Gestão e Mercado

Por que é importante pensar e planejar financeiramente o seu futuro?

Como você se imagina no futuro? Com patrimônios próprios como casa e carro? Vivendo uma vida mais tranquila e confortável aliada ao lazer? Ou ainda, viajando mundo afora? Independente dos seus objetivos, isso só será realidade se você planejar financeiramente o seu futuro. Mas, como podemos nos planejar?

Dicas para planejar o seu futuro financeiro

  • Defina metas: o primeiro passo é pensar no que você gostaria de alcançar, definir os objetivos a serem alcançadas. Seja realista, projetar algo inalcançável só trará insatisfação. Pensar em curto, médio e longo prazo pode ajudar a quantificar como e por onde você deve começar a poupar.
  • Organizando as finanças: após definir as metas, calcule quanto da sua renda é possível guardar para atingir seus propósitos. Existe uma regra criada pela ex-professora de Harvard, Elizabeth Warren, que é conhecida como 50-20-30. O método consiste em dividir seu capital de acordo com seus investimentos e gastos fixos, variáveis, extras e adicionais. Os fixos são aquelas despesas mensais que possuem valor definido, como condomínio e aluguel. Os variáveis também ocorrem mensalmente, mas seus valores oscilam, tais como contas de luz e água. Os extras são aqueles que surgem inesperadamente, como consultas médicas e exames. Os adicionais são supérfluos, como cinema, viagens, roupas, entre outras. Com a organização das despesas, fica mais fácil definir um valor mensal a ser investido ou poupado para alcançar seus objetivos.
  • Faça uma planilha de gastos: a dica pode ser clássica, mas é preciso anotar todos os seus gastos para não chegar no final do mês e não ter ideia de onde foi parar seu dinheiro. Inclusive, com as pequenas despesas do dia a dia: aquele cafezinho pela manhã antes do trabalho, a parada na padaria antes de ir para casa… Esses pequenos gastos comprometem um montante razoável da sua renda, mas que, ao final do mês,  faz toda diferença.
  • Cuidado com as compras por impulso: sabe aquela vontade de comprar um livro, um sapato, uma roupa? Às vezes é difícil controlar esses pensamentos, mas reflita sobre a real necessidade e utilidade do item a ser comprado, isso ajuda a mensurar quando a compra é realmente indispensável.

 

 

 

Cuidando do rendimento do seu dinheiro

Depois de todas essas dicas você precisa escolher a melhor forma de guardar o seu dinheiro. Seja na poupança ou investindo, no início, o importante é poupar para  alcançar seus objetivos. E, para isso, existem opções adequadas ao seu estilo de vida, disponibilidade e vontade. A poupança, por exemplo, oferece uma segurança de que todo dinheiro aplicado lá estará a sua disposição, mas a rentabilidade e retorno são baixos.

Mas existem outras alternativas mais lucrativas, como os investimentos, onde você pode aplicar seu dinheiro em ações mais rentáveis e, mas, fique atento, pois existem diversos tipos de investimentos e com diferentes graus de risco e rentabilidade. Procure o perfil que se encaixa melhor com o seu e faça seu dinheiro render para investir no seu futuro.

Aproveite e invista em conhecimento também! Saiba mais sobre os cursos do Senac SC nessa área: http://senac.sc/lx6rq7

 

Dicas para se dar bem na apresentação de um trabalho

Quantas vezes você achou que tivesse o domínio de um assunto, mas na hora de explicar para muitas pessoas acabou se sentindo inseguro? Para alguns estudantes, o fato de ter que apresentar um trabalho normalmente é motivo para tensão e dúvidas. Por isso, priorizar a preparação é fundamental para conseguir bons resultados na hora de falar em público. Porque, além de entender o assunto, é preciso ter clareza na forma como se compartilha uma ideia.

Confira algumas dicas para preparar a sua apresentação:

  1. Estude o conteúdo – O primeiro passo para se dar bem em uma apresentação, sem dúvidas, é o domínio do assunto. Por isso, por mais que você tenha produzido todo o trabalho, é importante revisar os conceitos pelo menos um dia antes. Além de sentir mais segurança durante a explicação, certamente a plateia irá compreender o assunto com mais facilidade. Uma boa alternativa é optar por ensaios no dia anterior, chamando um amigo para assistir. Nele você pode simular uma apresentação e encontrar a melhor maneira de expor o que foi produzido.
  1. Defina o tempo de apresentação – Em TCC essa dica é fundamental. Isso porque, nos trabalhos de conclusão de curso, ultrapassar o tempo estipulado pode comprometer a pontuação do estudante. Então, ao ensaiar a sua apresentação, esteja sempre atento ao relógio! O ideal é utilizar ⅔ do que foi determinado, pois, além de deixar um espaço disponível para as perguntas, o seu trabalho tem mais chances de ser claro e objetivo.
  1. Invista em slides interativos – Apostar em algo animado e interativo pode ser uma boa proposta para descontrair, mas também é importante saber quando usar e seguir as formalidades que alguns tipos de apresentações exigem. Slides com tópicos objetivos, tabelas de exemplos e imagens deixam o seu trabalho mais interessante para quem vai assistir, e isso pesa bastante na avaliação do seu desempenho!
  1. Faça um roteiro claro e objetivo – Os próprios tópicos dos slides podem ser usados como um roteiro para a sua apresentação. Por isso, é essencial que eles sejam curtos e objetivos, com o intuito de apenas lembrá-lo do assunto. Nunca use essa ferramenta para ler o que deve ser falado, isso pode dar a impressão de que você não tem domínio do tema. O melhor caminho é explicar o conteúdo com as suas próprias palavras de forma natural.
  2. Treine o seu vocabulário – Seja em apresentações habituais, ou em banca de TCC, é preciso adotar um comportamento que repasse seriedade à plateia. Evite gírias, palavras desconhecidas e, principalmente, mascar chicletes. Lembre-se de que o público deve compreender o que está sendo dito, portanto, sem frases aceleradas ou lentas demais! Afinal, o que deve chamar a atenção de quem assiste é o conteúdo, e não a forma como ele é explicado.
  3. Em TCC, não esqueça de começar se apresentando! – Em bancas de conclusão de curso, os professores costumam observar detalhes que diferenciam a apresentação de cada aluno. Começar falando o seu nome e agradecendo a presença de todos agrega uma boa impressão para quem está assistindo, pois demonstra atenção às pessoas. E, nesse caso, conquistar a plateia é o primeiro passo para começar bem!

Saiba como se preparar para uma carreira de CEO

Você já deve ter ouvido falar na carreira de CEO, certo? Isso porque, mesmo sendo um cargo recente no mercado, ele vem conquistando cada vez mais espaço nas empresas. Além de gerenciar todo o negócio, os CEOs contribuem com os resultados de forma participativa. Seja com novas estratégias, buscando investidores, ou até mesmo, coordenando a equipe com o objetivo de melhorá-la constantemente. Por isso, muitas vezes ele é também o cargo de maior hierarquia dentro da organização, sendo uma opção inovadora para empresas que buscam o crescimento através de novas abordagens. Contrariando a visão do líder que apenas coordenava, o CEO passa a atuar junto com a equipe.

As principais características de um grande CEO

Para gerenciar o ambiente e manter contato direto com a equipe e seus investidores, é fundamental ter um perfil comunicativo que facilite essa relação, além de uma boa visão de negócios para elaborar estratégias diferenciadas. Por isso, se você é detalhista, criativo e com capacidade de persuasão, já demonstra habilidades que podem contribuir, futuramente, no gerenciamento de novos projetos e negociações. Outro aspecto interessante é a facilidade em lidar com riscos por meio de um raciocínio estratégico, uma vez que o grande diferencial desse profissional é a capacidade de encontrar oportunidades para a empresa.

Quais áreas mais promovem CEOs?

Possuir as habilidades necessárias para exercer as funções de um líder CEO é o primeiro passo para conquistar o cargo. Por isso, profissionais de diversas áreas já atuam nesse cargo nas empresas, sendo que em todas elas é preciso conhecer bem a área de atuação do negócio escolhido. Hoje é possível encontrar um grande número de CEOs com formação em administração, negócios, engenharias e finanças. Lembrando que MBAs e especializações são formações que fazem a diferença nesses resultados, e exercitam ainda mais a abordagem crítica e detalhista do profissional.

E você, tem interesse em seguir essa carreira? Para isso é importante investir em especializações que consigam agregar ainda mais conhecimento na sua área e um diferencial para o seu perfil! Conheça os cursos de pós-graduação e MBA oferecidos pelo Senac e inscreva-se: senac.sc/q82h0F

Entenda como trabalhar menos pode aumentar a sua produtividade

Quantas vezes você já sonhou em poder ter menos horas de trabalho para passar mais tempo ao lado da família? Essa possibilidade pode ser algo ainda abstrato em muitas empresas, mas alguns testes já mostraram que ela pode ser uma boa forma de promover eficiência na rotina da equipe. Priorizar o período mais produtivo dos funcionários e aumentar o tempo de descanso pode render grandes resultados e, além disso, proporcionar um ambiente de trabalho mais atrativo e motivador para todos!

Uma empresa renovada:

O estudo entre a relação entre a maior produtividade e a redução na carga horária veio de uma empresa da Nova Zelândia, que comprovou por meio de um teste resultados positivos, tanto para os funcionários quanto para a organização. Durante dois meses, a jornada de trabalho semanal foi alterada de 5 para 4 dias, gerando 8h a mais de descanso para o grupo. Com essa mudança, o objetivo era verificar se as primeiras horas mais produtivas de uma equipe bastam para gerar os resultados esperados. No fim, as expectativas foram correspondidas com sucesso.

Em busca dos benefícios:

Ao avaliar a redução da carga horária dos funcionários de uma empresa, o mais provável é imaginar apenas vantagens para a equipe. No entanto, os resultados obtidos pela empresa neozelandesa mostram que há benefícios para ambos os lados. Com mais tempo disponível para o descanso, é possível também ter mais produtividade. Imagine a sua própria rotina como exemplo: depois de um determinado tempo de trabalho o mais provável é que a motivação comece a diminuir, certo? Dessa forma, o ideal é priorizar as primeiras horas mais proveitosas, garantindo resultados superiores na produção e menores gastos com energia. E o mais importante: com mais horas dedicadas ao lazer, os funcionários passam a ter menores chances de conviver com o estresse.

Possíveis riscos:

É claro que, com a diminuição da carga horária, é preciso reforçar o planejamento da equipe para cumprir os prazos. Caso isso não ocorra, a nova rotina pode resultar em funcionários ainda mais estressados por não concluírem suas tarefas.

Por isso, é interessante implantar um novo modelo de gerenciamento, dividindo a equipe em grupos e planejando um ambiente confortável para o trabalho. Assim é possível criar uma nova cultura na empresa e fazer a transição dos processos de forma gradativa e clara, a fim de garantir o envolvimento e adesão de todos os colaboradores.

10 Aprendizados da Missão Técnica New York 2018

Em 2017, Santa Catarina terminou o ano com um aumento das vendas no setor varejista em 13,5%, segundo dados da Pesquisa Mensal de Comércio, divulgada pelo IBGE, o maior entre todos os estados. De acordo com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado (Fecomércio SC), isso é reflexo de um mercado interno consolidado que possui as menores taxas de informalidade. O aumento do crédito para os consumidores e a retomada do emprego e da renda são fatores que também contribuíram para o crescimento das estatísticas.

No entanto, assim como em qualquer outro ramo do mercado, é preciso estar sempre atento às mudanças e aberto à inovação para manter o  crescimento do seu segmento. Para isso, o conhecimento é um fator chave na conquista desses objetivos. E é aí que o Senac SC pode contribuir com o mercado comercial: dentro do Programa Senac Varejo a Missão Técnica New York busca estabelecer uma ponte entre os empresários e gestores e o que há de mais novo sobre o mercado varejista mundial.

A Missão oferece aos gestores do setor uma oportunidade de conhecimento para aperfeiçoar práticas e estimular novos formatos e meios de gestão para alcançar o sucesso em seus negócios. Além disso, o programa ajuda na profissionalização das empresas, melhorando as técnicas e ferramentas utilizadas no dia a dia. Tudo isso é realizado por consultores experientes, que trazem novas abordagens teóricas e práticas para sofisticar os resultados da sua empresa.

Durante a Missão Técnica NY de 2018, muitos conceitos foram apresentados por grandes gestores das companhias visitadas. Saiba quais foram os aprendizados repassados:  

Integração entre on e offline

Manter a união entre os ambientes de compra física e online foi um dos pontos comentados nas visitas. Os clientes querem a facilidade de procurar o seu serviço ou produto online para saber todas a especificações e a oportunidade de comprar o mesmo na loja física, ou até realizar todo esse processo por meios digitais e apenas retirar o produto diretamente na loja. Com os avanços tecnológicos, os clientes querem saber sobre os produtos, ter transparência nesses processos e a facilidade para adquirir o que ele deseja.

Tecnologia e inovação

O item acima nos leva a tecnologia e inovação, onde, no comportamento do consumidor atual, a pesquisa e informações sobre os produtos ou serviços de seu interesse estão ao alcance de suas mãos, em uma tela de celular. Como ser o diferencial entre os concorrentes? Simples, facilidade! Quem compra quer ter acesso ao produto de forma ágil e objetiva, quer saber sobre ele, ter informações de fácil acesso através de dispositivos que facilitem essa experiência. Além de pensar nas novidades tecnológicas, uma gestão arrojada que pense novos conceitos e formatos também é importante na hora de inovar.

Novas Estratégias

Ousadia. Essa é a palavra que norteia esse ponto. Dentro de um mercado tão dinâmico e concorrente é preciso ter a coragem de mudar os planos, potencializar as mudanças nos processos de trabalho, nos produtos, no formato. Isso tudo pode trazer erros, algo comum quando se tenta algo novo, mas é necessário ter a ousadia de fazer para saber como melhorar.

Cultura de Experimentação

A dica anterior nos leva a isso, experimentação. Quando adquirimos um produto novo nós queremos testá-lo a fim de garantir a sua usabilidade e funcionalidade, dentro do mercado isso não é diferente. Novas estratégias exigem experimentação para que se possa ter ideia do seu resultado, e somente assim podemos mensurar o sucesso de uma novidade. Neste passo, os erros vão aparecer e devemos procurar as estratégias para corrigi-los.

Personalização e boa experiência de compra

Esses conceitos estão juntos porque podem ser a consequência um do outro. A personalização no atendimento faz com que o cliente tenha acesso ao seu perfil de compra, seja por itens que ele deseja adquirir ou por orçamento. O consumidor, geralmente,  tem em mente o que ele quer quando realiza uma compra e oferecer a ele exatamente isso é uma forma de personalização. Consequentemente, isso nos leva à satisfação na hora da compra, o que garante uma experiência positiva e agradável nesse processo. Um cliente que se sente confortável e tem facilidade de acesso àquilo que deseja, tende a fidelizar e ser um multiplicador do serviço ou produto que sua empresa oferece.

Valorizar os colaboradores

E por último, mas tão essencial quanto todos os outros aprendizados é a valorização dos seus colaboradores. Sam Walton, fundador do Walmart disse: “Para o funcionário cuidar bem do cliente, é indispensável à empresa cuidar bem dele”. Valorizar quem atende o consumidor é uma forma de garantir uma boa experiência de compra, afinal, quem não gosta de ser bem recebido e atendido? Alguns exemplos do que pode ser feito para valorizar seu colaborador: boas remunerações, oportunidade de crescimento dentro da empresa, valorização do conhecimento adquirido ao longo do trabalho e entre outros.

Confira no infográfico abaixo os 10 aprendizados da Missão Técnica de NY:

info_2607

Faça o download do infográfico aqui.

Se você quer aperfeiçoar e potencializar a presença do seu negócio no mercado, o Senac SC oferece o Programa Senac Varejo que tem como objetivo colaborar com o processo de profissionalização das empresas do setor varejista e ampliar a visão de mercado de gestores e colaboradores. Tudo isso por meio de palestras, workshops, cursos EaD e Missão Técnica, capacitações que podem ser customizadas para atender as necessidades de cada empresa. Visite nossa página e saiba mais sobre os programas: http://senac.sc/PSC2GW

Pós-graduação e MBA: o caminho para o seu sucesso profissional

A graduação é um passo muito importante para a carreira. Ela nos oferece diversos caminhos para seguir dentro de uma área específica de estudo. Mas para crescer profissionalmente, é preciso agregar conhecimento e uma das melhores formas é fazendo uma pós-graduação. Esse tipo de curso permite que você escolha uma área de interesse específica dentro do seu trabalho e aprofunde seus conhecimentos.

Entenda as diferenças entre um curso de pós-graduação e MBA no Senac:

Pós-graduação: a pós-graduação traz para o seu currículo a experiência do mercado de trabalho. Os docentes do curso trazem a prática aliada com novos conhecimentos, tudo isso atrelado a um projeto pedagógico que trabalha com cases de sucesso e workshops que ajudam a trabalhar todo esse conhecimento na prática. O curso tem duração de aproximadamente um ano e meio.

MBA: Master Business Administration (MBA) é um laboratório de experiências onde existe uma grande troca de informações entre colegas e professores, e o aprendizado gira em torno dessa experiência, seja ela dos professores ou dos alunos. O curso trabalha mais a análise crítica e solução de problemas e cases de sucesso. As aulas são mensais e o curso tem duração de aproximadamente dois anos.

Parcerias e projetos integradores

Os cursos de pós-graduação oferecem uma série de experiências incríveis, onde os professores trazem a expertise do mercado de trabalho e aplicam nas aulas, aliando a sua prática com a parte acadêmica. Além disso, ambos os cursos trazem professores com experiência internacional para enriquecer o currículo das aulas.

O MBA Senac, por exemplo, oferece diversas oportunidades de aprendizado com instituições que são referências internacionais. No curso de MBA de Gestão, a parceria é com a Ashlan University, uma instituição dos Estados Unidos, que possui empresas super conceituadas na área de gestão e os professores trazem essa experiência para o curso. O MBA em Varejo traz professores da Universidade Ingolstadt da Alemanha. Essa instituição tem cursos que são específicos para o varejo e são considerados referência mundial. No MBA em Inovação, a associação é com a IXL Center, que é um instituto mundialmente reconhecido na área de inovação. Nessa parceria, os alunos têm aulas com consultores que trabalham no mundo todo desenvolvendo negócios inovadores.

O módulo internacional também oferece a possibilidade de uma viagem de estudos para uma instituição parceira, onde o aluno pode ter a experiência de viver durante alguns dias como estudante. São visitas técnicas, workshops e diversas atividades que vão agregar uma vivência mais real e aplicada dos conhecimentos adquiridos no curso.

Ao final desses cursos, todos os alunos devem produzir um projeto integrador, uma espécie de trabalho de conclusão que procura aplicar cientificamente todo o aprendizado do curso de forma prática, ou seja, o aluno identifica um problema dentro da empresa em que trabalha e, munido de todas as ferramentas que aprendeu durante a pós-graduação, propõe soluções para resolver. É possível sugerir também ações inovadoras para a corporação.

Depois de um aprendizado baseado não somente na parte técnica, mas também na prática, os resultados são apenas positivos. A pós-graduação reforça sua experiência no mercado de trabalho de forma inovadora, além de ser muito positiva no seu currículo.

E você, está esperando o quê para a fazer a sua pós-graduação no Senac SC? Aproveite o período de inscrições: http://senac.sc/q82h0F.

[Infográfico] Entenda as diferenças entre as gerações Baby Bommer, X, Y, Z e Alpha

Você sabe o que são as gerações? Pois é fácil! Basta lembrar aquelas festas de família em que seus pais e tios se juntam e começam a falar sobre os seus hábitos e costumes da adolescência. Ou então o encontro da turma do colégio que vocês percebem como os jovens de hoje em dia são completamente diferentes de como vocês eram.

Continue lendo

Dicas para a sua empresa se destacar na Black Friday

Um dos maiores eventos para o varejo, a Black Friday ocorrerá, neste ano, no dia 24 de novembro. A estimativa da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) é que as vendas cresçam 15% em 2017, se comparadas ao ano anterior. Então, se você está de olho nas oportunidades que a data pode trazer, é a hora de pensar em ações que façam o seu negócio se destacar!

Continue lendo

Resiliência: por que essa habilidade é tão buscada pelo mercado?

Quem nunca teve um daqueles dias em que nada parece dar certo? Chegou atrasado no trabalho, precisou desmarcar uma reunião importante, tem mil relatórios para entregar e todos os imprevistos resolvem ocorrer justamente na hora em que você está mais ocupado. Nesses momentos, é difícil manter tudo sob controle, não é? Por isso que a resiliência é, cada vez mais, uma habilidade valorizada pelo mercado de trabalho.  

Continue lendo

Gestão Disney para encantar clientes: o que você pode implementar na sua empresa?

Há exatos 94 anos, os irmãos Walt e Roy Oliver Disney fundavam a Disney Brothers Cartoon Studios, empresa que foi pioneira na indústria de animação. Com o passar do tempo, os produtos se diversificaram para filmes em live-action, redes de televisão e, claro, os parques temáticos. Desde então, a Disney vem estabelecendo um padrão em sua gestão: a de encantar clientes e propor um novo patamar de atendimento.

Continue lendo