Pedicure x Podologia: Entenda as diferenças entre as áreas

pedicure

A área de cuidado com os pés está em crescimento acelerado. E com isso faz surgir uma dúvida importante: as diferenças de atuação entre um profissional da podologia e um pedicure. Ambos os profissionais são importantes para a saúde dos nossos pés, porém com funções diferentes.

Apesar de ambas as áreas cuidarem do mesmo membro do corpo, o foco é completamente distinto. Enquanto uma cuida de questões estéticas e de beleza, a outra cuida da saúde dos nossos pés e unhas.Ou seja, se você costuma ir ao pedicure semanalmente para fazer as unhas lembre que um podólogo também deve ser consultado com regularidade para garantir a saúde dos seus pés.

O que faz um profissional da podologia?

Resumidamente, o podólogo é o responsável por garantir a saúde dos seus pés. Você já deve ter percebido que cada pessoa possui um formato de unha e um tipo de pisada, não é mesmo? Isso influencia em problemas individuais que só um profissional da podologia pode solucionar, por exemplo: unhas encravadas, calosidades, micoses e até orientação para comprar palmilhas e sapatos.

Diferente de pedicures, os podólogos possuem uma formação técnica específica, assim como qualquer outro profissional da saúde. Dessa forma, ele é capacitado para reconhecer e propor o tratamento adequado para as diversas doenças dos pés. Nessa rotina caótica em que vivemos é comum sentirmos dores nos pés ou termos calos e bolhas pelo uso constante de sapatos desconfortáveis. Problemas relacionados a unhas encravadas, infecções nas unhas e dores constantes nos pés também são alguns dos motivos pelos quais você deveria consultar um podólogo. Mas não é só diante de problemas que eles devem ser procurados, assim como consultas médicas de rotina, os podólogos devem aparecer com regularidade na sua agenda, ok?

E um pedicure?

Entendendo a função de um podólogo, a diferença entre os dois profissionais já fica bastante clara. O pedicure é aquele que você costuma marcar antes de um evento especial, ou até mesmo semanalmente, para cuidar da estética das suas unhas. Seja para retirar as cutículas, renovar a cor do esmalte ou até mesmo para a limpeza, todos os cuidados básicos acabam passando inicialmente por ele.

Apesar de ter um contato mais próximo, não é recomendado que ele seja o responsável por tratar qualquer situação mais complexa como as citadas acima.

Foi possível ver a diferença? Por mais que ambos possuem a sua importância no mercado da saúde e estética, cada um tem a sua própria função específica! Se você tem interesse em se tornar um profissional nessa área, o Senac SC oferece cursos livres e técnicos para manicure, pedicure e especializações mais avançadas nessa área. Confira as unidades em que esse cursos são oferecidos no site:  http://senac.sc/v495E3

Leia também: