que o professor passou como referência e você gostou… Ideias não faltam!

Você pode compartilhar seus dias felizes nas redes sociais. Não se esqueça de usar a hashtag #100happydays e de nos contar a sua experiência! Acesse: www.100happydays.com/pt e prove para você mesmo que há tempo para a felicidade.

Profissões do futuro: conheça as carreiras mais promissoras

Você já pensou em como será o mercado de trabalho nos próximos 10 anos? A pergunta pode parecer difícil de ser respondida, mas segundo especialistas algumas profissões e carreiras serão destaque, pois estão diretamente ligadas a tendências sociais e econômicas projetadas por estudiosos. De acordo com a economista da FEA-UPS, Renata Spers, que coordenou a pesquisa “Carreiras do Futuro”, realizada por meio do Programa de Estudos do Futuro, da Fundação Instituto de Administração (FIA), sustentabilidade, inovação, preocupação com a qualidade de vida e o aumento na expectativa de vida da população são as principais macrotendências identificadas.

Veja a lista divulgada na Exame.com, que consultou 6 especialistas em recrutamento para dar um panorama sobre o mercado profissional da próxima década. Conheça também os cursos técnicos, de graduação e pós graduação relacionados à estas carreiras que são oferecidos pelo Senac.

  • Profissão:  Gestor de Ecorrelações
  • O que faz: Sustentabilidade é a palavra de ordem para o profissional de ecorrelações, boa oportunidade de trabalho para quem reúne conhecimento técnico ambiental, de legislação do tema e também é bom em comunicação.
  • No Senac: Técnico em Meio Ambiente – duração de 18 meses (em média)
  • Média salarial*: R$ 1.885,48

  • Profissão: Gestor da Qualidade de Vida
  • O que faz: Este profissional tem a função de mapear riscos de problemas de saúde que colaboradores possam desenvolver ao longo dos anos e desenvolver e melhorar as condições do ambiente de trabalho, promovendo a busca pelo equilíbrio entre a vida pessoal e profissional. A formação acadêmica pode ser abrangente. O diferencial na hora de garantir uma oportunidade como Gestor de Qualidade de Vida pode ser a experiência prévia no setor de recursos humanos.
  • No Senac: Técnico em Segurança do Trabalho e Técnico em Recursos Humanos
  • Média salarial*: Técnico em Segurança do Trabalho: R$ 2.576,34 – Profissional de RH: R$ 3.617,57

  • Profissão: Coordenador de Desenvolvimento da Força de Trabalho
  • O que faz: As organizações já percebem a importância de seus colaboradores se aprimorarem e percebem que a educação continuada é o caminho, por isso a educação continuada é o foco deste profissional do futuro. É alguém que indica cursos, faz o aconselhamento na formação dos funcionários, tanto na parte formal quanto na parte complementar, sugerindo leituras e viagens também. É uma boa oportunidade para formados em psicologia e que tenham especialização em administração com ênfase em gestão de pessoas.
  • No Senac: Técnico em Recursos Humanos, Pós em Gestão de Pessoas
  • Média salarial*: Profissional de RH: R$ 3.617,57

  • Profissão: Gestor de Treinamento no Varejo
  • O que faz: A questão do treinamento de funcionários é uma das grandes tendências das redes de varejo. O objetivo é padronizar o atendimento para que o consumidor entenda que a loja é a mesma onde ele estiver e que, portanto, vai encontrar o mesmo padrão de produto também.
  • No Senac: Técnico em vendas, Técnico em Marketing, Palestras e Workshops Senac Varejo
  • Média salarial*: Vendas: R$ 1.862,40

  • Profissão: Gestor de operações logísticas
  • O que faz: Investimentos em rodovias, portos, aeroportos puxam a demanda por profissionais da área de logística. A tendência é que a área de operações e logística ganhe destaque e abram-se novas oportunidades no ramo.
  • No Senac: Graduação em Logística, Técnico em Logística, Pós em Logística: gestão, tecnologias e processos.
  • Média salarial*: R$ 3.791,74

  • Profissão: Gestor de Marketing para E-commerce
  • O que faz: Dificuldades de deslocamento em grandes cidades e o investimento em segurança nas transações comerciais pela internet turbinam o mercado de e-commerce. Com isso, surgem boas oportunidades na área de marketing deste setor. Profissionais que contribuam para que a empresa garanta um melhor posicionamento no segmento de comércio eletrônico tendem a ser mais valorizados.
  • No Senac: Técnico em Marketing
  • Média salarial*: R$ 3.525,66

  • Profissão: Gestor de Comunidade
  • O que faz: Fazer a comunicação com consumidores em redes sociais, fóruns e blogs, verificar o posicionamento da marca, monitorar a concorrência, além de identificar as oportunidades de negócio, são funções do gestor de comunidade. Ele verifica também tendências de consumo que surgem na rede e evita que críticas tomem proporções maiores. O cargo já existe mas deve ganhar destaque nos próximos anos, segundo projeção do especialista.
  • No Senac: Pós em Mídias Digitais
  • Média salarial*: Diretor: 9.107,64, Gerente: 7.319,15, Profissionais: 3.505,27, Especialista: 3.714,18

  • Profissão: Especialista em cloud computing
  • O que faz: A armazenagem de dados em nuvem é uma das áreas apontadas pelos especialistas que também devem trazer boas oportunidades para os profissionais de tecnologia da informação nos próximos anos.
  • No Senac: Técnico em Redes, Graduação em TI, Pós em Segurança da Informação
  • Média salarial*: R$ 5.153,38

*Média salarial de acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego.

Treine o seu cérebro para o sucesso

Você sabia que é possível treinar a mente para aprender mais? Assim como os músculos do corpo humano, o cérebro também pode ser exercitado. Planejar seu dia, manter a mente focada e ser realista são apenas alguns dos treinos. Entenda alguns deles.

1. Planeje o seu dia

A melhor maneira de treinar o seu cérebro para todas as atividades que ele deve cumprir é planejar os seus dias com antecedência. Assim, você pode acordar despreocupado porque os seus compromissos estarão todos agendados e o seu dia de trabalho só vai começar quando você chegar à empresa.

2. Mantenha a mente focada

A falta de foco é um hábito. Você precisa manter a sua mente focada em coisas importantes. Para facilitar, você pode estabelecer metas e prioridades. Esta prática é muito poderosa e você pode desenvolvê-la ao longo do seu dia.

3. Seja realista

Para atingir o sucesso, você precisa desejar coisas plausíveis. Se as suas metas são impossíveis de alcançar, você provavelmente não vai conseguir atingir seus objetivos.

4. Experimente coisas novas

Procurar desafios é uma ótima oportunidade para aprender com as mudanças. Nem tudo na vida é estável, e esses tipos de situações são ótimos treinamentos para o cérebro.

5. Mantenha o controle de sua saúde física e mental.

Se você conhece a si mesmo completamente, você estará ciente de quão longe você pode ir fisicamente, mentalmente e emocionalmente.

6. Crie o hábito de fazer perguntas.

Quanto mais coisas você souber, mais poder você terá. Conhecer novas culturas e questionar decisões e processos ajuda na compreensão e melhora a assimilação e a aprendizagem.

7. Divirta-se

Os momentos de relaxamento são fundamentais para que as energias se renovem e nosso cérebro tenha também uma folga. Contemplar piasagens, assistir a peças e filmes e sair com os amigos são ótimas opções.

Agora que você já sabe como exercitar sua mente, exercite-a. Selecionamos alguns desafios para te ajudar nesta preparação.

Vem aí, Senac em Palhoça!

A cidade com a maior taxa de crescimento populacional do estado, Palhoça, está prestes a receber mais uma unidade do Senac. O município cresceu 3,4%, seguido de Florianópolis (2,3%) e São José (2,10%). Alguns fatores que podem explicar estes valores são os incentivos governamentais, as condições de vida mais acessíveis, fomento à industria, comércio, entre outros.

Com uma população de mais de 140 mil habitantes, Palhoça está entre as 30 cidades do Estado com maior renda familiar (R$2.699,19). O aumento no número de empresas na cidade entre 2008 e 2011 também é significativo. Em 2008 eram 5.182 empresas, enquanto em 2011 esse número chegou a 6.722. Quando o referencial são os empregos criados, os dados também impressionam. Em 2008 foram criados mais de 22 mil empregos e em 2011 este número chegou a quase 60 mil.

Os setores de comércio e serviços são os que lideram o ranking dos que mais geram empregos na cidade. Ao todo, Palhoça possui 2.973 empresas voltadas para o comércio, responsável por 44% dos postos de trabalho e, 2.237 voltadas para o setor de serviços, oferecendo 33% das vagas de emprego. Por isso e com o objetivo de continuar promovendo a educação e disseminando o conhecimento com excelência, para o desenvolvimento das pessoas, organizações e sociedade, alinhada com as necessidades dos setores que atua, o Senac vai instalar uma Unidade em Palhoça. Com uma estrutura de 4.436,76m² de área construída, a Unidade vai contar com 53 espaços pedagógicos, entre salas de aula, laboratórios e ambientes administrativos.

Em 2012, o Senac recebeu 870 alunos, que informaram Palhoça como sua cidade de residência. Destes, 469 se qualificaram de forma gratuita, sendo 88 pelo  Pronatec e 381 pelo Programa Senac Gratuidade. Com a instalação da nova Unidade, o objetivo é que esses números aumentem.