Sem categoria

Plástico: como evitar o uso e como reciclar?

 

O plástico está em praticamente tudo o que consumimos no dia a dia. Dos produtos de limpeza aos de saúde, passando pela comida e pelo vestuário, praticamente tudo contém uma embalagem plástica. Com isso, o acúmulo desse material no meio ambiente é cada vez maior, já que com o tempo (cerca de 450 anos) o plástico apenas se quebra em micropartículas, invisíveis a olho nu, que penetram no solo e poluem a água. Se considerar as toneladas diárias de plásticos descartadas, a necessidade de reduzir seu uso e achar novas formas de reutilizá-lo ficam ainda mais evidentes. As alternativas para quem deseja consumir menos plástico estão se tornando cada vez mais práticas e acessíveis, assim como ideias para empreender com foco na reutilização desse material estão se tornando mais populares.  

5 dicas para evitar o uso do plástico

  1. Escolha o material menos poluente. Ao invés de consumir produtos embalados em plástico, priorize aqueles que ofereçam materiais facilmente recicláveis, como o alumínio ou papel.
  2. Recuse as sacolinhas de plástico! Substitua as sacolas plásticas por bolsas retornáveis.
  3. Programe suas compras a granel. Dê preferência para produtos sem embalagens, vendidos a granel, e leve seus potes e saquinhos para não precisar das embalagens plásticas descartáveis.
  4. Evite os fast-foods! Os lanches rápidos costumam ser sempre acompanhados por muitas embalagens descartáveis. Experimente substituir esse hábito por uma receita caseira. Além do cuidado com o meio ambiente, essa ideia pode trazer mais benefícios para o seu próprio corpo.
  5. Dê preferência aos retornáveis. Ao comprar refrigerantes e cervejas, por exemplo, dê preferência para as embalagens de vidro retornáveis. Esse hábito pode render também bons descontos nas suas compras.

Entenda como funciona a reciclagem do plástico

Para que os materiais possam ser reciclados, o próprio consumidor deve ter como hábito a separação correta do seu lixo. E, além disso, deve ter em mente que é necessário higienizar os materiais antes de descartá-los. Isso evita a proliferação de fungos e bactérias, que podem impossibilitar a reciclagem do material.

No caso do plástico, ao ser recolhido pela coleta seletiva ou cooperativas, ele é enviado para os centros de triagem e diferenciado por tipo de resina, onde é identificado o processo ideal de cada grupo. A garrafa PET, utilizada nas embalagens de bebidas, por exemplo, possui um tipo de material diferente das sacolas plásticas, que são compostas por plástico PEAD.

Após a separação dos diferentes tipos de resina, cada grupo de material é moído, lavado e seco. Com isso, ele estará pronto para passar pelo aglutinador, onde ocorre o aquecimento e resfriamento necessário para o conteúdo ser fundido e transformado em tiras. Por fim, ele é encaminhado para a indústria que irá colocá-lo novamente no ciclo de produção de novos itens.


Todos os tipos de plásticos são recicláveis?

Por mais que a reciclagem possa ser uma boa forma de gerar uma nova vida ao plástico descartado, nem todos são considerados aptos para serem reutilizados. O grupo dos materiais conhecidos como termorrígidos possuem alta resistência quando submetidos ao calor, e são considerados de difícil reciclagem. Por isso, é importante identificá-los na hora da compra de cada produto. Alguns exemplos de resinas termorrígidas são o poliuretano (PU), que compõe as esponjas e espumas de estofamentos em geral; o EVA, presente em artesanatos e brinquedos infantis e o baquelite, material usado nos cabos de panelas.

Empreender de forma sustentável

A reciclagem criativa, conhecida como upcycling, pode render diversas oportunidades para quem pretende pensar em um novo negócio. Isso porque, em vez de reutilizar o plástico para produzir outros utensílios com menor qualidade, essa opção investe justamente em dar uma nova utilidade para produtos com a intenção de atrair o público. Na área do design de interiores, por exemplo, essa opção pode ser bastante inovadora, já que resulta em novos objetos decorativos e mobílias criativas e únicas.

Outro setor com muitas oportunidades é a moda. A reutilização de materiais plásticos está em alta e evita o acúmulo de lixo no ambiente. Algumas marcas de ecojoias e vestuário têm como principal matériaprima embalagens de shampoo, produtos de limpeza, entre muitas outras, para criar peças únicas, que são produzidas sob demanda, seguindo o conceito chamado de slow fashion.

Diversas outras áreas da economia buscam alternativas para evitar o uso de plástico e transformar os materiais que já estão no meio ambiente. Observe a quantidade de plástico que você adquire por meio de produtos e o quanto isso poderia ser transformado em novas ideias. Ao empreender com foco na sustentabilidade é possível construir um negócio inovador e, ao mesmo tempo, fazer a sua parte para cuidar do meio ambiente.

 

5 livros para ler durante as férias

A época das férias é um ótimo período para relaxar, descansar e colocar tudo aquilo que está pendente em dia, principalmente quando se trata de séries e livros. Mas se você faz parte daquele grupo que tem dificuldade para escolher o que ler ou se já conseguiu finalizar as leituras que estavam paradas, nós montamos uma lista com obras de diversos gêneros e estilos que podem ajudar você a eleger seu próximo livro de cabeceira.

1) Outros Jeitos de Usar a Boca: o livro escrito por Rupi Kaur reúne pequenos poemas e grandes emoções. A obra é dividida em quatro partes: a dor, o amor, a ruptura e a cura. A ideia é mostrar a superação de um grande trauma através da poesia, passando por todas as quatro fases descritas acima. A escrita é voltada para o público feminino, por trazer temas e situações desse universo. E, para os homens que querem saber mais sobre essas experiências, a leitura também é recomendada.

2) Uma Breve História do Tempo: escrito pelo famoso cientista Stephen Hawking, a obra fala sobre grandes dúvidas da ciência, como a origem do universo, sobre como isso começou e se haverá algum fim. Com ilustrações criativas e um texto bem-humorado, o livro fala sobre mistérios da física de partículas até a dinâmica da movimentação das galáxias. Apesar de falar sobre temas não tão usuais, o texto é uma ótima recomendação àqueles que gostariam de entender esses questionamentos, ou, quem sabe, ficar com aquela certa inquietação sobre essas dúvidas.

3) A garota no trem: o livro de suspense conta a história de uma mulher que passa por um momento turbulento da vida, mas que tem como uma terapia pessoal andar de trem. Em uma das viagens, ela descobre um possível crime durante seu caminho e, juntamente com a polícia, tenta desvendar esse mistério. A narrativa é cativante, realista e prende o leitor até as últimas páginas. O livro também foi adaptado para o cinema com o mesmo título.

4) Ensaio Sobre a Cegueira: não poderíamos deixar de fora um clássico da literatura como este. O livro escrito por José Saramago traz uma reflexão sobre as relações de poder e instinto de sobrevivência dos seres humanos. A história se passa em cidade não nomeada e com personagens sem nome também, onde cada um desses moradores vai perdendo a visão pouco a pouco. Depois de algum tempo, a cidade fica sem saneamento básico, sem comida e sem serviços essenciais, e a grande dúvida é: como os personagens reagem a isso? Essa é a grande questão do livro, onde Saramago nos faz refletir sobre a humanidade e até que ponto ela existe em condições extremas.

5) Por Que Fazemos o Que Fazemos?: escrito por um dos grandes pensadores desta geração, Mário Sérgio Cortella aborda questões relacionadas ao trabalho e como podemos nos sentir melhor nesse ambiente. A obra possui 20 capítulos onde o autor aborda diversas dificuldades que giram em torno do assunto principal sobre a importância de ter um propósito na vida. Com uma leitura dinâmica e fácil, Cortella pretende bagunçar um pouco sua cabeça com muitas dúvidas, mas também oferece direcionamentos para todas essas perguntas.

Agora você já tem uma lista de livros com diferentes opções, com clássicos da literatura, poesia, e até obras para pensar e refletir sobre a vida. Escolha o que mais combina com você e boa leitura.

 

Como a Técnica de Feynman pode melhorar os seus estudos

Ler e reler textos, discutir questões em aula ou concluir exercícios, quais dessas técnicas você considera mais importante para aprender um conteúdo? Se a resposta inclui todas as alternativas, ela está correta! Para que os seus estudos consigam trazer melhores resultados, é importante mesclar diferentes formas de aprendizado, e priorizar a que mais favorece o seu raciocínio.

Pensando em resultados, a técnica de Feynman é uma das maneiras  que mais auxiliam nesse processo, isso porque ela busca traçar suas dúvidas com a intenção de solucioná-las desde o ínicio. Se você já tentou explicar para alguém um assunto no qual sentia segurança para falar, deve saber o quanto é importante ter confiança e domínio do tema a ser abordado. Então, imagine como essas características podem auxiliar nos seus estudos! É nisso que se baseia a técnica de Feynman, fortalecer o seu conhecimento e sanar as suas dúvidas!

Conheça os 4 passos para adotar a técnica de Feynman:

Estude o conteúdo – O primeiro passo para compreender qualquer assunto é a leitura, por isso, procure resumir textos e anotar pontos importantes. Ao longo dessa etapa, qualquer dúvida pode ser vista como uma possibilidade de aprofundar a pesquisa através de outras fontes de informação e novas listas de exercícios.

Tente explicar o que foi aprendido – É nesse quesito que a técnica de Feynman propõe os melhores resultados. Isso porque, ao tentar explicar o que foi lido, a probabilidade de encontrar dúvidas é muito maior. Procure expor o assunto detalhadamente, criando analogias e abordagens criativas, pois durante esse processo diversas questões podem aparecer, e é justamente esse o objetivo da explicação!

Trace as dúvidas e tente compreendê-las – Com as dúvidas anotadas, essa é a hora de esclarecer o que falta para dominar o assunto! Para isso, releia o texto e procure outras fontes de informação disponíveis. Nesse caso, a internet pode ser uma aliada, já que diversos livros e conteúdos são oferecidos gratuitamente. Só não esqueça de optar por sites seguros e confiáveis!  No fim dessa etapa, elabore um mapa mental para ajudar a conectar as informações, essa é uma boa forma de memorizar o que você aprendeu.

Simplifique ainda mais a explicação – Após esclarecer todos esses pontos, tente resumir o assunto novamente com suas palavras. Dessa vez, de forma simplificada, como uma tentativa de memorizar detalhes importantes do conteúdo. Caso note alguma dificuldade, tente repetir o processo até sentir que dominou o tema!

E aí, já conhecia  a técnica de Feynman? Que tal colocar em prática essas dicas na sua rotina? Elas podem fazer diferença no seu aprendizado. Por isso, escolha a sua e mãos à obra!

5 Dicas para melhorar a qualidade do seu sono

Depois de um longo dia de trabalho, nada melhor que uma boa noite de sono. No entanto, mesmo cansados, nem sempre dormimos de forma saudável. Você já acordou exausto pela manhã, ou teve dificuldades para dormir durante a noite? Esses são pontos que devem ser analisados para descobrir se o seu descanso ocorre da forma correta. Além de repor as energias, a própria saúde do seu corpo é controlada pelas horas que você dorme. Por isso, vamos descobrir boas maneiras para adotar na rotina?

Confira 5 dicas para dormir melhor:

1) Dê uma pausa nos eletrônicos – Dormir com a televisão ligada ou com o celular notificando novas mensagens pode ser algo comum na rotina de muitos, mas é uma atitude que prejudica a qualidade do sono. Em um momento onde o corpo precisa desacelerar, qualquer barulho ou iluminação pode dificultar esse processo, fazendo com que você acorde pela manhã com a sensação de cansaço. Por isso, a melhor alternativa é se desligar da tecnologia antes de dormir e aproveitar cada minuto de sono!

2) Estabeleça uma rotina – Pessoas que têm um horário fixo de descanso costumam segui-lo com mais facilidade. Além de um sono mais saudável, com uma rotina determinada é possível dormir de acordo com as 8 horas estipuladas pelos médicos e ter mais energia para o próximo dia.  

3) Evite ingerir estimulantes –  Café, energéticos, ou até mesmo refrigerantes, todos eles atrapalham a qualidade do sono. Isso porque ambos aceleram o metabolismo e fazem com que você tenha mais dificuldade para desacelerar o corpo na hora de dormir. Uma boa ideia é trocar essas opções por um chá quentinho ou um suco de maracujá antes de ir para a cama!

4) Prefira um ambiente escuro – Por mais aconchegante que pareça um abajur, para um sono saudável e boas horas de descanso a melhor opção é dormir em um ambiente totalmente escuro. Isso porque, com a claridade, o cérebro pode desencadear ainda mais estresse. Então, a melhor alternativa é desligar todas as luzes e providenciar cortinas para as janelas dos quartos!

5) Faça exercícios físicos regularmente – Principalmente no período da noite, uma rotina de exercícios físicos auxilia muito na qualidade do sono. Isso porque, com o gasto de energia o corpo fica mais propenso a dormir profundamente, evitando insônias e aumentando a energia para começar o próximo dia.

Com alguns hábitos simples é possível descansar e aproveitar a semana com mais produtividade. Quantas horas de sono você costuma ter por dia? Analise os seus hábitos e veja as melhores dicas para inserir na sua rotina!

5 documentários que podem fazer diferença no seu conhecimento

Uma tarde de folga é sempre uma boa oportunidade para ver um filme, uma série ou documentário. Mas, independente da sua preferência, algumas opções são imprescindíveis para qualquer cinéfilo. Quantos documentários você já assistiu? Algum deles lhe ajudou na reflexão sobre algum assunto? Então, confira 5 obras que podem fazer diferença no seu conhecimento!

5 documentários sobre realidade e conhecimento:

  1. Cosmos – Se você já parou para pensar na dimensão do Universo à sua volta e  tem curiosidade sobre o assunto, o documentário Cosmos pode ser uma boa opção! Com uma viagem intergalática acompanhada pelo astrofísico Neil Tyson, cada episódio nos dá a chance de compreender detalhes reveladores sobre a nossa existência e da complexidade do Universo. Se você gosta de astronomia, não deixe de marcar essa opção na sua lista!
  1. Os Capacetes Brancos – Quando o objetivo é falar de solidariedade e trabalho em equipe, Capacetes brancos é uma alternativa certeira para ver de perto exemplos reais sobre o assunto. O documentário mostra a história do grupo de voluntários que arrisca a vida para salvar vítimas de ataques na Síria, e coloca o telespectador de frente com a realidade da guerra e, ao mesmo tempo, da compaixão.
  1. Truques da mente – Você consegue controlar todas as reações do seu cérebro? Através do documentário Truques da mente, é possível perceber como nossa mente pode ser facilmente enganada. A cada episódio diferentes formas ilusionistas são mostradas, e em cada uma delas, o seu psicológico responde de uma forma diferente. Reserve essa opção para a próxima maratona e descubra mais sobre o funcionamento da sua mente!
  2. Steve Jobs: Como ele mudou o Mundo – O esforço para concretizar um sonho é necessário todos os dias, e por mais que os obstáculos apareçam durante essa trajetória, é preciso perseverar. Se você já ouviu esse conselho e procura um exemplo real de estímulo, a história de Steve Jobs e a criação da Apple é certamente um grande exemplo de determinação. A história é uma lição de empreendedorismo que fará diferença no desenvolvimento de suas metas pessoais e profissionais!
  3. Vivendo com 1 dólar – Imagine viajar para outro país com apenas 1 dólar na carteira, parece pouco não é mesmo? No documentário Vivendo com 1 dólar é possível acompanhar a trajetória de 4 jovens americanos que vivenciaram essa experiência. Com o objetivo de chegar na Guatemala e ver de perto o que é conviver com a pobreza extrema, eles acabam percebendo uma realidade ainda mais impactante do que esperavam. Este é um documentário que nos dá a possibilidade de refletir sobre os nossos privilégios e valorizar cada pequena conquista do dia a dia!

Com tantas opções, a melhor alternativa é colocar as que mais interessam na sua lista e preparar a pipoca! Bom filme!

Tudo o que você precisa saber para ser um freelancer

Seja pela necessidade de garantir uma renda extra ou flexibilizar a rotina profissional, a ideia de se tornar um freelancer tem se tornado cada vez mais atrativa no mercado de trabalho. Por isso, procurar estratégias que possam diferenciar o seu produto entre tantos outros oferecidos é fundamental para ser visto como uma referência. Se esse é um dos seus planos, confira algumas atitudes importantes que podem ajudar a alcançar o sucesso na sua nova carreira! Vamos aos bons resultados?

Dicas para quem quer se tornar um freelancer:

  1. Organize o seu tempo – A possibilidade de trabalhar em casa é um diferencial na rotina de qualquer freelancer, mas para conseguir resultados positivos é importante estipular uma organização do tempo! Se o seu desempenho é maior pela manhã, por exemplo, escolha esse horário para fixar as suas tarefas! Com uma rotina definida você tem mais controle sobre o seu rendimento e não ultrapassa o limite da vida pessoal.
  1. Priorize o resultado – Um trabalho bem feito certamente resultará em novas oportunidades no futuro. Por isso, ao invés de ter como foco a rapidez na entrega, priorize a qualidade do resultado apresentado! Um cliente satisfeito com o seu trabalho aumenta as chances de ocorrerem novas oportunidades!
  1. Defina uma especialização – Por mais que você tenha conhecimento em diferentes áreas, é importante focar naquela que realmente condiz com a sua experiência. Oferecer um trabalho especializado facilita a conquista da confiança do público!
  1. Estipule preços de acordo com o padrão da região – Colocar um valor que atraia novos clientes é uma opção interessante, mas é preciso ter cautela para não desvalorizar o seu trabalho! Por isso, comece pesquisando os valores cobrados por outros profissionais da sua região e defina um preço de acordo com a média do mercado.
  1. Estabeleça uma meta de rendimentos – A renda de um freelancer varia de acordo com a sua produtividade, por isso, é fundamental manter uma organização no orçamento! Estipule metas de trabalho e reserve uma quantia mensal para imprevistos, assim você garante a sua segurança financeira e a continuidade do seu projeto!
  1. Divulgue o seu trabalho – Aqueles que escolhem trabalhar como freelancers devem ter em mente que divulgar o trabalho e buscar o reconhecimento são atitudes fundamentais para alavancar a carreira. Por isso, crie uma rede de contatos para que o seu nome seja indicado para as empresas! Uma dica é procurar conhecer profissionais de outras áreas que possam ter você como referência para parcerias em outros  trabalhos.

Se você quer começar um projeto como freelancer e não sabe como, você pode buscar os cursos do Senac SC para melhorar a sua formação e conquistar mais clientes para o seu negócio. Saiba mais em http://portal.sc.senac.br

6 passos fundamentais para escolher um curso de graduação

Gestão, Gastronomia, Tecnologia da Informação, Moda… Com tantas áreas disponíveis, escolher uma graduação é uma tarefa que requer tempo e pesquisa. Por isso, é preciso conhecer cada opção na prática, conversando com profissionais e descobrindo sobre as possibilidades de cada carreira. Mas lembre: o principal motivo para escolher uma área é a sua afinidade com ela. Diante de um profissional satisfeito as grandes oportunidades são apenas uma consequência!

Confira 6 passos para ajudar você nessa escolha:

  1. Reflita sobre as suas áreas de interesse

A pergunta é simples: com qual disciplina você mais se identificava no Ensino Médio? Se o objetivo é escolher uma área profissional para acompanhar a sua rotina, essa é uma reflexão fundamental. Imagine um estudante que sempre teve muita afinidade com tecnologia: caso ele faça uma graduação que contemple esse assunto, a chance de acertar na escolha pode ser muito maior. Então relembre o que mais chamava a sua atenção, isso certamente vai esclarecer uma parte das suas dúvidas!

  1. Procure conhecer a rotina das profissões listadas

Um analista de sistemas tem uma rotina de trabalho muito diferente de uma pessoa que trabalha com gastronomia, assim como um designer de moda ou um administrador. No entanto, aqueles que possuem hábitos diários semelhantes a sua profissão, certamente terão mais chances de se tornarem profissionais satisfeitos. Se você gosta de uma rotina que possibilite contato com o público, a área de recursos humanos pode ser uma boa opção, por isso, procure conhecer um pouco mais de cada profissão na prática!

  1. Conheça a grade curricular de cada área de formação

Independente da profissão escolhida, ao ingressar no curso de graduação, você irá conviver com diversas disciplinas da área. Por isso, é importante que exista uma afinidade com o assunto, já que esse conhecimento irá refletir em todo o seu futuro profissional. Então comece analisando a grade curricular de todas as opções e anote aquela que mais se adequa aos seus interesses! Você pode consultar esse conteúdo no site ou solicitar diretamente nas instituições de ensino, já que cada uma apresenta um projeto pedagógico diferente.

  1. Pesquise sobre o mercado de trabalho

Se você possui metas profissionais e financeiras traçadas para o futuro, estar ciente das perspectivas do mercado de trabalho é fundamental. Sabendo isso, é possível procurar especializações que facilitem a conquista de boas vagas na própria graduação. Procure saber mais sobre o assunto na internet ou converse com quem já atua no mercado!

  1. Converse com profissionais da área

Seja para conhecer a rotina da profissão, saber a perspectiva de trabalho ou, até mesmo, o conteúdo estudado durante a graduação, ter uma conversa com quem já está na área faz toda a diferença. Por isso, procure aquele seu amigo que acabou de se formar no curso do seu interesse. Uma troca de informações sobre o assunto pode render bons resultados na sua escolha final!

  1. Reserve um plano B

Nem sempre a primeira escolha é aquela que irá acompanhar o seu futuro profissional e isso não deve ser motivo para preocupação! Independente de estar na metade da graduação ou formado, se a área escolhida não supriu suas expectativas, sempre é hora de mudar. Por isso, tenha a segunda opção em mente e nunca persista em uma profissão que faça você pensar no trabalho como uma obrigação!

Seguindo esses passos é possível conhecer mais sobre cada área e possibilitar novas sugestões para o seu futuro! Conheça o Vestibular Senac 2018/2 e faça sua inscrição, as matrículas já estão abertas.

10 práticas sustentáveis para adotar na sua empresa

Aderir a uma rotina de hábitos focada na questão ambiental é uma decisão fundamental para qualquer empresa. Seja no ramo industrial, empresarial ou de prestação de serviços, a preservação do meio ambiente deve ser vista como prioridade de gestão. Mas, engana-se quem pensa que ser sustentável é sinônimo de aumentar os gastos, pelo contrário, geralmente essa é uma forma de economizar! Vamos repassar a ideia?

Continue lendo

Como tornar a tecnologia uma aliada aos estudos

Exercícios, leituras e produções de textos fazem parte de uma rotina de estudos. Mas você já pensou no quanto a tecnologia oferece recursos que ajudam a reforçar o assunto visto em sala de aula e como ela pode ser uma aliada nos resultados? É possível armazenar livros no seu smartphone e aproveitar o tempo da melhor forma. Só não vale esquecer de compartilhar as dúvidas com o seu professor, assim você debate o assunto e aprende de forma interativa! Confira:

5 vantagens que a tecnologia oferece na hora dos estudos:

  1. Ela pode tornar a hora dos estudos mais atrativa e motivadora, aumentando as possibilidades de exercícios e interação. Mas, é claro, todas as notificações devem ser silenciadas!
  2. Armazena leituras e exercícios com mais praticidade. Sabe aquele congestionamento diário que você pega na volta para casa? Esse pode ser um bom momento para reforçar o conteúdo através do seu smartphone!
  3. Reduz a quantidade de papel utilizada na impressão de textos e exercícios, além de disponibilizar livros e materiais gratuitos para download.
  4. Oferece aplicativos que abordam diferentes assuntos, o que ajuda a despertar novas curiosidades e conhecimentos.
  5. Dispõe de recursos para reforçar o aprendizado de forma interativa e participativa. Ao fazer um quiz ou selecionar uma playlist relacionada aos estudos, o conteúdo que você está aprendendo enquanto se diverte pode ser agregado ao seu conhecimento.

Foco nas oportunidades

Hoje é possível encontrar diversos aplicativos planejados para a educação. Mas fique atento com todas essas opções: procure as mais confiáveis dentro da rede e que possuam conteúdo de qualidade. Seja um curso de idiomas, quiz interativo de história ou aulas de reforço em matemática, cada um é pensado para auxiliar as suas dificuldades. E se você é atraído por essa alternativa, aproveite todas as oportunidades disponíveis! Analise aquilo que você mais tem dúvidas e procure opções que abordem o tema. Certamente será uma boa maneira de reforçar o seu conhecimento.

Para quem gosta de livros, alternativas também não faltam! A quantidade de obras gratuitas disponíveis na internet é grande, e como você já deve saber, não há nada mais importante para um aluno do que uma boa rotina de leituras. Além de ter contato com diferentes assuntos, essa é uma forma de aumentar o vocabulário e refinar sua escrita. Outra opção é são aplicativos que podem ajudar na organização das suas leituras, dando indicações de livros e montando aquela lista para você não deixar nenhum livro para trás. Portanto, monte a sua lista de livros e mãos à obra!

E os resultados?

O objetivo de inserir a tecnologia nos estudos é motivar a concentração, certo? Então é importante ficar atento se os resultados estão de acordo com o esperado. Se ao invés de completar exercícios, você está disperso com outros recursos tecnológicos, é melhor rever esse uso! Por isso, é fundamental desativar notificações de mensagens e redes sociais. Com o aparelho preparado para os seus estudos, os resultados certamente serão positivos. 

Leve esse conhecimento para a sala de aula, compartilhe com seus colegas e professores e inclua a tecnologia na sua rotina de estudos tendo um grande aliado dentro e fora da sala de aula.

Você costuma utilizar a tecnologia na sua rotina de estudos? Compartilhe com a gente alguns aplicativos! (;

Redes sociais que ajudam a alavancar os seus negócios

Aderir a uma rede social com o objetivo de auxiliar o crescimento dos negócios pode ser uma forma de abrir portas para novas oportunidades! Imagine uma loja de roupas conectada: além de divulgar o local, é possível interagir em tempo real com o consumidor através de publicações sobre promoções e lançamentos. Toda essa interação pode gerar uma aproximação com o cliente, aumentando a confiança na empresa e a praticidade em adquirir seus produtos ou serviços!

Continue lendo

6 tendências para conhecer e se destacar na área da gastronomia

A rotina acelerada e a preocupação com a alimentação são algumas das grandes razões que reforçam a procura do consumidor por restaurantes de qualidade em seu dia a dia. Tanto é que os brasileiros destinam, em média, ¼ da sua renda familiar para refeições feitas fora de casa, segundo o IBGE.

E para conquistar esse consumidor cada vez mais criterioso, é fundamental inovar nas possibilidades e acompanhar as tendências do setor. Neste post selecionamos seis nichos de mercado que têm ganhado força nos últimos anos e são boas apostas para você que quer seguir nesta área! Confira:

Confira as tendências da gastronomia:

  1. Opções saudáveis – A preocupação com a saúde está cada vez mais em alta. Por isso, os locais que investem na variedade de saladas e alimentos orgânicos acabam saindo na frente. Em uma refeição no meio da semana, por exemplo, você tem preferência por um prato saudável ou um fast-food reforçado com frituras e queijos? Se a sua resposta for a primeira, saiba que esse é o hábito mais procurado pelas pessoas ultimamente.
  1. Ingredientes locais – Quanto menor o caminho de um alimento até o consumidor, maior a confiança depositada na sua origem! Um legume, quando colhido no próprio bairro, consegue chegar mais fresco até o prato do cliente, intensificando seu sabor e colaborando para a economia local.
  1. Estética planejada – Já reparou na quantidade de fotos de pratos bem decorados que são compartilhados nas redes sociais? A febre digital atingiu a gastronomia e aqueles que oferecem refeições com uma aparência personalizada certamente serão divulgados pelos seus clientes. Ou seja, pense tanto na apresentação, quanto na receita do seu prato para deliciar os consumidores dos dois jeitos.
  1. Restaurante móvel – Misturando praticidade com inovação, os food trucks conseguem render bons resultados àqueles que decidem investir nesse modelo de gastronomia. Mas se engana quem pensa que conforto e alimentos sofisticados não fazem parte desse segmento. Se você já frequentou algum restaurante móvel, deve saber que a linha gourmet também está presente! Nesse caso, a interação com o público costuma ser grande até mesmo nas redes sociais, atingindo diferentes locais e oferecendo um ambiente diferente do habitual.
  1. Evitando o desperdício nas cozinhas – Assim como a preocupação em oferecer refeições orgânicas e naturais, locais que aproveitam alimentos de forma criativa certamente conseguem pontos positivos com os seus clientes. Talos de legumes, folhas e cascas podem render grandes receitas, além de mostrarem a importância de se evitar o desperdício de alimentos. Se você pretende inovar a gastronomia tradicional, que tal começar aplicando esse diferencial na sua cozinha?
  1. Alimentos artesanais – Não tem como negar que uma receita caseira e artesanal é mais atrativa, seja pelo sabor ou confiança na origem do produto. Por isso, empresas que oferecem sabores mais artesanais e com menos aditivos têm rendido grandes resultados. É o caso das massas feitas à mão, de geleias e queijos de produções pequenas e caseiras.

Você já aplica alguma dessas tendências na sua cozinha? Conte para gente sobre a sua experiência! (;