Bullet Journal: aprenda a se organizar no trabalho

blog

Cada vez mais, tecnologias surgem para facilitar nossas atividades cotidianas. Afinal, quem hoje não aproveita a possibilidade de pagar uma conta direto do celular? Ou então fazer videoconferências com pessoas de qualquer lugar do mundo? Além disso, atividades burocráticas, antes complicadas, se tornaram muito mais simples. Vivemos em um mundo em que tudo pode ser feito online e está a apenas um clique de distância.

No entanto, mesmo com todas essas novidades, os métodos tradicionais ainda podem ser  bastante úteis quando falamos de organização no trabalho. Não à toa, com apenas um caderno e uma caneta, é possível planejar seu dia e manter todas as tarefas organizadas de forma estratégica e inteligente. Como? Com o Bullet Journal.

O que é o Bullet Journal?

Criado pelo designer americano Ryder Carroll, o Bullet Journal surgiu a partir da vontade de organizar melhor sua vida. Após anos tentativas e erros, o sistema evoluiu para o que é hoje. Ao grande público, o método ganhou destaque em 2015, quando um vídeo explicativo sobre como utilizá-lo foi postado no Youtube.

O bullet journal nada mais é do que um caderno em que você anota de maneira simples e eficiente todas as tarefas do dia. O objetivo é tornar suas listas de afazeres em algo prático e funcional.

Como criar o seu Bullet Journal?

O Bullet Journal possui uma estrutura de organização que pode ser adaptada de acordo com as necessidades de cada um. E, para começar, tudo que você precisa é de um caderno em branco e de uma caneta.

  • Índice: Ryder Carrol propõe que o início do caderno seja usado como um índice, para localizar facilmente as páginas do seu bullet journal. Meses, metas para o ano, lista de contas, compras e leituras são exemplos que você pode incluir.
  • Calendário anual: nas páginas seguintes, você pode colocar uma pequena versão do calendário dos próximos meses do ano. A ideia é que estejam registrados quais serão os principais acontecimentos: aniversários, celebrações, faturas, consultas médicas.
  • Calendário mensal: no topo da página, escreva o nome do mês. E abaixo, liste um dia em cada linha. Liste todos os acontecimentos, metas ou tarefas mais importantes.
  • Tarefas diárias: neste espaço, é importante colocar todas as suas tarefas do dia. De acordo com o seu trabalho, você pode pular de sexta para segunda-feira, por exemplo.
  • Grandes projetos ou eventos: por vezes, você terá um grande projeto ou evento específico. Nesses casos, é interessante criar uma página específica no seu bullet journal, em que ficarão reunidas todas as tarefas referente àquele trabalho.

Ícones do seu Bullet Journal

Uma tática para deixar o seu bullet journal ainda mais organizado é utilizar ícones como marcadores de tarefas. O designer americano propõe o seguinte sistema (no entanto, lembre-se de que é sempre possível adaptar para as suas necessidades):

● = tarefas

○ = evento ou tarefa que tenha data determinada

–  = nota ou informação importante, ideia, observação

x = tarefas concluídas

> = tarefa transferida para outro dia

* = prioridades

! = sempre que tiver uma boa ideia

Bom, agora que você já tem as primeiras instruções para montar o seu bullet journal, é só colocar em prática e você vai perceber como fica muito mais fácil organizar as tarefas do dia! E se ficar em dúvida, a Revista Galileu preparou um vídeo tutorial simples e rápido:

Depois conte para a gente como ficou o seu bullet journal!

 

Leia também: