A revolução online e o surgimento dos bancos digitais

0807

O celular revolucionou muito além das formas de comunicação, já que os smartphones trouxeram inúmeras facilidades com a internet móvel. No âmbito financeiro, os bancos surgiram com diversas facilidades no ambiente online. Hoje conseguimos transferir dinheiro, pagar contas, fazer empréstimos, tudo por meio de aplicativos que mudaram a relação dos clientes com os bancos. 

Além disso, surgiram novos empreendimentos que estão tomando conta desse mercado financeiro: os bancos digitais. Um dos maiores diferenciais é que os bancos digitais não cobram nenhuma taxa de manutenção das suas contas, a maioria não possui nem taxa de transferência, ou aqueles que cobram é um valor bem reduzido.

A agilidade, o conforto, a disponibilidade, a facilidade e a interatividade são algumas das qualidades que mais atraem os clientes, principalmente o público jovem. De acordo com a agência Cantarino Brasileiro, 59% dos usuários dos bancos digitais possuem até 29 anos. Com essas novas propostas e tecnologias, os bancos digitais estão tomando conta do mercado financeiro digital e conquistando cada vez mais clientes. Entenda um pouco mais por que eles estão fazendo tanto sucesso:

1) 100% digital

Um dos diferenciais dos bancos digitais é que eles não possuem agências físicas, todo o relacionamento é online. Ou seja, esqueça as filas imensas e a burocracia para realização de serviços. Isso afeta diretamente em alguns pontos, como tarifas menores em relação ao mercado, taxas de juros pequenas, cartões de crédito sem anuidade e outras vantagens.

2) Marketing digital

Além dos atrativos monetários, os bancos digitais apostaram no marketing digital. Seu ambiente é o digital, a internet, então nada mais justo do que investir nela para conquistar novos clientes. Algumas empresas emplacaram também um design diferenciado em sua marca e seus produtos, chamando a atenção do público-alvo pelas cores ousadas e formatos ainda não utilizados em outros cartões. 

3) Atendimento personalizado

Como muitos desses bancos funcionam por aplicativos, tornou-se fácil coletar dados, analisar e determinar padrões de comportamento sobre os clientes. Sendo assim, os bancos conseguem oferecer um atendimento diferenciado. Isso facilita a tomada de decisão dos bancos digitais, que conseguem maiores taxas de adesão e redução nos custos pelo investimento em propostas que trazem um retorno efetivo. 

4) Inovação

Além dessas estratégias, os bancos digitais investem cada vez mais em inovação com inteligência artificial, analytics, machine learning, big data e chatbots. Um grande exemplo a ser citado é a NuBank, a empresa foi criada em 2013 e hoje é considerada a 3ª empresa mais inovadora da América Latina. A cultura de negócios deles valoriza muito a autonomia de seus funcionários. Eles não possuem um setor de inovação, a empresa inteira tem carta branca para inovar e isso é incentivado em todos os membros da corporação. Além disso, a Nubank se posiciona muito no mercado e possui uma relação muito próxima aos seus clientes, sendo o atendimento um dos grandes diferenciais apontados pelos usuários. 

Uma pesquisa realizada pela consultoria Deloitte mensurou que até 2020 as instituições financeiras no mundo devem investir 10 bilhões de dólares em inovação. No mercado brasileiro alguns dos bancos digitais mais conhecidos atualmente são:  NuBank, Banco Inter, Banco Original, Agibank, Next e Neon. 

Se você gosta dessa cultura inovadora e quer entender melhor o assunto, conheça a Missão Técnica Vale do Silício, uma viagem que leva você ao polo mundial da inovação e da tecnologia. Saiba mais sobre esta Missão do Senac SC em: http://senac.sc/e8wJBs

Leia também: