Gestão e Mercado

Crowdfunding: como começar um negócio com pouco ou nenhum investimento

Você tem o sonho de empreender? Trabalhar para si e ter a possibilidade de ser um empresário de sucesso é o desejo de vida de muitas pessoas. No entanto, na hora de colocar o plano em prática, surge sempre a dúvida: como faço para começar um negócio com pouco ou nenhum investimento? E foi para solucionar esse problema que surgiu o crowdfunding.

Imagine que você tem uma ótima ideia para um novo projeto, mas não possui recursos suficientes para executá-lo. Diante dessa situação, quais eram as suas opções até alguns anos atrás? Tentar encontrar um sócio que acreditasse no potencial e tivesse condições de investir na sua proposta, fazer um empréstimo bancário ou juntar dinheiro até que fosse possível colocar seu plano em prática. Entretanto, tais opções não são acessíveis a todos e podem ser bastante demoradas.

Hoje em dia, você pode fazer uso do crowdfunding, um sistema de financiamento coletivo que usa a internet para conectar pessoas que têm boas ideias a outras interessadas em contribuir para tirá-las do papel. De forma simples: é a famosa vaquinha – mas com um auxílio da tecnologia. Como forma de recompensa, os investidores ganham incentivos que podem variar de acordo com o projeto proposto.

Vamos supor que você queira publicar um livro. Por meio do crowdfunding você pode estipular que com a ajuda de R$ 10 a pessoa vai ganhar uma cópia do livro; com R$ 20 será uma edição autografada; com R$ 100 ela estará nos agradecimentos da publicação, etc. O objetivo é criar camadas de recompensas para que as pessoas sintam-se incentivadas a apoiar o projeto.

Como funciona o Crowdfunding?

Desde games, livros, filmes até o desenvolvimento de drones, aplicativos e produtos de alta tecnologia. O crowdfunding é utilizado para qualquer tipo de mercado, seja ele cultural, científico, industrial, de saúde, entre outros. Além disso, ele funciona não apenas para quem busca começar algo do zero, mas também para empreendedores que precisam levantar uma grande quantia a fim de investir no seu negócio.

Funciona da seguinte forma: você apresenta a sua ideia ao público utilizando uma plataforma específica de crowdfunding. Lá, você descreve sua proposta e o quanto precisa arrecadar até determinada data. As pessoas acessam o site, conhecem o projeto e, caso se identifiquem com ele, contribuem para tirá-lo do papel. Caso você alcance o valor total estipulado no financiamento coletivo, o site que divulgou recebe uma comissão – que gira em torno de 5%. Do contrário, o dinheiro é devolvido aos investidores.

Quero criar uma campanha de Crowdfunding! Como faço?

O primeiro passo é ter uma boa ideia. O que vai ser exatamente o seu projeto? Se for um livro, é interessante definir o gênero e qual será a história. Se for um aplicativo, quais as funcionalidades e os objetivos. Isso faz com que as pessoas se identifiquem com a sua proposta e tenham mais vontade de investir nela.

Em seguida, planeje. De nada adianta uma boa ideia se você não souber a estrutura necessária para a sua execução. Descubra quantas pessoas precisarão se envolver no projeto e qual o valor necessário para que ele possa ser colocado em prática. Não se esqueça de criar um cronograma de cada etapa até a conclusão.

O terceiro passo é juntar o dinheiro! Agora que você já sabe o quanto precisará arrecadar, divulgue o seu projeto para o mundo. Crie páginas nas principais redes sociais e utilize-as para promover a sua ideia. Assim, você tornará a captação de recursos muito mais fácil e rápido.

E aí, será que o crowdfunding era o que faltava para você colocar em prática aquela ideia que sempre pareceu tão distante? Invista no financiamento coletivo e torne-se um empreendedor de sucesso!

O Senac SC também possui diversos cursos de curta duração nas áreas de Gestão e Negócios que podem ajudá-lo a planejar e executar o seu projeto da melhor forma! Confira nossas opções e inscreva-se naquela que se adequa melhor ao seu perfil.

O que você deve saber para incrementar seu perfil no LinkedIn

Criado em 2002, o LinkedIn é, atualmente, uma das redes sociais mais utilizadas em todo o mundo. Diferente de outras plataformas que priorizam a interação social entre amigos, o foco aqui é manter relações corporativas e contatos de trabalho. Assim, recrutadores de empresas e funcionários em potencial se conectam e têm a oportunidade de interagir e, quem sabe, efetuar contratações. Mas você sabe como incrementar seu perfil no LinkedIn para que ele se destaque?

Continue lendo

Como a tecnologia transformou as formas de recrutamento utilizadas pelas empresas?

Lembre-se da última vez que você participou de um processo de recrutamento para uma vaga de emprego. Logo após enviar ou deixar seu currículo na empresa, você foi chamado para uma entrevista tradicional, junto de vários outros candidatos? Ou você precisou se cadastrar em alguma plataforma online e participou de diversas etapas a distância antes de chegar à entrevista?

Continue lendo

4 tendências de mídias sociais para 2017

Já faz dois meses desde a virada, mas alguns dizem que só depois do Carnaval que o ano começa de verdade, não é? Então, se você é um profissional da área de marketing, essa é a hora de estudar as tendências de mídias sociais e traçar as estratégias de sucesso que serão executadas no decorrer de 2017.    

Continue lendo

5 razões para desenvolver a inteligência emocional e se dar bem no mercado de trabalho

Após anos dedicados aos estudos e às especializações, diplomas e experiências na área, é normal que pensemos: estou preparado para o mercado de trabalho. Mas será que isso é mesmo verdade? Nos últimos anos, cada vez mais as empresas têm valorizado, além de capacidade técnica, inteligência emocional na hora de montar suas equipes.

Continue lendo

5 habilidades necessárias para se destacar no mercado de trabalho

As inúmeras especializações e o nível cada vez mais alto dos candidatos faz com que as empresas procurem por muito mais. Possuir as qualificações técnicas, estar interessado e atualizado, ter boas referências são peças-chaves na hora de concorrer a uma vaga de emprego. No entanto, para se destacar e gerar interesse por parte do empresariado, é preciso mais. Quer saber o quê? Então confira as 5 habilidades necessárias para você se destacar no mercado de trabalho.

Continue lendo