Bons negócios com cerveja

Cerveja

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /var/www/tiki/blog/wp-content/plugins/easy-social-share-buttons/includes/class-easy-social-share-buttons.php on line 762

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /var/www/tiki/blog/wp-content/plugins/easy-social-share-buttons/includes/class-easy-social-share-buttons.php on line 762

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /var/www/tiki/blog/wp-content/plugins/easy-social-share-buttons/includes/class-easy-social-share-buttons.php on line 762

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /var/www/tiki/blog/wp-content/plugins/easy-social-share-buttons/includes/class-easy-social-share-buttons.php on line 762

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /var/www/tiki/blog/wp-content/plugins/easy-social-share-buttons/includes/class-easy-social-share-buttons.php on line 762

Não, você não leu errado. Esse post é como obter lucros investindo em negócios relacionados a essa bebida, uma das preferidas pelos brasileiros. De tanta procura, aparece uma bela oportunidade para os empreendedores, principalmente aqueles que estão dispostos a inovar. Já falamos por aqui sobre os produtores de cerveja artesanal, mas as possibilidades vão além.

O site da revista Exame trouxe uma compilação de negócios que já se incluem de com sucesso neste nicho. Veja mais sobre alguns deles:

CluBeer: criado por duas beer sommelier no final de 2011, o negócio exigiu investimento inicial relativamente alto – R$200 mil. Consiste em venda de cervejas especiais por assinatura. O cliente recebe em casa kits com os rótulos que escolher e dicas de harmonização. O investimento não foi a toa: a previsão é fechar o primeiro ano do negócio com faturamento superior a 2 milhões de reais, mais de 5 mil associados e 50 mil kits entregues. Cristina Bratt, uma das sócias, dá uma dica sobre o setor: “Foque na prestação de serviços de excelência e não somente no produto e, por fim, divirta-se”, diz.

    CluBeer - Cristiana Bratt

    Importante, né?

    Disque Gelada: há nove meses no mercado, é um serviço especializado em entrega de bebidas na capital paulista. O cliente pode pedir pela internet, telefone e até mesmo nas redes sociais. Cerveja, carvão e baralho estão entre os produtos mais pedidos. Para completar o combo de comodidade e diversão, os pedidos são entregues por funcionários fantasiados de super-heróis – que prometem “salvar” a sua festa/churrasco. O investimento inicial foi de R$25 mil, mas segundo Adriano Lima, um dos três sócios do negócio: “Não pode ficar atraído pelo baixo investimento. É preciso persistência e dinheiro para manter o negócio”, opina.

      Disque Gelada - Sócios e entregadores

      Nada de gastar tudo em cerveja, ok? ;)

      Microcervejaria Bamberg: fundada em 2005 e eleita a melhor da América do Sul no Great South Bear Cup, é produto do investimento e estudo de três irmãos. Um ano de planejamento e o inicial (salgado) de R$2 milhões começam a dar resultados. O faturamento da empresa chega a R$200 mil por mês, mas a previsão de lucro é apenas para daqui 5 anos. Alexandre Bazzo, um dos irmãos que faz parte da sociedade, ensina: “Lembre-se de que você não é uma mega cervejaria, seu orçamento é sempre apertado e você tem que vender qualidade e não o mais barato”.

        Bamberg Beer - Alexandre Bazzo

        O consenso é um só: não adianta só gostar de cerveja, é preciso gostar também de trabalhar duro e usar a criatividade. Alguém se habilita?

             

             

            Leia também: