4 dicas para líderes atuais conduzirem processos criativos

blog

Há pouco tempo, empreender era uma possibilidade restrita a poucas pessoas. Os negócios precisavam de alto investimento em recursos e estrutura para alcançar sucesso. Mas a revolução digital mudou esse cenário. A união da tecnologia com o comportamento inovador dos millenials (nascidos entre 1980 e 2000) formou ambientes com muito potencial empreendedor.

Para o professor Robert Stoll, da Ashland University, dos Estados Unidos, atualmente existem poucas barreiras para criar uma empresa de tecnologia. Além disso, os jovens buscam flexibilidade em sua rotina de trabalho e controle sobre suas vidas profissionais. O empreendedorismo chama a atenção porque possibilita esse estilo de vida, além de levar um alto impacto para a sociedade.

Segundo o professor, o contexto de mercado também ajuda a estimular o empreendedorismo: vivemos em uma economia marcada pela inovação, em que os recursos são amplamente compartilhados e o ciclo de desenvolvimento dos produtos é curto. Ou seja, precisamos de muitas pessoas colaborando para chegar a soluções cada vez mais refinadas.

Com o empreendedorismo em alta, temos novos gestores se formando: jovens, ávidos por tecnologia e dispostos a entregar produtos e serviços disruptivos para a sociedade. O papel desses profissionais, de acordo com o professor Stoll, é diferente da função tradicional de gestão – eles precisam gerenciar criatividade.

Em visita ao Brasil para ministrar o simpósio internacional do MBA em Gestão Estratégica Corporativa, o professor citou 4 dicas que podem ajudam os líderes atuais a conduzir processos criativos:

  • A prioridade número um de liderança para um trabalho criativo é envolver as pessoas certas na hora certa e na proporção certa. As ações mais bem-sucedidas são desenvolvidas a partir das próprias iniciativas dos colaboradores.
  • Líderes precisam ficar de fora e não interferir no processo criativo da organização. A maioria das empresas tem estruturas hierárquicas e os diferentes status dos colaboradores impedem a troca de ideias. Líderes precisam mudar a estrutura organizacional da empresa.
  • Líderes devem encorajar e possibilitar a colaboração.
  • Líderes precisam contratar talentos de um grupo diversificado. A inovação se torna mais provável quando pessoas de diferentes áreas de conhecimento, backgrounds e expertise compartilham seus pontos de vista.

Leia também: