O que é Small Data e por que todo mundo está falando sobre isso?

0611-topo-de-blog

O Big Data tem sido muito importante para as empresas, afinal, selecionar dados é essencial para compreender o mercado e enxergar oportunidades que podem beneficiar o seu negócio. A Netflix foi um exemplo disso ao conseguir classificar seus clientes de acordo com suas preferências. O Walmart, com seus leitores ópticos capazes de criar um banco de dados com a frequência de compra dos consumidores, também. Mas agora surge o Small Data. Você sabe o que é?

Ao contrário do Big Data, o Small Data faz uma análise qualitativa (e não quantitativa). Ao trabalhar com uma pequena quantidade de dados – que podem ser obtidos no CRM de uma empresa – o objetivo é conectar pessoas a oportunidades e auxiliar na tomada de decisões. O histórico de compras de determinados clientes, por exemplo, já é suficiente para servir de base para um plano estratégico.

São os aspectos relacionados a percepções, experiências e opiniões do cliente que mais interessam ferramentas de Small Data. E a melhor forma de obter tais dados é por meio de canais específicos, pesquisas e até mesmo redes sociais. Dessa maneira, você reúne informações e tem a possibilidade de melhorar os processos de relacionamento com o seu público e entregar aquilo que ele quer.

Já deu para perceber que, atualmente, as decisões mais importantes de uma empresa não são mais somente decididas por meio de sistemas automatizados de processamento, não é? Nos últimos anos, ganhou força o aspecto humano. Prova disso é o case da companhia aérea Azul. Ela usou o Small Data, aliado às redes sociais, para engajar e fidelizar clientes. E deu certo!

No entanto, de acordo com especialistas, a conclusão que deve ser tirada é que tanto Big Data quanto Small Data são ferramentas que, com suas devidas particularidades, podem ajudar muito o seu negócio! E, se usadas como soluções complementares, vão facilitar decisões e melhorar o seu relacionamento com o público. Veja as principais diferenças entre elas:

Diferenças entre Big Data e Small Data

  • Dados estruturados

Em Big Data, os dados não são estruturados. Ou seja, há a necessidade de um trabalho de agregação e interpretação mais detalhado. Já em Small Data, as informações obtidas estão prontas para análise.

  • Onde estão as informações?

O Big Data obtém dados a partir de nuvem, SQL Server, PC, banco de dados e outras fontes do gênero. Por outro lado, em Small Data, as informações são apreendidas apenas em PCs.

  • Natureza dos dados

Os dados de Big Data são processados eletronicamente por meio de muitos estudos matemáticos e estatísticos. Já o Small Data tem um caráter mais humano, ou seja, pode ser compreendido por qualquer profissional dentro de uma empresa.

  • Complexidade das informações

Big Data usa dados na casa dos petabytes (ou seja, bastante grandes e complexos). Enquanto isso, ferramentas de Small Data buscam agrupar pequenas – e simples – quantidades de dados. Essas informações, como já dito acima, podem se mostrar extremamente úteis na hora de definir uma estratégia para a sua empresa.

Entendeu as principais diferenças entre as duas estratégias? Se bem trabalhadas, tanto uma quanto outra podem alavancar o seu negócio!

E se você já usou o Small Data, conte suas impressões para a gente! :)

Se você é empreendedor ou tem planos de ser, o Senac SC possui diversos cursos na área de gestão e negócios. Sejam cursos de curta duração, técnicos, graduações ou pós-graduação, um deles com certeza se adapta aos seus objetivos! Confira nossas opções e garanta a sua vaga!

Leia também: