Por que é importante pensar e planejar financeiramente o seu futuro?

2009

Como você se imagina no futuro? Com patrimônios próprios como casa e carro? Vivendo uma vida mais tranquila e confortável aliada ao lazer? Ou ainda, viajando mundo afora? Independente dos seus objetivos, isso só será realidade se você planejar financeiramente o seu futuro. Mas, como podemos nos planejar?

Dicas para planejar o seu futuro financeiro

  • Defina metas: o primeiro passo é pensar no que você gostaria de alcançar, definir os objetivos a serem alcançadas. Seja realista, projetar algo inalcançável só trará insatisfação. Pensar em curto, médio e longo prazo pode ajudar a quantificar como e por onde você deve começar a poupar.
  • Organizando as finanças: após definir as metas, calcule quanto da sua renda é possível guardar para atingir seus propósitos. Existe uma regra criada pela ex-professora de Harvard, Elizabeth Warren, que é conhecida como 50-20-30. O método consiste em dividir seu capital de acordo com seus investimentos e gastos fixos, variáveis, extras e adicionais. Os fixos são aquelas despesas mensais que possuem valor definido, como condomínio e aluguel. Os variáveis também ocorrem mensalmente, mas seus valores oscilam, tais como contas de luz e água. Os extras são aqueles que surgem inesperadamente, como consultas médicas e exames. Os adicionais são supérfluos, como cinema, viagens, roupas, entre outras. Com a organização das despesas, fica mais fácil definir um valor mensal a ser investido ou poupado para alcançar seus objetivos.
  • Faça uma planilha de gastos: a dica pode ser clássica, mas é preciso anotar todos os seus gastos para não chegar no final do mês e não ter ideia de onde foi parar seu dinheiro. Inclusive, com as pequenas despesas do dia a dia: aquele cafezinho pela manhã antes do trabalho, a parada na padaria antes de ir para casa… Esses pequenos gastos comprometem um montante razoável da sua renda, mas que, ao final do mês,  faz toda diferença.
  • Cuidado com as compras por impulso: sabe aquela vontade de comprar um livro, um sapato, uma roupa? Às vezes é difícil controlar esses pensamentos, mas reflita sobre a real necessidade e utilidade do item a ser comprado, isso ajuda a mensurar quando a compra é realmente indispensável.

Cuidando do rendimento do seu dinheiro

Depois de todas essas dicas você precisa escolher a melhor forma de guardar o seu dinheiro. Seja na poupança ou investindo, no início, o importante é poupar para  alcançar seus objetivos. E, para isso, existem opções adequadas ao seu estilo de vida, disponibilidade e vontade. A poupança, por exemplo, oferece uma segurança de que todo dinheiro aplicado lá estará a sua disposição, mas a rentabilidade e retorno são baixos.

Mas existem outras alternativas mais lucrativas, como os investimentos, onde você pode aplicar seu dinheiro em ações mais rentáveis e, mas, fique atento, pois existem diversos tipos de investimentos e com diferentes graus de risco e rentabilidade. Procure o perfil que se encaixa melhor com o seu e faça seu dinheiro render para investir no seu futuro.

Aproveite e invista em conhecimento também! Saiba mais sobre os cursos do Senac SC nessa área: http://senac.sc/lx6rq7

 

Leia também: